Soberania – Capítulo 5 – 3Lobos

Soberania – Capítulo 5

Arena de punição! (2)

Esta era uma zona sem lei onde as regras não existiam! Havia apenas o sofrimento alheio. Cho Sang-jin se encolheu e deu um passo para trás.

— Ahhhh! Espera um minuto! Va-vamos conversar…

Besteira! O que seria melhor que um belo dum soco? Kang-jun agarrou o braço de Cho Sang-jin e dobrou um dos dedos dele para trás.

*Clak*

O dedo de Cho Sang-jin havia quebrado.

— Haaaaaaaaaaaaa!

Técnicas brutais, que não tinham como ter sido testadas na prática durante os treinos. Kang-jun nunca tinha usado técnicas tão terríveis como essa, até agora. Ele continuou a dobrar os outros dedos de Cho Sang-jin.

*Clak* *Clrak* *Clak*

— Haaaaaaaaaaaa!! Ruuuaaaaaaaaaah! Socoooorroooooo!

Claro que ele ouviu os gritos desesperados, mas Kang-jun não parou. Ele começou a socar Cho Sang-jin furiosamente.

*Pah Pah Pah Pah*

Ele não vinha se exercitando havia muito tempo, mas mesmo assim era suficiente para destruir o rosto de Cho Sang-jin. Seria cruel demais? Naturalmente, era para ser cruel mesmo.

Mas qual seria o problema? Isso não estava realmente acontecendo. Ele só tinha a intenção de causar medo. Ele tinha que aterrorizar Cho Sang-jin. Se ele estivesse com medo, não iria mais incomodar Kang-jun. — Em todo caso, já está bom.

Ele achava que arruinar o rosto e o espírito de Cho Sang-jin teria sido castigo suficiente. Mas a informação que apareceu em seu campo de visão era diferente da esperada.

[O alvo não recebeu punição suficiente]

[O tempo restante é de 10 segundos]

Oi? — Cho Sang-jin estava à beira da morte. No entanto, ainda não era punição suficiente? — Têm que ser mais? Não me diga que querem que eu mate ele? — Mesmo que ele fosse da pior estirpe, seria justo matar? Mas ele não podia hesitar. Se Cho Sang-jin não recebesse punição suficiente, então Kang-jun seria amaldiçoado.

Eu não estaria matando alguém de verdade. — Kang-jun cerrou os dentes e olhou para Cho Sang-jin. O corpo do coitado tremia de dor. Ele conseguia ver a intenção assassina nos olhos de Kang-jun.

— Uhhh! Me a-ajuda!

Mas Kang-jun apenas deu um soco com toda a sua força na cabeça de Cho Sang-jun.

*Pahh*

Até agora, ele vinha batendo de forma desleixada. Mas esse último agora tinha força. Seu punho voou como um relâmpago. E assim acabou. O corpo de Cho Sang-jin caiu. — Ufa. — Kang-jun suspirou.

Era um ato terrível, que ele não teria cometido na realidade. Matar alguém. — Que merda! Ainda bem que é uma dimensão virtual. — Uma punição que exigia matar o alvo! Foi um castigo realmente terrível.

[Você puniu satisfatoriamente Cho Sang-jin]

[O campo desaparecerá em breve]

*Susususu*

O arredores começaram a se distorcer.

[Você ganhou a batalha. Entretanto, a batalha ocorreu na Arena de Punição, e portanto você não receberá nenhuma experiência]

[Se você quiser obter experiência e se tornar mais forte, abra a porta para Hwanmong]

A porta de Hwanmong? Experiência? Ficar mais forte? — A mensagem na frente de Kang-jun desapareceu novamente. Kang-jun logo compreendeu o que ela significava. — Então isso significa que eu posso subir de nível?

Isso significava que ganhando experiência ele conseguiria subir de nível. Era absurdo, mas Kang-jun já tinha certeza que a magia negra era como um jogo. — Upar! — Se for assim, isso seria prioridade. Ele poderia subir de nível como num jogo!

*Shuiip*

Enquanto isso, a dimensão desapareceu e o mundo real retornou. A vida noturna colorida da cidade. E duas pessoas de pé ao lado da rua. Eram Kang-jun e Cho Sang-jin. O pálido e horrorizado Cho Sang-jin estava olhando como se estivesse vendo um fantasma.

— Mi…misericórdia, meu senhor…

Mas Kang-jun apenas olhou friamente para Cho Sang-jin. Depois da punição tinha que ter um fechamento digno, claro. Ele colocou a mão no ombro de Cho Sang-jin e disse.

— Não fale mais nenhuma asneira para mim. Se você falar mais uma merda que seja, você vai morrer de verdade.

— Sim! Sim.

Cho Sang-jin começou a se curvar desesperadamente. Lágrimas e um nariz escorrendo! Ele parecia pirado. — A dimensão da punição não é nada mal. — Ele daria conta de qualquer um no futuro usando a dimensão. Mesmo que fosse cruel, Kang-jun poderia fazer coisas terríveis no espaço virtual que elas não se materializariam na realidade. No entanto, causaria horror e medo na vítima. Pessoas dessa laia mereciam uma punição bem dada.

Enfim, agora a coisa mais importante era abrir a porta para Hwanmong! Seria necessário obter 100 pontos para abrir a porta. Sua capacidade atual estava em 9/100. Ele precisava juntar mais 91 pontos. Geralmente ele conseguia de 3 a 4 pontos por utilização, então ele precisaria absorver a energia de pelo menos 30 pessoas. No entanto, a magia negra não podia ser usada em qualquer um. Kang-jun não iria absorver de pessoas boas, sem quaisquer pecados graves.

Há uma quantidade gigantesca de maloqueiros de quem eu posso coletar energia. — Kang-jun fez um juramento sobre como ele usaria magia negra. Se possível, iria apenas absorver a energia dos maus! Naturalmente, os critérios para ações ruins poderiam ser injustos, considerando que seriam baseados no julgamento subjetivo de Kang-jun. — Eu deveria pensar três vezes antes de usar magia negra. — Ele estava ocupado pensando enquanto caminhava.

— Ahhhhhh! Por que você está fazendo isso?

— He he he! Qual o problema benzinho?

— Docinho, só venha beber um pouco com a gente!

Uns jovens bêbados na faixa dos 20 estavam fazendo alvoroço mexendo com todas as mulheres que passavam na rua.

— Desculpa, estou ocupada.

— Oche! Por que você está ocupada?

As mulheres não queriam nada com os bêbados imprudentes. Na verdade, esta era uma cena comum nas ruas à noite. No passado, ele simplesmente ignorava. A situação ficaria pior se ele chamasse a polícia, e então ele simplesmente saía de perto. Se ele tentasse ajudar só ia se lascar.

Mas as coisas eram diferentes agora.

Kang-jun mancou bem devagar na direção dos homens bêbados. Nesse interim, os bêbados estavam persistentemente assediando uma mulher baixinha.

— Vamos juntos.

— Me solta!

Sob a influência do álcool, eles achavam que todas as garotas bonitas estariam interessadas neles, mas isso não tinha como estar mais errado. Bom, ele disse que pensaria sempre três vezes. Então ele daria a eles uma última chance. Mas a conclusão era óbvia. Kang-jun olhou-os com os olhos de um predador que encontrou sua presa.

— Parem com isso e vão para casa. A mulher disse não.

Então os homens olharam para Kang-jun e começaram a retrucar.

— Oi?

— O que você disse?

— Mas que diabo estão fazendo? É melhor vocês pararem de beber e irem para casa. Fica bem feio ficar incomodando uma mulher desse jeito.

— O que? Esse louco retardado! Não sabe o caminho de casa?

— O que que isso tem a ver com você? Manco de merda!

— Tá tentando se meter com essa perna ridícula? Quer morrer?

Eles reagiram exatamente como ele esperava. Eles já tinham pegado pesado com assédio sexual, pra começo de conversa. — Não deviam deixar esses caras beberem. Vou fazê-los vomitar as bebidas! — Uma luz misteriosa brilhou nos olhos de Kang-jun.

E o homem que Kang-jun encarou de repente caiu e começou a vomitar.

— Oohoi?! Por que tá tudo girando?

*Blerg!*

— Hnnnnn! *Blerg!*

— Ahhhh! A-a-ajuda! Eu tô morrendo…

Brancos feito fantasmas e batendo papo com o chão da rua, os homens não podiam mais passar por durões.

[Mana 12/100]

[Mana 15/100]

As adoráveis palavras surgiram na frente de Kang-jun e confirmaram que sua mana estava enchendo.

[Mana 18/100]

 

[Completar a mana abrirá a porta para Hwanmong.]

Estas palavras só podiam ser vistas por Kang-jun.

Se uma outra pessoa conseguisse ver as palavras que surgiram do nada, ficariam certamente aterrorizadas.

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: