Soberania – Capítulo 65 – 3Lobos

Soberania – Capítulo 65

Servindo de Reforços (2)

Era uma grande sala de pedra totalmente fechada. De um lado, havia uma gema vermelha. Era uma sala de treinamento muito familiar.

Heksia imediatamente passou o olhar sobre os soberanos e disse:

— O novo soberano total será escolhido. O método será simplesmente desafiar o soberano total atual, Lucan, e vencer. Seus pontos não serão descontados se você for derrotado. No entanto, em caso de vitória, você vai se tornar o soberano total e receberá 50 pontos de merecimento se permanecer no cargo contra outros desafiantes. Desafiantes interessados, deem um passo à frente.

O determinado Zenith sacou seu machado.

— Eu vou.

— OK. Começem!

Zenith avançou no mesmo instante contra Kang-jun e atacou com seu machado. Em um instante, o machado ficou três ou quatro vezes maior e explodiu ao tocar o espaço onde Kang-jun estava.

*Booom*

Eu venci! — Zenith ficou maravilhado. Esta era a sua habilidade mais forte. Se ele acertasse com o machado, o poder do golpe seria suficiente até mesmo para eliminar um ogro ou um minotauro. Da última vez, ele tinha ficado confuso e não conseguiu usar essa habilidade. No entanto, desta vez ele estava confiante de sua vitória.

Porém, ao contrário de suas expectativas, Kang-jun já tinha escapado do raio da habilidade.

*Flik*

Então, a espada do soberano total brilhou e a cabeça de Zenith foi cortada fora.

*Tuk*

O corpo de Zenith se transformou em fumaça e apareceu inteiro na frente da gema de ressurreição.

— Merda! Isso é ridículo! Não faz nenhum sentido! — Ele gritou.

Heksia revirou os olhos e olhou para os outros soberanos.

— O próximo desafiante.

Os outros permaneceram em silêncio.

— Ninguém?

Todos os soberanos evitaram o olhar de Heksia. Avia era mais competitiva que os outros, mas ela não mostrou sinais de estar interessada naquilo.

— Sério mesmo? Isso é tão chato. Não há nada a perder se você morrer, e mesmo assim não tem ninguém com coragem para desafiá-lo? — Ela zombou deles. — Então, o soberano total continua sendo Lucan.

[Você ganhou 50 pontos de merecimento da Lua Vermelha]

A mensagem apareceu para Kang-jun imediatamente.

Parece que eu ganhei sem ter que fazer nada.

Se assim fosse, a diferença aumentaria ainda mais no futuro.

Heksia se virou para Kang-jun.

— Lucan! Tome cuidado. Você ainda é um sapo dentro de um poço. Os soberanos dos outros exércitos também estão acumulando pontos de merecimento, da mesma forma que você.

Era verdade. Os concorrentes de Kang-Jun não eram os soberanos no Exército 439, mas sim os dos outros exércitos, particularmente os mais fortes dentre eles seriam seus verdadeiros concorrentes.

— Eu sei. Então, podemos ir eliminar os subordinados do Segundo Rei Demônio.

Heksia assentiu.

— Desde que o Lorde Carniçal foi derrotado da última vez, muitas nagas estiveram atacando nosso território.

Nagas eram monstros que pareciam uma pessoa comum da cintura para cima, mas da cintura para baixo o corpo era como o de uma cobra.

— Então há uma guerra contra as nagas.

— Eu ainda não vi a Rainha Naga, mas mesmo assim eu vou liderar a vanguarda hoje.

— Entendi.

— No entanto, você não vai. Hoje eu recebi um pedido de assistência de um outro exército.

— Pedido de assistência?

Heksia assentiu.

— Eu sou a comandante do exército, então não posso deixar esta área. Assim, você irá, junto com quem mais se voluntariar. — Heksia então falou aos outros soberanos, — O Exército 438 solicitou apoio. Alguém gostaria de se juntar ao soberano total e ir ajudar? Os que não forem voluntários para essa missão, virão comigo para caçar nagas.

Cinco soberanos, incluindo Avia, levantaram a mão sem hesitação.

— Eu irei ajudar.

— Vou seguir o soberano total.

Eles eram os aliados de Kang-jun. Além deles, ninguém mais decidiu ajudar, nem os que estavam aliados com Hardis, nem os restantes. Eles achavam que seria melhor caçar monstros com segurança com a comandante do que ir para algum lugar desconhecido.

Heksia assentiu.

— OK. Ao invés de mim, vocês devem seguir o comando do soberano total no campo de batalha.

— Sim.

— Entendido.

Os olhos de Hardis e Zenith se estreitaram quando viram Avia, Caper, Haniel, Brio e Rosina seguindo Kang-jun.

O que? Será que eles se juntaram a Lucan?

Eles acham que não tem problema se fizerem oposição à nós?

Avia e os outros, por outro lado, nem sequer deram bola. Eles não se aliaram com Kang-jun porque tinham medo de Hardis ou Zenith. Eles só temiam a Kang-jun.

Heksia entregou um pergaminho para o soberano total.

— Lucan, de isso para a Comandante Grania, do Exército 438.

— Sim.

— Agora entrem nesse portal. Boa sorte.

Um novo círculo mágico apareceu no chão e Kang-jun entrou nele junto com os outros. Depois de alguns momentos, eles apareceram no campo de batalha onde a Lua Vermelha estava flutuando no alto.

— Kihihihi!

— Kalkalkakal!

Um escudo estava posicionado em um raio amplo em torno da gema de ressurreição, e risos podiam ser ouvidos de todas as direções. Eles viam os monstros, com rostos pálidos e dentes pontiagudos salientes. Eles eram vampiros.

— Matem esses vampiros malditos!

— Kyaaak!

— Kalkalkakal!

— Eu quero saaaaaangue!

— Aaaah! A-ajuda… aaaack!

Um grupo de pessoas estava lutando contra os vampiros. Claro, eles eram os soberanos do Exército 438. Alguns deles foram capazes de se livrar de alguns vampiros, mas um número maior estava perecendo diante dos monstros.

No entanto, sua batalha não era nada quando comparada com a outra que estava ocorrendo mais ao longe. Uma mulher com asas azuis e um homem com enormes asas de morcego estavam engrenhados em uma batalha feroz.

*Hwaruru! Kuaang!*

*Pajik! Jijijik!*

Chamas que pareciam lava eram criadas do nada. Nuvens carregadas tomavam o céu e relâmpagos castigavam os arredores. Era uma visão espetacular.

Diferentemente da batalha de Heksia contra o Lorde Carniçal, que lutaram no âmbito físico, a magia era predominante nesta batalha.

Avia endureceu quando os viu. Naquele momento:

— Aaaaack!

Houve um grito horripilante e a mulher com asas azuis caiu no chão.

— Kuhahahahaha!

O homem das asas de morcego riu debochadamente dos céus.

*Sususu*

Ao mesmo tempo, a mulher com asas azuis apareceu na frente de Kang-jun. Era ela quem tinha acabado de morrer na batalha. Ela cambaleou um pouco e soltou um gemido de desgosto.

— Merda! Eu já perdi a conta de quantas vezes eu morri. Se não fosse pela joia das trevas…

De repente, ela se virou e olhou para Kang-jun, e em seguida disse de forma prática:

— Eu sou a comandante Grania, do Exército 438. Quem são vocês?

Comandante Grania? Ela era um comandante e tinha acabado de morrer. Aquele campo de batalha devia ser terrível para até a comandante ter morrido mais de uma vez. Kang-jun lhe entregou o pergaminho de imediato.

— Eu sou Lucan, o soberano total do Exército 439. A comandante Heksia ordenou que eu visse lhe ajudar.

Grania desenrolou o pergaminho e leu o conteúdo.

— Ah! Você é o Lucan? O soberano que fez uma contribuição decisiva contra o Lorde Carniçal?

— Você me conhece?

— Heksia elogiou tanto que eu fiquei com tumor na orelha de tanto ouvir.

— Eu apenas dei sorte.

— Eu não me importo se foi apenas sorte. Como você pode ver, eu estou atualmente em uma situação desesperadora. Não há nenhum soberano competente neste exército, então ninguém conseguiu fazer o que deveria. Todos eles morreram assim que entraram na mansão.

Grania levantou a mão e apontou para um lugar ao longe. Havia uma mansão grande no topo de uma colina.

— A joia das trevas está naquela mansão. Seja com sorte ou habilidade, por favor, destrua ela o mais rápido possível.

— Nós vamos receber alguma recompensa por destruir a joia das trevas?

— Claro. Se algum de vocês completar a missão, receberá 100 pontos de merecimento, e os outros receberão 50 pontos. Além disso, aquele com a maior contribuição receberá compensação extra. Que tal? Você consegue?

— Deixa comigo.

O poder de ataque dos vampiros parecia ser superior ao dos carniçais, então era uma missão difícil.

— Já que é assim eu vou continuar batalhando com o Lorde Vampiro.

Grania voou de volta para a frente do Lorde Vampiro.

*Kwarururung! Flash! Pajijijik!*

A batalha mágica começou mais uma vez. Kang-jun olhou para Avia e disse:

— Vou correr para a mansão. Sigam atrás de mim e cuidem dos inimigos nas laterais.

— Sim.

— Entendido.

Avia e os outros estavam nervosos. Mesmo que Kang-jun abrisse uma trilha, não seria fácil se mover pela área infestada de vampiros. Além disso, não se resumia a simplesmente chegar à mansão. Eles não sabiam o que poderia haver dentro dela. Seria difícil encontrar e destruir a joia das trevas. Kang-jun levantou a Espada do Guerreiro e disse:

— Se morrerem, esperem aqui na frente da gema de ressurreição. Ir sozinho também pode levar a morte. Além disso, aqueles que não tiverem confiança no seu potencial devem apenas ficar aqui. Vocês ainda receberão uma recompensa de qualquer maneira.

Avia e os outros negaram com a cabeça.

— Eu não posso fazer isso.

— Mesmo que eu acabe morrendo, eu quero tentar pelo menos uma vez.

— Nós não podemos receber uma recompensa sem ao menos tentar.

Kang-jun apenas sorriu.

— Então, vamos.

— Sim, soberano total.

Avia e os outros seguraram suas armas com ainda mais força. Kang-jun correu para fora do escudo.

*Chwack!*

— Kyaaak!

Um vampiro que estava socando o escudo caiu com um ferimento em seu peito.

*Sukeok!*

Outro vampiro recebeu um corte no pescoço e morreu. Avia viu aquilo e exclamou com urgência.

— Não há tempo a perder. Sigam ele de perto!

— Sim.

Avia e os outros seguiram Kang-jun. O soberano total reduziu um pouco sua velocidade para que eles pudessem acompanhar. No entanto, os vampiros eram inteligentes e rápidos. Eles se aproximaram como sombras e atacavam sorrateiramente.

— Kihihihi!

— Aack!

Eventualmente, Haniel foi mordida por um vampiro e morreu.

Droga!

Infelizmente, Kang-jun não pôde fazer nada a respeito, já que ele estava correndo à frente. Claro, ele podia se mover mais lentamente e proteger a todos, mas a situação não permitia.

Como Grania disse, eles estavam ficando sem tempo. Se algum soberano não pudesse sair, era melhor esperar na gema de ressurreição.

— Aaaagh!

— Kyaaack!

Caper e Rosina foram os próximos a perecer sob os dentes dos vampiros. Kang-jun ignorou os gritos atrás dele e correu para a frente. Mesmo que eles estivessem em uma aliança, ele não podia protegê-los como se fossem crianças. Eles precisavam se defender com suas próprias habilidades.

— Aaaah! Esses caras, qual é! Grrrr!

No final, até mesmo Brio foi assassinado pelos vampiros. Naquele momento, Kang-jun chegou à mansão. Avia matou os vampiros ao lado e se aproximou também. Ela olhou para Kang-jun.

— Nós finalmente chegamos na mansão.

— Haverá muitos inimigos lá dentro, por isso tome cuidado.

— Não se preocupe. Eu sei me proteger.

Avia sorriu com confiança quando ela ergueu a lança azul. Kang-jun assentiu e entrou pela porta da frente da mansão.

*Beeeeemg*

A porta estava quebrada, e um jardim com muitas flores pretas ocupava todo o local.

— Intrusos!

— Matem eles!

Havia magos vampiros vestindo vestes vermelhas. Chamas de um vermelho bem escuro surgiram das mãos deles.

*Fooooooosh*

Não haveria como desviar diante daquela quantidade de magias.

Merda! Foi por isso que os soberanos morreram. — Kang-jun simplesmente avançou através das chamas. Era algo que ele não teria sido capaz de fazer sem sua armadura de classificação lendária.

*Vuoosh*

Felizmente, as chamas que circundaram seu corpo desapareceram sem deixar grandes estragos. Apenas uma pequena quantidade de seus pontos de vida foi reduzida.

— Oh-ou!

— Cuidado!

Os vampiros confusos tentaram fugir, mas a espada de Kang-jun foi mais rápida. Avia também correu rapidamente e empunhou sua lança.

*Supapak*

— Aaack!

— Cof!

Os magos vampiros foram impiedosamente eliminados. Kang-jun se moveu adiante.

Lá.

Uma joia preta emitia um brilho macabro dentro do jardim! Era a joia das trevas. Surpreendentemente, um homem com asas de morcego estava protegendo ela. Seus olhos brilhavam com uma tonalidade vermelho-sangue.

— Huhuhuhu, você deve ter habilidades incríveis para conseguir chegar até aqui.

A expressão e os olhos vermelhos dele emanavam insanidade. Uma aura diabólica vinha dele.

O que? Tem dois Lordes?

Grania e o Lorde Vampiro ainda estavam lutando ferozmente no ar, mas aparentemente havia um outro Lorde Vampiro ali.

— Lucan. Ele é um clone do Lorde Vampiro. — Era a voz de Grania falando direto na mente dele. — Seu clone não pode usar muita magia, mas ele ainda é um adversário difícil de lidar. Você tem que destruir a joia de alguma forma.

— Kuhuhuhu! Então, vamos transformar este local em um festival de sangue? — Naquele momento, o homem riu e desapareceu.

— Ahhhhg!

Houve um grito atrás de Kang-jun. Ele se virou e viu o vampiro morder o pescoço da Avia, impotente diante do poder do monstro.

— Ah…

Avia empalidecia enquanto seu sangue era sugado, e logo seu corpo se transformou em fumaça.

— Kikikik! Delicioso. Muito fresco.

O vampiro lambeu os beiços e olhou para Kang-jun, claramente ainda com fome.

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: