TA – Capítulo 95 – 3Lobos

TA – Capítulo 95

A Festa de Aniversário de Felícia

Como não era uma investidura propriamente dita, as formalidades não eram de grande complexidade. Lucien saudou a princesa na maneira própria de um cavaleiro e a princesa inclinou a espada contra o ombro de Lucien.

— Que sua espada proteja sua vontade, — disse Natasha seriamente.

Então Lucien pegou a espada das mãos de Natasha e seguiu as instruções dela para deixar uma marca da vontade dele na Alerta. A espada tinha a força de ataque de um cavaleiro comum, e poderia ajudar seu dono a ser mais sensível aos arredores, como um cavaleiro de segundo nível.

Enquanto os feiticeiros as chamavam de armas mágicas, os nobres e pastores as chamavam de armas extraordinárias, que não exigiam uma marca espiritual de seus donos. O proprietário de uma arma ou item extraordinário só precisava imbuir sua própria força de vontade para ativar o poder do item. No entanto, de acordo com a vontade de alguns criadores, algumas dessas armas ou itens rejeitariam certos tipos de usuários e seu poder não poderia ser ativado por eles.

De posse da espada, Lucien saudou novamente a princesa e saiu da sala. Vendo Lucien partir, Natasha disse a Camil suavemente:

— Você tem planos para esta noite, tia?

Para terminar os preparativos da festa de aniversário daquela noite, Felícia não foi a aula naquele dia.

Durante o intervalo, Lott e Lucien conversaram casualmente. Lott disse a Lucien que este era o décimo oitavo aniversário de Felícia, e essa era a sua cerimônia de maioridade, e assim muitos nobres e todos os músicos da associação estariam presentes.

— Você está nervoso? Afinal, esta é a sua primeira apresentação após o concerto, — perguntou Lott.

Para garantir que Lucien pudesse se concentrar em estudar música após seu sucesso, Victor estava “protegendo” Lucien com muita cautela. Em nome de seu aluno, Victor recusou muitos convites e ofertas para Lucien, e isso fez com que muitas pessoas se sentissem ainda mais curiosas sobre esse jovem talentoso músico.

— Na verdade não, — respondeu Lucien de forma descontraída. — Eu não acho que haverá muitos convidados esta noite.

— Pelo menos alguns deles estarão lá apenas por causa de seu presente de aniversário para Felícia, a nova serenata, — Heródoto, que geralmente era muito quieto, juntou-se à sua conversa e comentou com uma voz calma. — Eles estão ansiosos para ver o que você conseguiu compor um mês após o concerto.

— Eu concordo com Heródoto, — disse Lott. — Como o atual conde da família Hayne, o tio de Felícia deve também estar lá esta noite. Espero que ele não encontre uma desculpa para dificultar a vida de Felícia e dos pais dela.

— Bem… Vamos ter que esperar para ver, — disse Lucien pensativo.

No início da noite, Lucien entrou na carruagem e se dirigiu para a casa onde Felícia morava. Desta vez, ele contratou sua própria carruagem e sentiu um pouco de orgulho disso.

No momento em que Lucien chegou, a entrada da luxuosa casa de três andares já estava bem movimentada. Muitas damas e senhores bem vestidos estavam saindo de suas carruagens, conversando e rindo.

A casa foi originalmente construída pelo conde anterior especificamente para dar festas. Depois do portão, Lucien andou pelo caminho que passava por dentro do jardim. Então, ele viu Felícia de pé na frente do salão.

Acompanhada de sua mãe, ela estava dando as boas-vindas aos convidados em outro vestido vermelho-vivo. O vermelho era a cor da família Hayne e a cor sempre caía muito bem nela.

— Obrigado por vir, Lucien, — disse Felícia sinceramente. — Muitos músicos famosos vieram hoje à noite por causa de você, incluindo Christopher, o presidente da associação.

— Tenho certeza de que eles vieram por causa de você, e não de mim. — Lucien sorriu e beijou a mão de Felícia sem que seus lábios tocassem a pele, para mostrar sua etiqueta.

— Bem-vindo, Lucien. Todos nós estamos falando de você nos últimos dias. Você é um gênio. — A mãe de Felícia o cumprimentou. Felícia realmente parecia com sua mãe, exceto pelo cabelo, já que o da mãe era castanho.

Lucien a cumprimentou com a cabeça e entrou no salão. Muitos convidados estavam com bebidas nas mãos, conversando entre si. Era uma oportunidade perfeita para se socializar.

— Oi, Evans. — Muitas pessoas cumprimentaram Lucien enquanto ele estava entrando. Suas expressões faciais variavam. Alguns pareciam ansiosos e curiosos, enquanto outros olhavam para ele com malícia e recalque.

O que o tão chamado mais talentoso e criativo dentre os gênios de todos os tempos iria apresentar naquela noite? Todos estavam esperando a nova serenata de Lucien.

Raras eram as serenatas boas entre aquelas feitas para festas, já que os temas e estilos de uma serenata eram bastante limitados. Muitos músicos comentavam que essas serenatas “nem sequer estavam perto de ser elegantes”. Assim, muitos dos presentes na festa estavam na verdade esperando pelo fracasso de Lucien, e então eles poderiam ensinar a esse jovem gênio uma lição.

Christopher, que estava cercado por muitos músicos, estava já tentando preparar os que não tinham muita esperança em Lucien:

— Ele ainda é jovem e não devemos ser tão críticos com os músicos mais novos. Devemos aplaudir o sucesso deles e também ser um pouco mais tolerantes com o seu fracasso. Eles precisam de um pouco mais de maleabilidade.

Quando Lucien chegou, os músicos mudaram de assunto e começaram a falar sobre a tarefa de compor. Lucien pegou um copo de água da bandeja de um garçom e apenas ouviu a conversa calma e educadamente, a poucos passos de distância, sem comentar.

Vários músicos de idade perceberam isso e mudaram significativamente sua atitude em relação a Lucien, já que claramente ele não era um daqueles jovens músicos que ficavam muito arrogantes depois de conseguir algo na música.

Então Victor, Rhine, Lott e alguns outros colegas de classe de Lucien também chegaram.

Já eram sete e meia da noite, mas o Conde Hayne ainda não havia chegado. A atmosfera começou a ficar um pouco constrangedora.

O pai de Felícia, Urbain, parecia envergonhado. Ele também estava muito bravo com Scott, seu irmão. Apesar de todo o conflito que tiveram no passado, Felícia era a sobrinha de Scott e hoje ela completava 18 anos. Era a responsabilidade do atual Conde Hayne se fazer presente e enviar seus melhores desejos a Felícia. Urbain estava realmente com raiva de seu irmão.

Mexendo as mãos, Felícia pareceu constrangida a ponto de quase desatar a chorar. Nessa ocasião, a ausência do Conde Hayne definitivamente prejudicaria sua reputação entre os nobres.

Dez minutos depois, o mordomo do Conde Hayne finalmente chegou e disse a Urbain de uma forma educada, mas também fria:

— O Conde Hayne não poderá vir esta noite, já que ele está doente.

O rosto de Urbain ficou muito sombrio, e o ódio estava entalado em sua garganta, a ponto de nem sequer conseguir dizer uma única palavra.

Alguns nobres de alto status que eram próximos do Conde Hayne estavam esperando em suas casas, já que não tinham certeza se deveriam participar da festa ou não. Depois de confirmar que o Conde Hayne não estaria presente naquela noite, vários servos que estavam esperando do lado de fora da casa partiram sorrateiramente para informar isso aos seus patrões.

Felizmente, alguns outros nobres ainda estavam chegando, já que Urbain ainda era o escrivão da prefeitura.

Respirando fundo, ele pediu a sua filha para manter a calma e continuar recebendo os convidados.

— Muito ruim. Se um membro da família não agrada o chefe da família, a menos que aquela pessoa consiga despertar sua Bênção e se tornar um cavaleiro, sempre terá dificuldade em tudo o que quiser fazer, — um músico chamado Comotz disse a Lucien de uma maneira maliciosa.

Lucien fingiu que não entendeu a malícia:

— Acredito que não importa o que uma pessoa queira fazer, contanto que ele seja suficientemente persistente e se esforce muito, a pessoa pode ser bem-sucedida.

Sua voz estava um pouco alta, e pôde ser claramente ouvida por muitos, já que o salão estava relativamente calmo naquele clima constrangedor.

Felícia ouviu o que Lucien disse, e o fato de que Lucien ter conseguido tais feitos partindo do zero a animou. Como uma senhora nobre de uma das famílias mais importantes do Ducado Violeta, Felícia era muito mais privilegiada do que seus colegas de classe e não havia nenhuma razão para ela desistir facilmente de seus sonhos.

Depois de um tempo, Othello, o diretor da associação, veio até Lucien, seguido por Mekanzi Griffith e três outros jovens.

Mekanzi cumprimentou os outros músicos presentes e apresentou os três jovens a Lucien:

— O Sr. Clemen, o Sr. Baret e o Sr. Julian são de Tria. Eles leram todos os comentários da Sinfonia do Destino no Crítica Musical e também no Notícias Sinfônicas, e eles vieram aqui especialmente para ver você, Lucien.

— É um prazer conhece-los. Muito obrigado por virem. — Lucien cumprimentou eles um a um. Os três jovens músicos de Tria estavam todos em seus vinte e poucos anos. Vestidos com bom gosto, todos pareciam homens muito decentes.

— Seu professor, Francois, já havia apresentado todos vocês para mim através de uma carta que ele escreveu — Christopher se lembrou dos nomes. — Eu já escutei suas obras. Todos vocês são muito talentosos.

Francois nasceu no Reino de Siracusa. Quando era adolescente, Francois chegou a Aalto para estudar música e depois conseguiu um grande sucesso na música aos seus vinte e poucos anos. Alguns anos atrás, Francois voltou para Siracusa e tornou-se o principal consultor de música da família real.

Os três jovens músicos apressadamente saudaram Christopher, que era conhecido como a lenda viva da música, com grande respeito.

Mekanzi disse a Lucien de forma claramente maliciosa:

— Espero que sua serenata surpreenda todos aqui esta noite, senhor gênio!

— Uma serenata? Eu também fiz uma serenata para apresentar à senhorita Hayne esta noite! — Julian, de cabelo preto, era o mais talentoso e também o mais arrogante entre os três. — Podemos apresentar nossas serenatas junto.

Mekanzi parecia já conhecer Julian muito bem. Quando Lucien estava prestes a responder, o salão todo subitamente se aquietou. A espada Alerta que Lucien usava informou a ele que alguém que ele conhecia estava chegando. Lucien se virou e viu uma carruagem luxuosa parando na frente dos degraus na entrada do salão.

Uma beldade alta e de cabelo violeta vestindo um uniforme branco de cavaleiro e botas pretas longas estava caminhando em direção a Felícia, com uma jovem bonita caminhando de braços dados, enquanto Camil seguia silenciosamente atrás.

— Alteza? — Felícia exclamou com grande surpresa.

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: