TA – Capítulo 76 – 3Lobos

TA – Capítulo 76

Revelação

Deixando a bola de papel sobre a mesa, Lucien pegou a carta dentro da caixa. Correspondendo às suas expectativas, algumas linhas de palavras apareceram de imediato:

“Parece que você já recebeu nosso presente. Os três dedos são apenas um aviso para você. Não faça coisas estúpidas, ou não teremos escolha a não ser matar Joel e os outros dois. Podemos vê-lo, e nós somos muito mais poderosos do que você pensa. A bola é chamada de Cena. Quebre a bola, e você verá o que quer.”

Lucien já sentiu o magnetismo dentro da pequena bola, que devia ser capaz de funcionar mais ou menos como uma projeção. Assim, sem hesitação, ele destruiu a bola com a mão.

Uma fumaça escura saiu da bola quebrada e gradualmente tomou a forma de uma imagem em preto e branco, mostrando a Lucien uma espécie de vídeo curto.

Na cena, Joel, Alisa e Iven estavam sentados em torno de uma mesa de madeira. Os olhos de Iven estavam parcialmente fechados, dando a ele um ar sonolento, enquanto Joel e Alisa pareciam muito preocupados, com as mãos envoltas em ataduras. Pela enorme janela propositalmente posicionada atrás deles na cabana de madeira, Lucien pode ver que era tarde da noite. Algumas estrelas estavam presentes no céu, e a lua de prata estava sombreada por nuvens.

A cena em movimento durou um minuto.

Na carta, novas frases surgiram:

“Sr., Evans, agora você tem certeza que eles ainda estão vivos. Enviaremos mais Cenas quando o tempo mudar. Acreditamos que o tempo, as estrelas e a lua de prata possam fornecer ao senhor informação suficiente para confirmar a data. Veja só, nós sempre damos valor à nossa palavra.”

“Isso é um alívio para mim”, — escreveu Lucien. — “O que devo dizer a John se ele voltar?”

Enquanto Lucien estava perguntando, ele estava relembrando em sua mente o céu que ele viu na Cena, tentando encontrar a posição relativa da cabana diante das estrelas que apareceram, baseado no mapa estelar desenhado pela bruxa em suas anotações. Ao combinar a estação, a posição e a intensidade das estrelas, bem como o ângulo pelo qual ele estava observando o céu através da janela, Lucien estava confiante de que poderia encontrar algumas informações valiosas a partir daquela cena de um minuto. Afinal, Astrologia era sua especialidade.

Após as várias reuniões de feiticeiros aprendizes das quais ele participou anteriormente, Lucien já tinha um conhecimento sólido em Astrologia de nível aprendiz, e como um estudante universitário cuja alma veio de outro local, seu conhecimento em astrologia era relativamente mais avançado do que o daquele sistema antigo.

A carta respondeu:

“Basta contar para ele. Nós não nos preocuparemos com um escudeiro, e apostamos que ele não ousaria arriscar a vida de sua família. Quanto a você, Sr. Evans, tome cuidado quando for para o Palácio Ratacia amanhã.”

Toda terça e quinta a agenda de Lucien incluía uma visita ao Palácio Ratacia para trabalhar como consultor da princesa e discutir questões referentes à música com ela. Se a princesa tivesse alguma necessidade extraordinária, ela iria convocar Lucien a qualquer momento, mas também haveria um pagamento extra para ele.

As palavras na carta desapareceram gradualmente, uma a uma. Finalmente, o papel voltou a ser completamente branco. Lucien dobrou a carta e enrolou bem os três dedos no papel, e depois os colocou de volta na caixa.

A caminho da Associação de Músicos, a mente de Lucien estava totalmente ocupada com as estrelas.

A Cena e os dedos chegaram hoje. Então, primeiramente, tio Joel ainda deve estar em algum lugar perto de Aalto. Em uma vila, propriedade nos arredores, ou mesmo em uma floresta… tudo é possível.

O cérebro de Lucien estava trabalhando duro. Ao comparar os mapas estelares em sua biblioteca espiritual e fazer diversos cálculos das coordenadas das estrelas, Lucien identificou as poucas estrelas que viu na Cena. Olhando para a lista de estrelas em sua biblioteca espiritual, Lucien traçou uma posição com base em seu registro detalhado.

A cabana deve ficar… cerca de 20 quilômetros a oeste de Aalto. Isso quer dizer… — Lucien estava agora olhando um mapa simples de Aalto e seus arredores armazenados em sua própria biblioteca, — a cabana fica bem adentro da Floresta Negra Melzer!

Ao desenhar um círculo no mapa Lucien ficou muito mais animado. Embora ele ainda não tivesse conseguido localizar com precisão onde os reféns estavam, e ele também não tivesse certeza sobre quão poderosos eram os hereges, só de saber que Joel, Alisa e Iven não estavam longe dele já acalmava um pouco sua mente.

Lucien esperava que a próxima vez que ele visse a Cena ela ainda ocorresse dentro da cabana. Assim, ele seria capaz de precisar um pouco mais o local.

Tentando se acalmar, Lucien suspirou silenciosamente, — Cada passo é tão difícil. — Ele sabia que, no momento, ele ainda não estava preparado para salvar Joel e sua família.

As duas moças que estavam de plantão hoje na recepção da associação não eram conhecidas de Lucien. Uma delas se levantou e fez uma ligeira reverência:

— Bom dia, Sr. Evans. Seu escritório pessoal foi atribuído pelo Sr. Hank. Por favor, vá ao escritório do Sr. Hank quando tiver um tempo.

Lucien tinha vindo ali somente para encontrar uma sala de prática tranquila. Porém, para sua surpresa, ele agora teria seu próprio escritório, o que era ótimo para o que ele pretendia naquele momento.

Um pouco mais tarde, sendo conduzido pelo Sr. Hank, Lucien entrou em seu próprio escritório no terceiro andar.

— Evans, este é o seu escritório agora. A menos que você se filie a associações de outros países, até o dia que você morrer, este escritório ainda será seu.

O prédio da Associação de Músicos era magnífico. No terceiro andar, uma área social ao centro era cercada por uns setenta escritórios, mas quase metade deles estava atualmente vago, uma vez que muitos dos músicos famosos em Aalto tinham sido convidados para visitar ou trabalhar em outros países.

O escritório era decorado com um tapete marrom, belas estátuas, pinturas e candelabros. O sofá azul escuro parecia muito confortável, ao lado do qual havia uma mesa de madeira vermelha de qualidade. Um piano branco-leite estava no canto do escritório, e havia também um quarto separado no escritório, onde o músico poderia descansar um pouco na cama sem ser perturbado.

— É um escritório ótimo. — Lucien sorriu educadamente. — Obrigado, Sr. Hank.

— Não há de que, Evans. E pode me chamar só de Hank. — Hank acenou simpaticamente com a cabeça.

Depois de Hank sair, Lucien fechou a porta do escritório e caminhou para frente e para trás lá dentro, processando a raiva e a ansiedade do evento daquela manhã. Ele conteve ao máximo seu temperamento quando viu os dedos, mas, agora que estava sozinho, Lucien não precisava mais esconder seus sentimentos.

Lucien de repente se sentou em frente ao piano e apertou as teclas com ambas as mãos. Era a Sinfonia do Destino que ele estava tocando.

Quando o som do piano se tornou cada vez mais alto, Lucien começou a xingar em voz baixa:

— Malditos! Desgraçados! Seus sequestradores de merda!

Aquele rompante não foi só para aliviar o ódio, mas também para testar até que ponto os sequestradores conseguiam monitorá-lo.

Quando ele terminou de tocar, Lucien se levantou e deu um longo suspiro. Mesmo se os hereges tivessem ouvido seus xingamentos, ele ainda podia explicar que estava exteriorizando sua raiva para se acalmar para o encontro com a princesa no dia seguinte.

No entanto, quando Lucien voltou para sua casa em Aderon, ele só encontrou uma simples frase na carta:

“A música é a maneira ideal para libertar suas emoções, Sr. Evans.”

Embora os sequestradores só quisessem lembrar Lucien que ele estava sob vigilância o tempo todo, a mensagem ofereceu a Lucien outra informação valiosa. O método que os sequestradores estavam usando não permitia que eles ouvissem Lucien muito bem!

Às duas horas da tarde, Lucien chegou na casa de Victor, no horário programado.

Embora sem dizer nada, a forma como Athy olhou para Lucien continha uma gratidão imensa. Athy tinha servido Victor por muitos anos, e ele estava sinceramente feliz que o concerto havia sido um grande sucesso.

Renee, Colin e David também estavam lá. Eles se levantaram e cumprimentaram ele:

— Boa tarde, Sr. Evans.

Embora o sucesso de Lucien ainda tivesse se espalhado entre os moradores mais simples de Aalto, Renee, Colin e David tinham ouvido falar dele nas conversas com Felícia e Annie. De repente, eles sentiram que Lucien tinha se tornado um estranho em seus olhos, e eles inconscientemente trataram ele da mesma forma que tratavam seu professor, o Sr. Victor.

— Até agora eu ainda tenho a impressão de que que isso é muito surreal. — Lott se levantou do sofá e deu um abraço em Lucien, sorrindo.

Felícia também chegou perto dele e sussurrou em seu ouvido:

— Amanhã à tarde eu vou ter as rosas para te entregar.

— Obrigado. Muito obrigado, Felícia, — disse Lucien com sinceridade.

De pé ao lado deles, Lott quase não conseguia acreditar em seus olhos.

Desde quando eles ficaram assim tão íntimos? — Lott perguntou.

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: