TA – Capítulo 69 – 3Lobos

TA – Capítulo 69

Pó de Alma Penada

Já era onze da noite quando Lucien deixou o Salão dos Salmos. Apenas algumas luzes ainda estavam brilhando ao longo da rua escura e vazia.

Embora o tempo no mês da colheita fosse quente durante o dia, as noites úmidas eram muito frescas e agradáveis. A mente de Lucien se revigorou com o ar fresco. Ele gradualmente acordou do êxtase e começou a planejar seus próximos passos. Se tudo corresse bem, Lucien estaria saindo do distrito de Aderon muito em breve. Assim, ele tinha que sumir com o laboratório subterrâneo o quanto antes, no caso de alguns vagabundos aleatórios inadvertidamente entrarem na antiga casa dele quando não houvesse ninguém lá. Antes disso, porém, Lucien decidiu obter o pó de alma penada esta noite, quando o laboratório ainda estava totalmente equipado, e então ele poderia voltar sua atenção para a busca de pó de Rosa Luz Lunar amanhã.

O pó da rosa tinha sempre uma alta demanda e era muito caro, uma vez que era o principal ingrediente da poção mágica que poderia ajudar um escudeiro a despertar sua Benção, e assim se tornar um verdadeiro cavaleiro. Como a maioria dos escudeiros não tinha condições de comprar o pó da rosa, alguns cavaleiros ocasionalmente selecionavam seus melhores escudeiros e os premiavam com o pó.

Além disso, o mercado do pó de rosa era controlado pela igreja, pela família Violeta e algumas outras famílias grandes, o que também era uma das estratégias das famílias grandes para consolidar seu status no Ducado de Orvarit.

Lucien tinha esperanças que Felícia pudesse ajudá-lo, já que ela era um membro da família Hayne. Felícia tinha as qualificações necessárias para comprar um pouco de pós de rosa em nome de sua família.

O que Lucien não sabia era que, na verdade, Felícia já havia comprado o pó três vezes antes, na esperança de conseguir despertar sua bênção. No entanto, após sua última tentativa falhar, ela começou a focar toda a sua atenção no estudo da música.

Lucien atualmente não tinha ideia de como pedir aquele favor a Felícia sem levantar suspeitas, o que o estava incomodando. Se Felícia não estivesse disposta a ajudar, então Lucien não teria outra escolha senão encontrar o mercado negro de Aalto ou participar de outra reunião secreta dos aprendizes, o que era a última coisa que Lucien queria fazer neste momento.

Duas carruagens simples estavam esperando na frente do Salão dos Salmos, paradas ao lado da rua. Elena, tio Joel e o resto da família dele estavam esperando por Lucien ao lado das duas carruagens.

Vendo Lucien vir em sua direção, Joel acenou para ele com as duas mãos. Ele veio até Lucien e deu um grande abraço acolhedor nele.

— Esta noite foi como um sonho. — Joel deu um tapinha nas costas de Lucien com grande alegria. — Você me convidou para o concerto e realizou meu sonho. Nós… e também o seu pai… todos nós estamos muito orgulhosos de você, Lucien.

Após Joel, John também abraçou Lucien. Seus braços estavam tremendo um pouco, bem como sua voz:

— Eu sabia! Eu sabia que você era diferente! Porém, o seu crescimento ainda está muito além das minhas expectativas, afinal de contas, eu achei que eu pelo menos iria me tornar um cavaleiro primeiro, haha. Agora eu tenho que trabalhar ainda mais duro ou eu vou ficar para trás.

Lucien ficou inspirado. Talvez ele pudesse usar John como uma desculpa para comprar o pó de rosa. Afinal, Lucien agora podia se dar ao luxo de comprar o pó de rosa para seu amigo John, que era um escudeiro, o que definitivamente fazia sentido.

Em todo caso, aquilo era parte do plano original de Lucien. Um pouco do pó de rosa seria dado de presente para John. Lucien já considerava a família de Joel como sua própria família, e John como seu amigo mais importante. O apoio que a família de Joel ofereceu a Lucien significava muito para ele.

Naquele momento, porém, o único problema era como Lucien poderia persuadir Felícia a lhe fazer esse favor.

— Minha carreira na música acabou de começar. Ainda há um longo caminho a percorrer. — Lucien sorriu. — Eu tenho certeza que em breve você vai despertar a sua Bênção e se tornar um cavaleiro de verdade.

— Bem… eu ainda não tenho certeza disso, Lucien. — John balançou a cabeça e ergueu seus braços. — A primeira tentativa para despertar a Bênção é a que tem a maior probabilidade de sucesso. Eu tenho que estar mais preparado para isso.

— Parabéns, senhor Evans! — Elena abraçou Lucien. Seus grandes olhos piscavam com alegria.

— Estou muito lisonjeado, Elena. — Lucien sorriu para ela, — Nós somos amigos. Por favor, não me chame de senhor.

Depois de acompanhar Elena e a família de Joel para seus lares, Lucien voltou para sua própria casa e se deitou na cama.

Perto da uma da madrugada, Lucien de repente se levantou. Ele se certificou de que estava tudo seguro ao redor de sua casa e entrou calmamente em seu laboratório de magia.

Lucien levou uma hora para preparar algumas contingências mágicas, só por precaução. Então, ele tirou um tubo de sangue de dentro de uma caixa. Ao mesmo tempo, as anotações sobre magia estavam abertas em sua biblioteca espiritual, e ele estava pronto para fazer anotações a qualquer momento. Lucien estava torcendo para que durante o processo de coleta do pó de alma penada ele também conseguisse obter uma melhor compreensão das criaturas mortas-vivas.

Assim que Lucien abriu o tubo inscrito com runas, um forte cheiro de enxofre entrou em seu nariz. Como se estivesse vivo, o sangue escuro começou a borbulhar como se fosse lava.

Murmurando um feitiço de pronunciação estranha e macabra, Lucien conectou seu espírito com uma outra dimensão. De repente, ele pegou o tubo e derramou o sangue à sua frente. Estranhamente, ao invés de cair no chão, o sangue ficou suspenso no ar, e se dividiu em diversas gotas pequenas.

As gotas de sangue se moveram rapidamente, e um círculo mágico tomou forma na frente de Lucien. Todo o espaço do laboratório foi imediatamente preenchido com o cheiro fedido daquele sangue.

Uma neblina da cor do sangue se espalhou pelo laboratório. De repente, uma figura humanoide translúcido apareceu no ar, e embora a sua face e membros ainda estivessem muito embaçados, seu ressentimento era tão forte que ele quase se tornou inteiramente visível.

Embora Lucien ainda não entendesse direito como dimensões diferentes podiam ser conectadas através do poder espiritual, a estrutura deste feitiço de invocação de nível aprendiz não era complicada.

Um buraco, provavelmente a boca da alma penada, apareceu no rosto da figura, e o fantasma maldito de repente saltou visando a garganta de Lucien ao mesmo tempo que gritava de forma arrepiante.

Lucien ficou muito calmo e ativou as armadilhas mágicas em torno dele. Correntes invisíveis circundaram o fantasma, como se fossem cordas, e o prenderam no ar.

Correntes Etéreas, uma magia de nível aprendiz.

Ao mesmo tempo, paredes transparentes apareceram no ar e circundaram o fantasma. Quando o grito se chocou com a superfície das paredes, ondas se formaram, como se a parede fosse feita de água, mas a magia foi efetiva e manteve o grito em seu interior.

Parede Acústica, outra magia de nível aprendiz.

Embora o grito do fantasma tivesse sido bloqueado, Lucien ainda sentiu uma súbita sensação de náusea e ele ouviu alguém gritando em sua mente.

Rapidamente Lucien fez anotações em sua biblioteca espiritual.

“O grito de uma alma penada é transmitido na forma de ondas infrassônicas. Alto poder de penetração. Causa ilusões.”

Lucien desejava poder descobrir a frequência de vibração das ondas, mas com o limitado equipamento de seu laboratório, a anotação que ele fez não tinha como ser mais detalhada e precisa.

Depois de ficar preso, o grito do fantasma se tornou ainda mais insano, porém ele não incomodaria mais Lucien. Calmamente, ele ativou o círculo mágico desenhado sobre a mesa, onde muitos raios de luz dourados imediatamente apareceram.

“Peso, 21,26 gramas. Mais pesado do que o esperado. Poder… ainda desconhecido.”— A informação foi armazenada.

Então, Lucien começou a lançar diversas magias diferentes sobre o fantasma para ver os efeitos.

“Imune a Mão do Mago.”

“Imune a Orb de Ácido.”

“Imune a Raio Congelante.”

“Dano pequeno causado ​​pela Oscilação de Homan. Pode ser por causa da intervenção de ondas, ou até interferência magnética.”

“Dano ínfimo causado pela Fogueira de Marius. Razão desconhecida.

Conforme o experimento prosseguiu, o fantasma no ar se tornou cada vez mais fraco, e ainda mais transparente. Como se tivesse medo de Lucien, ele se encolheu e tentou se afastar de Lucien, porém não pode ir muito longe por causa das correntes que o cercavam.

“Algum instinto permaneceu.” — Lucien se manteve fazendo anotações.

Finalmente, Lucien lançou a magia Luz. Sob a forte luz, o fantasma ficou agitado novamente, mas não tinha para onde escapar. Sua mágoa desapareceu gradualmente diante da luz, mas a velocidade era muito lenta.

“Medo de luz forte.” — Outra linha de palavras apareceu no caderno.

O experimento finalmente chegou ao fim. Olhando para a imagem já quase transparente da alma penada encolhida no canto, Lucien sacudiu a cabeça. A criatura estava muito machucava e logo ela desapareceu por completo. Um pó fino e brilhante caiu lentamente sob o círculo mágico.

“21,25 gramas. O motivo da diferença de peso permanece desconhecido. Talvez a consciência do fantasma também tenha peso.”

Lucien recolheu o pó de alma penada num tubo de vidro, e então lentamente arrumou o laboratório, uma vez que também devia ser a última vez que ele o usaria antes de se mudar.

Na parte da manhã, Lucien se levantou cedo e foi para a Associação, por duas razões. Em primeiro lugar, já que Lucien tinha se tornado o consultor de música da princesa Natasha, ele devia largar o trabalho como bibliotecário e deixá-lo para alguém que realmente precisasse. Em segundo lugar, Lucien estava animado demais para esperar sequer um dia a mais para pegar seus lindos e brilhantes Thales.

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: