Soberania – Capítulo 125 – 3Lobos

Soberania – Capítulo 125

Navio Rotas (2)

Era uma mulher com a pele bem clara e um cabelo dourado brilhante, com aproximadamente dois metros de altura. Seus olhos brilhavam como diamantes e uma capa azul com um brilho misterioso estava presa em seus ombros.

— Esta é a base do Dragão Superior Shakan. Não é lugar para um pirata. Se você chegou aqui por engano, saia imediatamente.

Sua advertência foi dada de forma calma, porém digna. Estava implícito que, se eles fossem embora, ela não iria atacar. Depois de ver a aparência diabólica do Navio Rotas, ela entendeu errado e pensou que Lucan era um pirata.

— Eu não sou um pirata. Eu sou o Soberano Lucan, da Hwanmong da Terra. Estou aqui para levar o meu pessoal até a base do Dragão Superior Shakan.

A voz de Lucan ecoou claramente por toda aquela grande área. Então, a mulher no céu respondeu com um tom de surpresa:

— Você é um soberano da Hwanmong da Terra?

— Isso mesmo.

Lucan assentiu e uma luz esbranquiçada apareceu nos olhos da mulher. A Luz da Verdade. Ela usou aquele poder para descobrir se as palavras de Lucan eram verdadeiras.

É mesmo como ele disse. É surpreendente que haja uma pessoa tão forte entre os soberanos.

Na verdade, ela estava um pouco tensa. O tamanho enorme daquele navio de guerra e o poder de combate que ela sentiu vindo dos recém-chegados criavam dúvidas sobre sua eventual vitória se uma batalha começasse. Numa situação em que eles estavam em guerra contra as tropas do Rei Demônio Keljark, seria complicado enfrentar um pirata com um poder de combate tão forte. Então, ela tentou afastá-los sem criar um conflito.

Porém, ele não era um pirata. Além disso, ele tinha vindo para se juntar ao acampamento de Shakan, então ela iria obviamente recebê-lo. De repente, ela se lembrou de alguém que se juntou recentemente ao acampamento de Shakan.

O nome dele era Rainkar? Ouvi dizer que ele também veio da Hwanmong da Terra.

Depois de cuidar de um dos Reis Demônios que agiam como piratas, Rainkar se juntou ao acampamento de Shakan. Ela ouviu rumores de que suas habilidades eram extraordinárias, próximas às de um comandante das bases de Shakan.

De qualquer forma, o fato de que dois seres poderosos tinham saído de um mundo pequeno como aquele significava que o poder da Hwanmong da Terra era excepcional.

Ela sorriu para Lucan.

— Soberano Lucan! A Luz da Verdade prova que suas palavras são verdadeiras. Eu sou Radius, a comandante da 39ª Base de Shakan. Eu sinceramente lhe dou as boas-vindas.

Radius imediatamente deixou Rotas prosseguir. Claro, não havia um porto para atracar os barcos, como em mares normais. A base de Shakan ficava localizada em um mundo sub-dimensional, o que significava que eles poderiam entrar pelo mar dimensional em torno dele.

[Você vai entrar no Continente Drobi em breve]

[A elfa desperta, Radius, é a protetora do Continente Drobi]

[Você recebeu a permissão da protetora para entrar]

Radius é uma elfa despertada!

Depois de se mover por um tempo pelo mar dimensional, Rotas chegou ao Continente Drobi. Lucan falou a todos os seus subordinados:

— Esperem aqui enquanto eu estiver na base de Shakan.

— Sim, senhor.

Até ele voltar, os lordes demônios iriam descansar no cantinho do prazer.

Lucan saltou do barco, descendo pelo mar dimensional. O mar de nuvens desapareceu sem deixar rastro e um continente enorme apareceu sob um céu azul. Era uma área centenas de vezes maior do que o pequeno mundo em formato de ilha que Lucan tinha descoberto. Contudo, não havia muitas terras férteis e havia áreas desertificadas em todos os lugares.

A base de Shakan foi construída em uma das áreas férteis, repleta de belos lagos e florestas. Havia um círculo defensivo com um raio de vários quilômetros, com uma série de fortes em sua extensão, enquanto o interior continha uma enorme quantidade de arranha-céus, parecendo uma grande cidade.

A sede da base estava localizada no edifício central, que era várias vezes mais alto do que os edifícios circundantes.

Lucan sentou-se com Radius na sala de conferências no piso superior. Dezenas de pessoas impressionantes estavam atrás de Radius, observando Lucan com olhares inquisidores. Eles eram os comandantes do exército da 39ª Base de Shakan. A coisa incomum era que todos tinham boa aparência, independentemente de serem homens ou mulheres. Era porque eles eram elfos!

Radius sorriu gentilmente para Lucan e disse:

— Os elfos do Continente Drobi se juntaram às forças de Shakan há muito tempo para lutar contra Keljark. Todos daqui são bravos guerreiros.

Os valentes elfos não tinham medo da guerra e se reuniram no Continente Drobi.

— As guerras grandes e pequenas deixaram parte do solo estéril, mas o Continente Drobi costumava ser um lugar muito bonito. Agora, apenas esta cidade mantém a sua antiga beleza.

Enquanto explicava sobre o Continente Drobi, ela perguntou de repente:

— Soberano Lucan, posso perguntar por que você veio para a base de Shakan?

Lucan respondeu honestamente:

— A Hwanmong da Terra esteve em uma longa guerra contra Colladikus. Recentemente, ele recuou, mas ele poderia atacar novamente, então eu vim atrás dele para matá-lo. No entanto, eu descobri que ele faz parte das forças do Rei Demônio Keljark, então eu decidi me juntar ao seu lado.

Então, Radius exclamou:

— Colladikus é forte o suficiente para chamar a si mesmo de Rei Demônio, por isso, é surpreendente que você tenha o derrotado na Hwanmong da Terra.

— Foi apenas sorte.

Lucan sorriu. Radius estendeu a mão e disse:

— Eu lhe dou as mais sinceras boas-vindas para se juntar a nós, Soberano Lucan. No futuro, a Hwanmong da Terra estará segura sob a proteção de Shakan.

Todos os outros comandantes sorriram de admiração.

— Você realmente teve uma boa ideia, Soberano Lucan.

— Hahaha! Se você é inimigo de Colladikus, então nós somos amigos. Bem-vindo ao acampamento de Shakan.

— Bem-vindo!

— Lucan! É muito bom poder contar com sua força.

Os comandantes elfos aplaudiram e saudaram Lucan ao mesmo tempo. Lucan não escolheu Shakan por uma razão particularmente boa. Havia apenas um motivo: Shakan era inimigo de Colladikus. Entretanto, a Hwanmong da Terra agora estava sendo protegida por um ser transcendente.

Em outras palavras, se Colladikus atacasse a Hwanmong da Terra, as forças de Shakan instantaneamente viriam ajudar. Havia pontos bons e maus em se juntar às forças de Shakan. O ponto positivo era a proteção do dragão. A parte ruim era que agora eles eram inimigos do Rei Demônio Keljark.

Assim, havia uma possibilidade de que Keljark enviasse um grande exército para atacar a Hwanmong da Terra. Claro, as forças de Shakan estariam lá, mas haveria uma possibilidade de que a Hwanmong da Terra fosse afetada naquele fogo cruzado.

Para evitar tal situação, ele tinha de se tornar um transcendente o mais rapidamente possível. Se Lucan se tornasse um transcendente, ninguém se atreveria a ir para a Hwanmong da Terra. Quando esse momento chegasse, Lucan já não teria de permanecer aliado a Shakan.

— Lucan, se você não se importar, haverá um banquete para lhe dar as boas-vindas.

— Isso seria bom.

Não havia nenhuma razão para Lucan recusar um banquete realizado pelos elfos.

[Em breve, a porta para Hwanmong se fechará]

[Se você permanecer aqui, a porta será alterada da Ilha Freya para o Continente Drobi]

Antes que ele se desse conta, era hora de voltar à realidade. Lucan olhou para Radius e disse:

— Porém, acho que hoje vai ser difícil. Está na hora de eu voltar.

Radius assentiu.

— Ouvi dizer que há dois mundos diferentes para um soberano. Você está voltando para o mundo além da Hwanmong. Então, haverá um banquete na próxima vez que nos encontrarmos.

— Eu agradeço a sua consideração.

O espaço circundante começou a distorcer.

[A porta para Hwanmong se fechou]

— Bom dia!

Quando ele abriu os olhos, Hayun o cumprimentou com um sorriso deslumbrante no rosto. Vendo o sorriso de Hayun, Lucan percebeu que havia retornado à realidade. Claro, Hwanmong estava ligada à realidade, mas ele sentia uma desconexão estranha quando ele acordava. Ao mesmo tempo, a realidade na frente dele se tornou mais clara.

Recentemente, sua vida não estava muito diferente de como havia sido no Edifício Yugang. Ele comia algo cozinhado por Hayun e passava um tempo meditando. A única diferença era que o apartamento era lindo e em uma altitude elevada.

Hoje, Hayun tinha preparado um café da manhã diferente. Como sempre, Colt era o assistente de Hayun quando o assunto era comida.

— Me passa o espinafre, Colt.

— Sim, senhorita Hayun.

O cardápio desta manhã era sopa de espinafre e legumes fritos.

[Sopa de Espinafre da Hayun]

– Aumenta a agilidade em 10%;

– A duração é de oito horas.

[Legumes Fritos da Hayun]

– Dez pontos de recuperação de mana por minuto;

– A duração é de oito horas.

Naturalmente, este tipo de benefício viria com cada prato dela, e ele nunca se esquecia de guardar alguns pratos em seu armazenamento virtual.

Na verdade, a realidade estava em paz, e assim não haveria necessidade de tais itens. No entanto, ele nunca sabia quando iria precisar deles. Hayun sabia disso e sempre preparava uma quantidade maior.

De qualquer forma, aqueles pratos eram bem simples para alguém cujo patrimônio passava de 16 trilhões, mas Lucan gostava. Seria ruim comer comida muito pesada no período da manhã. Ele costumava pensar que magnatas comiam um baquete daqueles no café da manhã, mas a comida não era muito diferente do que ele normalmente comia.

Claro, o almoço ou jantar podia ser diferente.

Lucan às vezes queria passar um tempo torrando seu dinheiro. Ele nem sempre meditava no telhado, mas de vez em quando saia para uma caminhada, assistia um filme, comia algo diferente ou bebia algo excêntrico.

Eu deveria gastar um pouco mais de dinheiro.

No entanto, não havia nada especial que ele quisesse. Ele já tinha carros e um apartamento chique. Era a mesma coisa no que se referia às viagens. Ele visitou todos os tipos de lugares bizarros em Hwanmong, então ele não tinha vontade de viajar na Terra. A Ilha Freya, por exemplo, era muito mais espetacular do que resorts como as Maldivas, e ainda havia Aquana como um benefício adicional. No final, Lucan decidiu ir assistir a um filme.

— Você quer ir ao cinema?

— Sério?

Hayun perguntou com uma expressão maravilhada. Lucan riu.

— Sinto muito por estar sempre ocupado. Colt, você deveria vir também. Vá se arrumar.

Colt negou com a cabeça, dando um sorriso malicioso.

— Senhor, eu não sou muito de assistir filmes. Se você decidir comer um churrasquinho, me chame, mas do contrário, eu não tenho muito interesse.

Colt não queria interferir no encontro de Lucan e Hayun.

Hayun estava usando um vestido branco, como sempre. Claro, ela não suava ou sujava suas roupas devido ao seu poder único, o que significava que ela não tinha que trocar de roupa. Era um vestido curto e sexy, que chegava no meio das coxas. Ainda assim, era a mesma roupa de sempre.

Eu não posso permitir isso. Hoje, eu vou comprar algumas roupas novas para ela.

Lucan tinha dado a Hayun um cartão especial com um limite de 20 milhões de won para comprar qualquer coisa que ela quisesse. No entanto, Hayun só gastava com coisas para a casa ou comida.

Após comprar ingressos para uma das estreias no cinema em Cheongdam-dong, Lucan decidiu ir às compras com Hayun.

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: