TA – Capítulo 115 – 3Lobos

TA – Capítulo 115

Que se Fechem as Cortinas

Lucien fez várias reverências para o público. Os aplausos estrondosos ainda estavam soando. As pessoas na praça ainda estavam gritando com todo o fôlego que tinham.

Os nobres e músicos famosos no salão estavam tocados, e eles, especialmente os nobres, não tinham sido afetados tão profundamente por muito tempo. Eles tinham o hábito de esquecer os seus próprios sentimentos, alegria, tristeza, amor, raiva, apenas para serem menos vulneráveis.

No entanto, ninguém poderia resistir ao poder daquela música. Nobres ainda eram seres humanos. Mesmo que muitos deles tivessem despertado suas Bênçãos, ser fisicamente forte não podia transformar seus corações em rochas.

A beleza da música foi compartilhada por todos, independentemente do status social, sexo ou idade. Apenas alguns fanáticos religiosos permaneceram relativamente calmos.

Lucien não tinha ideia de quantas vezes ele fez reverências para o público. Depois de um longo tempo, eles lentamente se acalmaram, sentindo-se tanto cansados quanto em paz.

— A melhor sonata para piano que eu já ouvi! — Olhando para a cúpula de cristal, Piola exclamou. — Semelhante a Sinfonia do Destino, mas também diferente. A emoção é mais profunda… mas mais conservadora.

Sharon concordou com a cabeça e sorriu.

— Eu posso imagem que Patética se tornará a sonata mais clássica em termos de expressividade musical.

— O Festival de Música de Aalto definitivamente valeu os nossos sete meses de viagem. — Graça parecia séria. — Depois de ver a performance do Sr. Evans, eu quero ficar em Aalto para aprender piano.

— Cai na real, Graça. — Green disse a ela: — O Sr. Evans já nos deu algumas sugestões para a nossa Fantasia. Volte com a gente e vamos nos concentrar em nossas próprias obras. Nós vamos nos tornar famosos em Sturk muito em breve, eu acredito.

— Eu concordo. Se você ficar, Graça, — Sharon acrescentou, — você não será capaz de bancar um professor de música aqui em Aalto. E já que Aalto é cheia de grandes músicos, quanto tempo você acha que vai levar para se sobressair aqui?

Finalmente, Graça balançou a cabeça e suspirou.

— Eu acho que vocês têm razão. Não se esqueçam de comprar o mais recente o Crítica Musical e o Notícias Sinfônicas. Eles serão muito úteis para o nosso futuro na música.

Os outros membros da banda concordaram. Eles com certeza gostariam de comprar um monte deles em Aalto para que pudessem levar os jornais para seu país de origem e conseguir algum lucro com a grande diferença de preço.

Depois de permanecer de pé na praça em silêncio por um bom tempo, Lilith e Sarre trocaram um olhar e se viraram em direção aos portões da cidade.

— Depois que nos tornarmos… — Sarre parou um pouco e gentilmente deu um tapinha no ombro de sua irmã mais nova, — vamos viajar por todo o continente e encontrar um lugar seguro, onde não teremos mais que viver com medo.

Lilith concordou, séria.

— Sim. Então nós não vamos mais precisar nos esconder.

Nos bastidores do Salão dos Salmos, Lucien desabotoou o paletó e, em seguida, abraçou Rhine.

— Obrigado, Sr. Rhine. O concerto não seria esse sucesso sem a sua ajuda.

Então Lucien perguntou a Rhine, em voz baixa:

— E você pode me dizer onde está agora?

Rhine sorriu e sussurrou:

— Você é tão impaciente, Lucien. Eu vou visitá-lo amanhã à noite.

Então, Rhine levantou a voz e disse:

— Parabéns, Lucien!

Depois de cumprimentar os membros da orquestra, Lucien viu um escudeiro esperando para convidá-lo a ir ao camarote principal do salão.

Lucien estava um pouco nervoso com a possibilidade de chegar perto de Sard. Afinal, ele não tinha ideia de quão sensível um Santo Cardeal era quanto a feiticeiros em torno dele.

— Não se preocupe. Sua Bênção vai esconder sua identidade. — Fingindo que ele estava ajeitando as coisas, Rhine disse a Lucien em uma voz muito baixa atrás dele, — A menos que ele já ache que você é suspeito.

Lucien se acalmou um pouco com as palavras de Rhine e deixou os bastidores seguindo o escudeiro.

Embora Lucien ainda estivesse alguns passos longe de Sard, Lucien pôde sentir a luz sagrada e acolhedora que havia em torno do Santo Cardeal.

Já que Lucien tinha despertado sua Bênção, ele pôde sentir melhor o grande que Sard possuía. Felizmente, a Bênção de Lucien não era uma Benção sombria, e ele não se especializava em feitiços de necromancia, ou sua alma poderia ser ferida gravemente simplesmente por estar perto do Santo Cardeal.

Depois de saudar os nobres, Lucien chegou em frente ao grão-duque. Ele acenou para Lucien com aprovação:

— Você é jovem e talentoso, Lucien. Eu gosto de sua música que toca nossa alma, e eu aprecio o seu espírito infindável que luta contra os sofrimentos da vida. Continue trabalhando duro, Lucien, e você vai se tornar o próximo mestre da música em Aalto.

Natasha deu um abraço direto em Lucien, como amiga, e disse a ele em tom de brincadeira:

— O que mais você está escondendo de mim, Lucien? Amigos deveriam compartilhar seus segredos, mas você não me disse que um pequeno ajuste no posicionamento do piano poderia fazer uma diferença tão grande!

— Não estou escondendo mais nada, na verdade… — Lucien colocou um sorriso estranho no rosto. Na verdade, ele tinha muito mais segredos do que isso.

— O que eu quero dizer é… Obrigado por seu concerto, Lucien. — O sorriso de Natasha estava um pouco triste, — Sua música me lembrou do passado. O passado é doloroso, mas também valioso.

Christopher também abraçou Lucien.

— Minha era acabou, mas a sua apenas começou, Lucien.

— Obrigado, senhor presidente. Espero que eu consiga buscar novas inspirações também, — respondeu Lucien de uma forma significativa, já que sua vida estava prestes a se transformar em uma nova jornada em breve.

Então, Lucien finalmente veio até Sard, e deu o seu melhor para manter a calma.

— Eu ouvi a sua história antes. — Sard olhou para Lucien com seus olhos turvos. — Eu entendo a sua dor, e eu também enxergo o seu coração forte. Todas as dificuldades são testes de Deus. Se você superá-las, você se torna mais forte.

Após Verdi, Michel abraçou Lucien um pouco timidamente.

— Parabéns, Sr. Evans. Em nome de Siracusa, quero convidá-lo para conhecer Tria. Toda vez que você aparecer em nosso país, você vai receber calorosas boas-vindas.

— Obrigado, alteza. — Lucien assentiu.

Então, Lucien recebeu muitos outros convites oferecidos pelo resto dos convidados provenientes de diferentes países do continente. Ele sabia que esses convites se tornariam sua desculpa para sair de Aalto quando ele descobrisse onde o Congresso Continental de Magia ficava.

Quando Lucien deixou o camarote, ele viu que as últimas pessoas estavam saindo do Salão dos Salmos. As pessoas na praça também estavam retornando para suas casas. Logo, toda a cidade ficou muito quieta.

Lucien saiu do Salão dos Salmos e disse para si mesmo:

— Que se fechem as cortinas, Lucien.

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: