TA – Capítulo 108 – 3Lobos

TA – Capítulo 108

Aquecimento para o Festival

No terceiro dia do mês de abril, havia música sendo tocada em todos os cantos de Aalto por causa do festival.

Nesse dia, Lucien se vestiu com menos formalidade, com uma jaqueta marrom simples, camisa branca e calças pretas. Ele estava passeando pelas ruas acompanhado por Iven, que estava vestido como um pequeno cavalheiro, já que Joel e Alisa decidiram sair para um encontro para reviver a paixão e amor que eles tinham quando eram jovens.

Victor estava ocupado se reunindo com diferentes músicos e nobres de outras cidades e países, e o mesmo valia para Felícia, Lott e Heródoto. Natasha estava se sentindo sobrecarregada pelos convidados reais provenientes de todo o continente, e ela passou todo o seu tempo livre dando suporte para a próxima obra de Silvia, que também seria apresentada no festival. Rhine foi convidado para ser o primeiro violino em vários concertos, e Lucien ouviu que ele nem sequer tinha tempo para comer.

Nem mesmo John conseguia achar um tempo para sair com Lucien. Precisavam dele para manter a ordem no festival.

— Ei, John! — Lucien acenou para seu amigo, que estava patrulhando nas ruas.

— Eae, Lucien! — John sorriu. — Como vão as coisas?

— Bem… não podiam estar melhores. — Lucien deu de ombros, — Existe alguma coisa melhor no mundo do que ser babá durante o festival de música? — Lucien apontou para Iven, que estava focado em mastigar o enorme cachorro-quente em suas mãos.

John riu tão alto que muitos pedestres na rua se viraram para olhar para eles.

— Que falta de consideração! Eu estou cuidando de seu irmão mais novo! — Lucien reclamou em tom de brincadeira.

— Bem… Eu ouvi que várias senhoras nobres convidaram você para aproveitar a hospitalidade de suas mansões durante o festival. — John deu um tapinha no ombro de Lucien, — Tipo… a senhorita Yvette Hill.

— Eu prefiro cuidar do seu irmão mesmo, — respondeu Lucien honestamente.

Depois de falar com John, Lucien continuou a passear pelas ruas. Já que ele poderia estar partindo logo após o festival de música, ele queria aproveitar mais Aalto e valorizar o tempo que ainda tivesse aqui.

Enquanto Lucien estava bastante interessado em ouvir os artistas de rua tocando, Iven prestava mais atenção às barraquinhas de alimentos variados que estavam vendendo queijo grelhado, torta de frutas, batatas fritas, sobremesas e assim por diante.

Terminando seu cachorro-quente, Iven começou a olhar para a loja de doces do outro lado da rua.

Lucien e Iven passaram a manhã toda simplesmente andando para desfrutar o clima festivo, e estiveram em alguns “salões” improvisados para apreciar a música que as bandas diversas tocavam.

Durante o festival de música, com exceção do Salão dos Salmos, bilhetes para qualquer apresentação musical eram muito baratos, e alguns deles eram até mesmo gratuitos. Assim, o Festival de Música de Aalto era realmente uma festa de música para todos.

Era perto da hora do almoço. Lucien levou Iven a um restaurante.

— Olha! — Iven estava apontando para uma placa em frente ao restaurante, — Faça sua apresentação e ganhe sua refeição!

Iven já conseguia ler algumas palavras depois de ter sido ensinado por Lucien e John.

— Este restaurante parece ser bem incrível. — Lucien sorriu.

O restaurante estava extremamente movimentado. Quando Lucien e Iven estavam esperando lugares, eles viram um senhor de idade tocando piano lá na frente. O senhor não estava tocando muito bem, e todos os seus movimentos mais importantes pareciam ser grandes desafios para ele. Porém, ele tocou de forma muito dedicada, como se estivesse apresentando seu próprio concerto.

Quando o senhor terminou de tocar, todo o restaurante explodiu em calorosos aplausos para ele. Os convidados estavam aplaudindo por sua coragem e paixão.

— Almoço grátis para este cavalheiro! — celebrou o proprietário do restaurante, — Quem quer ser o próximo!?

Lucien e Iven foram levados a uma pequena mesa para dois, perto da janela. Eles pediram dois bifes para o almoço. Mais alguns convidados tocaram. A atmosfera do restaurante era muito boa. Todo mundo ali estava se divertindo muito.

Mais e mais pessoas entraram no restaurante. Alguns deles não puderam encontrar lugares, de modo que apenas ficaram ao lado da seção de bar, segurando seus pratos de comida, incluindo Piola, Sharon e os outros membros daquela banda de Sturk. Depois de tocar a manhã toda, eles estavam morrendo de fome. Um almoço gratuito seria algo definitivamente excelente.

A apresentação de Piola apreendeu a atenção de todos. A atmosfera festiva no restaurante foi até o pico.

— Almoço grátis para este jovem rapaz! — o proprietário do restaurante anunciou: — E para os seus amigos!

Lilith e Sarre foram atraídos para o restaurante também.

Colocando o garfo e faca sobre o prato depois de terminar sua refeição, Lucien sorriu para Iven, que estava cheio demais para conseguir se sentar direito em sua cadeira.

— Eu te disse. Não coma demais.

— Eu não consigo me controlar… — Iven ainda estava olhando para o resto do bife no prato e, em seguida, ele pediu o garçom para embalar para a viagem. Então, ele se virou para Lucien.

— Se você tocar alguma coisa, nós com certeza não vamos precisar pagar!

Motivado pela atmosfera amigável e calorosa, Lucien também queria arriscar. Ele queria ver se uma música de sua própria autoria, que ele não copiou de nenhuma obra, poderia receber alguma apreciação das pessoas.

Então, ele acenou para Iven e caminhou em direção ao piano.

— Outro jovem rapaz! — disse o proprietário do restaurante.

— Sr. Evans!? — Lilith não estava acreditando em seus olhos.

— Sim, é o Sr. Evans. — Sarre parecia um pouco confuso, mas também animado, — Eu pensei que ele estivesse se preparando para o seu concerto.

— Nós somos tão sortudos! — O rosto de Lilith corou. — Nós vamos ouvir o Sr. Evans tocar em um lugar assim, em um restaurante qualquer!

Piola também reconheceu Lucien, embora não soubesse a identidade dele, e ele se virou para seus amigos:

— Aquele é o cavalheiro com quem conversamos no outro dia. Eu me pergunto o quão bem ele sabe tocar.

Colocando as mãos sobre o teclado, Lucien rapidamente mandou a pequena serenata que tinha escrito anteriormente em sua mente, sem copiar ou se inspirar em quaisquer livros de música em sua biblioteca espiritual.

A apresentação de Lucien era como uma brisa fresca entrando pela janela, tocando gentilmente o coração de cada ouvinte. O restaurante movimentado lentamente se acalmou. Todo mundo parou de falar e ouviu a música com atenção.

Movendo as mãos suavemente pelo teclado, Lucien fechou os olhos e também começou a apreciar o resultado.

Em nítido contraste com a atmosfera movimentada de há pouco, a bela melodia aliviou a mente das pessoas como um riacho límpido. A melodia era muito curta.

Quando Lucien deixou o pequeno palco e voltou a Iven, todo o restaurante permaneceu silente, uma vez que os convidados ainda estavam imersos na beleza da melodia.

Lucien estava satisfeito. Ele deixou um Nar sobre a mesa, e junto com Iven saiu rapidamente do local.

Assim que Lucien saiu do restaurante, ele ouviu uma multidão de pessoas lá de dentro gritando emocionados e aplaudindo.

— Ele foi embora! — Piola pareceu desapontado, — E nós não perguntamos o nome dele! De novo!

— Eu me pergunto por que nós nunca ouvimos essa música antes. Aalto é um lugar tão incrível, cheio de surpresas musicais! — disse Sharon. Ela não sabia que quem tocou foi exatamente quem compôs a melodia.

— Sr. Evans! — Lucien ouviu alguém chamá-lo por trás.

Virando-se, ele viu que era o irmão e irmã que o visitaram no outro dia.

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: