TA – Capítulo 28 – 3Lobos

TA – Capítulo 28

Nos Esgotos

Com seu progresso recente, Victor agora estava mais confiante ao bater de frente com o amargo desafio de Wolf. Depois de uma competição feroz, Victor e Wolf foram os dois últimos concorrentes restantes para a apresentação. Na opinião de Victor, Wolf perdeu a disputa final porque ele gastava tempo demais criticando o trabalho de outros músicos ao invés de investir mais energia no estudo da música em si.

— Acredito que sim, Wolf. Na verdade, estou muito feliz com meu novo trabalho. Você quer me dar alguma sugestão sobre isso? — Victor já havia registrado seu novo concerto de piano na Associação. Wolf não teria nenhuma chance de plagiá-lo.

Wolf pensou que Victor ainda estaria muito frustrado com seu trabalho. Naquele momento, porém, a confiança de Victor era algo além de suas expectativas. O rosto de Wolf ficou pálido e ele murmurou:

— Na verdade, não, Victor. Prefiro manter minha curiosidade. Veremos o resultado daqui a três meses.

Dando de ombros, Victor sorriu.

— Tudo bem, então. Eu estava muito ansioso para ouvir a sua opinião.

Wolf só queria mudar de assunto, e viu que Lucien estava ao lado, com suas roupas de linho baratas e velhas. Levantando o queixo, perguntou com desprezo:

— Quando é que você se tornou amigo das pessoas da favela?

Esse comportamento vinha de muito tempo atrás, quando a família de Wolf ainda estava entre os nobres. De seu bisavô para cá, a família dele perdeu o título de nobreza, mas isso não os impediu de se considerarem nobres. Ele desprezava os músicos como Victor que vinham de famílias comuns, para não mencionar os pobres como Lucien. Sua arrogância era misturada com o ódio contra Victor, então em seus olhos Lucien era comparável a um rato repugnante pulando em sua mesa de jantar.

Lucien estava um pouco zangado, mas já estava acostumado a esse tipo de desprezo. Enquanto houvesse status social e riqueza no mundo, as pessoas seriam divididas em diferentes níveis — o superior e o inferior, o decente e o imundo… A única maneira de uma pessoa mudar a situação era buscar poder e riqueza. Porém, uma vez que alguém conseguisse, ele muitas vezes se juntaria ao grupo que desprezava e se tornaria mais um dentre os que faziam chacota do povo comum.

— Cuidado com suas palavras, Wolf. — Franzindo as sobrancelhas, Victor o advertiu seriamente, — Lucien é meu novo estudante de música. Ele é… um rapaz muito talentoso. —Falando honestamente, embora Victor tenha falado muito bem da habilidade de Lucien, ele mesmo não tinha certeza sobre o dom que o garoto tinha para música, ainda.

— Você está falando sério, Victor? Mesmo? — Wolf começou a rir tanto que quase caiu no chão. — Você ficou nervoso com sua performance e perdeu a cabeça?

Sem muita confiança, Victor tentou rebater.

— Aalto é a Cidade dos Poemas, a Cidade da Música. Todos aqui podem ter uma chance de aprender música. Muitos bardos proeminentes são de origem pobre. O talento da música é um dom de Deus, e Deus não abençoa só os ricos e os nobres.

Wolf discordou com a cabeça enquanto ainda estava rindo.

— Qual é, Victor! Tanto você quanto eu sabemos que um talento pode facilmente despertar a Bênção em seu sangue. Nós chamamos pessoas como a princesa Natasha e Lorde Verdi de talentos, mas o seu aluno… cai na real! Se ele conseguir se tornar um músico excelente no futuro, publicarei uma desculpa aberta a você e ao seu aluno no Crítica Musical, e nunca mais voltarei a realizar meu próprio concerto.

Wolf fez a aposta por impulso, mas ele também foi bastante cauteloso. Ele acrescentou a palavra “excelente” de propósito, uma vez que seria realmente difícil chegar a um consenso sobre o que realmente tornava um artista excelente.

Lucien ouviu dizer que a princesa Natasha, também conhecida como a Condessa Violeta, era a única filha do Grão-Duque de Orvarit. Seu título atual era um dos pré-requisitos para se tornar o Grão-Duque do Ducado. Ela era muito talentosa na música e tinha excelentes habilidades para tocar violino, flauta e cravo. Além disso, a princesa de vinte e cinco anos de idade também era uma cavaleira de quinto nível, uma Grã-Cavaleira, quem as pessoas acreditavam que se tornaria uma Cavaleira Radiante em breve.

Lorde Verdi, sobrinho do Grão-Duque e também um membro da família Violeta, acabou de se tornar um Grão-Cavaleiro de quinto nível, e atualmente estava servindo como comandante-chefe dos Guardas da Cidade em Aalto.

Depois de fazer o comentário, Wolf se virou e saiu do corredor. Victor balançou a cabeça em repulsa.

— Lucien, apenas ignore-o. Todo mundo sabe que Wolf é um completo idiota. Seu trabalho começa a partir de amanhã. Um dia de folga por semana. Você pode agendar seu dia de folga com os gerentes da biblioteca. Eu tenho que ir para o anfiteatro agora.

Lucien assentiu e observou o Sr. Victor sair do salão. Então ele se virou para Elena e devolveu o contrato assinado.

— Obrigado, Elena — disse ele.

Havia uma pequena covinha na bochecha esquerda de Elena.

— Não se preocupe, é meu trabalho. Como disse o Sr. Victor, nunca deixe o Sr. Wolf incomodá-lo. Ele é sempre assim… Ele despreza a maioria das pessoas da Associação, exceto por alguns diretores com títulos de nobreza.

— Estou ansioso para ver o nariz empinado do Sr. Wolf fazer um buraco no chão junto com os outros nobres. — Lucien deu de ombros e sorriu.

Elena começou a rir com suas palavras.

Quando Lucien estava prestes a sair, Elena o deteve. Sua mão direita se fechou em um pequeno punho determinado, e seu rosto parecia muito sério.

— Acredito em você, Lucien! Você pode ser um excelente músico! O Sr. Wolf vai lamentar profundamente ter feito essa aposta!

Falando honestamente, Lucien não levou a sério aquela aposta. Porém, ele também fechou um punho como Elena e respondeu.

— Com certeza!

Não havia vida noturna em Aderon. Às nove horas da noite, a maioria dos moradores da área já estava na cama, exceto por vários bêbados que ainda perambulavam por aí. Todo mundo tinha que se preparar para trabalhar duro na manhã seguinte.

Lucien contou a Joel e Alisa que ele conseguiu um novo emprego durante o jantar e depois voltou para sua casa para meditar e se preparar para seus experimentos mágicos.

Mais tarde, ele saiu de sua casa fechando gentilmente a porta, e caminhou em direção a uma das entradas para os esgotos. Lucien ainda levaria algum tempo para aprender a construir uma passagem secreta como a bruxa tinha feito.

Depois de ter certeza de que ninguém o estava observando, ele entrou no túnel subterrâneo.

O cheiro fedorento e a parede viscosa ainda eram os mesmos, repugnantes e sombrios, mas nada disso o impediria de explorar o mundo da magia. Caminhando pelos dutos, Lucien estava desenhando um mapa em sua biblioteca espiritual e tentando encontrar um canto apropriado para iniciar seus experimentos.

Ele também raspou alguns dos musgos na parede e os guardou no bolso. Aquilo era chamado de Musgo Luminoso, na falta de uma palavra melhor naquele mundo, que era o reagente para a magia de nível aprendiz chamada Escuridão.

Quanto mais fundo Lucien ia, mais horrível o lugar se tornava. Lá embaixo, ele nunca chegou a encontrar nenhum sem-teto, como Corella mencionou. O som de seus passos foi se intensificado dentro dos esgotos. Ele conseguia até mesmo ouvir sua própria respiração.

Finalmente, Lucien encontrou seu lugar ideal: uma bifurcação no caminho. O caminho da frente estava bloqueado por uma rocha enorme, enquanto o que virava para a esquerda seguia para a escuridão sem fim. Dessa posição, ele conseguiria facilmente notar se alguém se aproximasse.

Lucien arrancou um pouco de enxofre do bolso enquanto revisava a estrutura da magia. Então ele começou a pronunciar palavras estranhas e deixou o pó escorregar por entre seus dedos. Seu rosto parecia sério e misterioso sob a parca luz.

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: