Soberania – Capítulo 64 – 3Lobos

Soberania – Capítulo 64

Servindo de Reforços (1)

— Não fomos formalmente apresentados. Eu sou Jane Seon.

Ela estava vestida com um terno, em comparação com as roupas casuais que ela usava durante o dia. Se ela parecia uma atleta atraente durante o dia, agora ela estava mais para uma mulher de carreira competente.

Mas como é que ela encontrou a casa dele? Não era apenas Jane, mas os convidados lá dentro também. Claro, as informações sobre os soberanos eram passíveis de ser encontradas, se soubessem como procurar. Ainda assim, foi surpreendente que ela o achou tão rapidamente.

— Não vai me convidar para entrar?

— Entre.

— Obrigada.

Jane Seon sorriu. Por outro lado, as pessoas sentadas no sofá da sala também se levantaram e cumprimentaram Kang-jun. Um homem de mais ou menos 30 anos foi o primeiro a falar:

— Eu sinto muito por ter aparecido aqui de forma tão intrometida. Eu sou Kim Dong. Dirijo uma pequena empresa em Seocho-dong.

O próximo homem, na casa dos 40 anos, disse:

— Saudações. Meu nome é Jung Sung. Eu possuo um edifício em Daechi-dong.

Desta vez, uma mulher elegante na faixa dos 40 se desculpou também:

— Por favor, perdoe a minha intromissão. Eu sou Janaína Yook. Eu possuo um restaurante em Cheongdam-dong.

Só restou uma mulher de 20 e poucos anos.

— Sinto muito por ter vindo tão tarde. Meu nome é Choi Hyun. Sou acadêmica de psicologia da Universidade S e tenho um edifício em Nonhyun-dong.

Eles se apresentaram sem Kang-jun nem mesmo pedir. Todos tinham uma atitude muito educada.

— Eu sou Lee Kang-jun. Por favor, sentem-se. Qual é o seu propósito para me visitar esta noite?

Então, Jane Seon disse:

— Tenho certeza de que eles vieram pelo mesmo motivo que eu.

— O mesmo motivo?

— É, eu conheço muito bem a identidade de Jung Sung, sentado ali. Ele é o dono do Edifício Daedo em Daechi-dong, de 60 bilhões. Ainda assim é surpreendente que ele é um soberano.

Jung Sung olhou para Jane Seon com um pouco de nervosismo.

— E eu sei que Jane Seon é a proprietária do Edifício Ohyun em Daechi-dong. A única filha do maior magnata de Gangnam, Oh Jaesa. Você também é uma soberana. Eu só não sei qual.

O grande magnata Oh Jaesa, de Gangnam? Aquele que diziam ter bilhões de dólares em imóveis? Então, quantos edifícios ela teria? Ele era tão famoso que até mesmo Kang-jun tinha ouvido falar dele. No entanto, Jane Seon era filha dele!

Assim como era a rivalidade entre Kang-jun e Yoo Seung-hwan, Jane Seon e Jung Sung pareciam ser concorrentes próximos. Jane Seon concordou e disse:

— Eu sou a Soberana Avia.

Os olhos de Jung Sung se arregalaram de surpresa. Ele não esperava que Jane Seon fosse a Soberana Avia, que era um dos membros do Exército 439.

— Eu sou Caper — disse o bilionário Jung Sung.

— Rosina — Janaína Yook, a dona do restaurante, anunciou.

— Eu sou Brio — era o empresário Kim Dong.

— Haniel — Choi Hyun foi a última novamente.

Avia cumprimentou a todos:

— Prazer em conhecê-los. De qualquer forma, o objetivo de sua visita é para formar uma aliança com Lucan.

— É isso mesmo.

Caper coçou a cabeça e olhou para Kang-jun. A expressão de Kang-jun estava serena. Não era uma notícia inesperada. Depois de saber que eles eram soberanos, Kang-jun já presumiu o motivo de sua visita. Naquele instante, Brio olhou para Kang-jun e disse:

— Vou falar sem rodeios. Lucan, queremos uma aliança com você. Vamos coexistir e não mostrar hostilidade para com o outro.

— Você acha que uma aliança será algo possível?

— Antes da Lua Vermelha aparecer, uma aliança entre soberanos era realmente algo sem sentido. Isso porque nós nunca sabíamos quando seríamos apunhalados pelas costas. Porém, agora é diferente. Mais cedo ou mais tarde, todo mundo vai estar em campo aberto. Nós não seremos mais capazes de se esconder.

— Mas isso não muda nada. Não podemos confiar uns nos outros, mesmo que estejamos com as cartas na mesa.

— Claro. Honestamente, é demais esperar por uma relação de confiança. Se for possível, eu gostaria de manter um relacionamento de benefícios mútuos.

— Benefícios mútuos?

Kang-jun perguntou e desta vez foi Haniel que respondeu:

— Lucan, não importa o quão forte você seja, a Terra tem muitos soberanos. Muitos deles estão começando a se unir. Isto é devido a Lua Vermelha. A era de agir sozinho se foi.

— Como você sabe disso?

— Soberanos são seres humanos, e a psicologia humana é semelhante não importa o local. O comportamento dos 40 soberanos em nosso exército pode ser visto como uma representação em miniatura de todos os soberanos da Terra.

Rosina confirmou aquela teoria:

— Hardis já criou uma aliança hostil contra Lucan.

Os olhos de Caper brilhavam quando ele falou:

— Sozinhos eles são fracos, mas se tornam mais fortes quando unidos. Os seres humanos formavam grupos para lidar com animais selvagens. Não importa o quão forte você seja, há limites para sobreviver por conta própria.

Brio disse com um olhar intenso:

— No Romance dos Três Reinos, um feudo não conseguiria lidar com um exército de um milhão de soldados sozinho. Podemos dar-lhe força. A força para ir contra um milhão de soldados.

— Exatamente o que?

Rosina respondeu com um sorriso estranho:

— Não é apenas uma questão de recursos. Conhecimento é poder.

— Conhecimento?

— Eu sei que, recentemente, Lucan se encontrou com Hardis. Além disso, doze soberanos, incluindo Hardis e Zenith, se reuniram hoje para formar uma aliança contra você. O ponto de encontro foi o Restaurante Incenso de Jade, em Cheondam-dong.

Kang-jun ficou surpreso. Como ela sabia que ele se reuniu com Hardis, bem como sobre os outros soberanos?

— Você está querendo saber como eu sei? Na verdade, eu sou a dona daquele restaurante.

A proprietária de requintado Restaurante Incenso de Jade era Rosina? Se assim fosse, fazia todo sentido. Enquanto se reuniam para tramar contra Lucan, eles permitiram que outros obtivessem uma vantagem sobre eles. Hardis e os outros não estariam sabendo que sua reunião secreta havia sido descoberta.

Kang-jun concordou:

— Eu meio que compreendo. Aliás, estou curioso para saber por que vocês me escolheram. Por que não ir para o lado de Hardis?

Neste momento, Avia respondeu:

— Enquanto você estava lidando com o Lorde Carniçal, os outros soberanos estavam esperando na frente da gema de ressurreição. Naquele tempo, Hardis me ofereceu uma aliança. Ele também me informou que você é o proprietário do Edifício Yugang. Aconteceu provavelmente o mesmo com os outros soberanos.

Então tal complô tinha acontecido. Na verdade, ele já esperava que Hardis fizesse algo assim. O maldito estava ciente de que não poderia vencer sozinho, e então propôs aos outros uma aliança.

— Por que você rejeitou ele e veio me ver?

— Há pessoas que se dão bem, e outras cujo santo não bate. Hardis é alguém que não combina comigo. Honestamente, posso dizer que eu odeio Hardis mais do que odeio você. — Ela parou um pouco, mas continuou, —  Eu odeio que você seja tão forte. É inveja. Mas eu tenho nojo de Hardis.

Brio também concordou:

— Eu me sinto da mesma forma. Eu odeio pessoas como Hardis.

Kang-jun perguntou a Avia:

— Mas você não estava meio hostil quando eu te encontrei no início do dia?

— Para ser honesta, eu estava preocupada naquele momento. Eu não queria fazer uma aliança que não fosse centrada em mim. No entanto, eu mudei de ideia depois de ver você no campo de batalha.

Kang-jun assentiu. Ele mais ou menos entendia por que eles vieram encontrá-lo. Eles não queriam ter ele como inimigo. Além disso, eles queriam estabelecer uma aliança de coexistência.

A noite foi se aprofundando. Agora ele tinha que chegar a uma conclusão. Era verdade que ele precisava de aliados. Era na verdade apropriado se preparar para quando as pessoas começassem a ataca-lo de todas as direções. No entanto, ele não podia confiar neles.

Eles não teriam estendido a mão para Kang-jun se ele não fosse forte. Na realidade, nenhum deles tinha uma origem miserável como a de Kang-jun. Entre eles, Avia era uma das maiores magnatas que Kang-jun já tinha ouvido falar.

Porém, até mesmo ela se curvou diante do poder de Kang-jun. Ela não queria ser inimiga dele. Queria fazer uma aliança! Ao analisar a situação, definitivamente haveriam benefícios.

Kang-jun ficou em silêncio por um tempo antes de dizer:

— Está bem então. Daqui para frente, seremos aliados. Não será uma aliança completa, mas não vamos se tratar com hostilidade. Eu vou ajudar vocês no futuro.

Ele tinha que ajudá-los se quisesse que aquilo evoluísse para uma aliança valiosa. Rosina ficou satisfeita só de ouvir que Kang-jun não se tornaria hostil em relação a eles.

— É uma decisão sábia.

— Muito obrigado, hahaha. Vamos sobreviver juntos até o fim.

Eles pareciam confiantes de que haveria uma aliança completa com Kang-jun no futuro. Avia sorriu.

— Graças a isso, agora posso dormir mais tranquila. Recentemente, eu não tenho conseguido dormir pois fico lembrando de você me matando.

Brio também concordou.

— É verdade. Eu realmente não quero ser seu inimigo.

Os outros pareciam todos iguais. Kang-jun assentiu.

— Se vocês não forem hostis contra mim, eu não vou atacar vocês. Então, se estamos acertados, podemos encerrar por hoje.

Rosina tinha mais um detalhe:

— Eu tenho outra coisa a dizer. Hardis e seu grupo fizeram um plano hoje para isolar Lucan. Por exemplo, eles estão comprando os edifícios próximos ao Yugang.

Era um método simples, mas poderoso. Uma vez que a Lua Vermelha desaparecesse, uma ofensiva considerável poderia ser montada a partir dos edifícios circundantes. Rosina continuou falando:

— Se eles lançarem uma ofensiva maciça, nós precisamos estar preparados. Eu posso comprar um ou dois dos edifícios menores.

— Então eu vou fazer o mesmo.

— Eu também.

— Haha, se é essa a direção que vocês decidiram, então eu também vou participar.

Todo mundo estava ardendo de vontade de confrontar o inimigo. Em todo caso, eles tinham bastante dinheiro. Kang-jun apenas sorriu.

— Deixo isso com vocês, então. Porém, toda ajuda que eu receber, eu vou retribuir. — Então, ele disse, — Está tarde. Se vocês quiserem dormir aqui, fico feliz em oferecer um quarto.

Havia quartos suficientes para cinco pessoas. No entanto, ele realmente não achou que eles iriam dormir ali. Como esperado, todos se levantaram.

— Eu tenho muitas coisas para fazer, Lucan.

— Nos vemos em Hwanmong, Lucan.

Após passarem seus detalhes para contato, eles saíram. Kang-jun foi dormir logo depois.

No dia seguinte, Kang-jun acompanhou os relatórios em tempo real e caçou espíritos malignos. Ele os perseguiu durante todo o dia e foi capaz de se livrar de dezenas deles. Graças a isso, ele aumentou seu nível, chegando ao 27.

Claro, os outros soberanos também estavam se esforçando naquela tarefa e, portanto, os espíritos malignos foram eliminados em uma taxa rápida.

Como resultado, vários canais de notícias trouxeram reportagens sobre os misteriosos exorcistas, e as pessoas estavam preferindo que os exorcistas chegassem, ao invés da polícia. Graças a isso, Kang-jun não estava sozinho como centro das atenções.

No entanto, ele sabia que uma das histórias mais discutidas nos noticiários era sobre o exorcista de cabelos prateados. Havia fotos de Kang-jun dirigindo o Venta classe S, e assim sua popularidade cresceu, tornando-o uma celebridade.

De qualquer forma, aquele era o dia para ir para Hwanmong.

Kang-jun adormeceu ouvindo a canção de ninar de Hayun.

[A porta para Hwanmong se abriu]

[Você entrou no mundo de Hwanmong]

Desta vez, ele recebeu um pergaminho com a ordem da comandante imediatamente. Kang-jun chegou ao quartel do exército através de um portal.

Hoje é no QG, em vez do campo de batalha.

Quando ele entrou, a Comandante Heksia estava sentada imponente no trono, e alguns soberanos já estavam esperando.

— Bem-vindo, Lucan. Aguarde até que os outros cheguem.

— Sim.

Kang-jun respondeu a Heksia e foi para seu local designado. Depois de um tempo, todos os soberanos apareceram. Heksia se levantou e declarou:

— Todos nós iremos para a sala de treinamento. Como eu disse da última vez, eu vou lhes dar uma nova chance de provar o quão forte são.

Após seu discurso acabar, o ambiente mudou.

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: