Soberania – Capítulo 119 – 3Lobos

Soberania – Capítulo 119

Lorde Demônio Cerato (2)

Então, Cerato fez uma expressão ainda mais atônita. Ele ainda poderia atacar Lucan livremente, já que ainda não estava na Família dele, mas o soberano ainda assim tinha devolvido a Foice Destrutiva! Ele pensou que receberia ela de volta depois que se tornasse um membro da Família.

No entanto, aqueles eram os pensamentos só de Cerato. Lucan não era estúpido o suficiente para criar uma situação que ele não poderia resolver. Em outras palavras, se Cerato mostrasse até mesmo o menor dos movimentos, Lucan iria destruí-lo. Seria muito fácil para ele, e por isso ele devolveu a Foice Destrutiva sem pensar duas vezes.

Só que Cerato não sabia disso, e assim ele ficou impressionado. Ele caiu de joelhos e esticou os braços, estendendo a Foice Destrutiva sobre suas mãos até Lucan.

— Eu, o Lorde Demônio Cerato, a partir de agora dedico a minha lealdade ao Soberano Lucan. Esta é uma representação de minha lealdade, então, por favor, a aceite.

Cerato ofereceu a Foice Destrutiva a Lucan.

[O Lorde Demônio, Cerato, se juntou à sua Família]

[Cerato é agora seu subordinado fiel]

[Você adquiriu um lorde demônio em sua Família pela primeira vez]

[Seu Carisma aumentou em um ponto]

Assim, ele ganhou um lorde demônio como um subordinado, e seu carisma subiu em um ponto.

*Suuk*

Lucan recebeu a Foice Destrutiva sem pensar demais. Não havia nenhuma razão para rejeitar o sinal de lealdade, especialmente quando era uma arma de classificação mítica.

— OK. Vou aceitar o seu presente. Mas se você me der isso, o que você vai usar como arma?

Cerato riu.

— Isso não importa, já que tenho várias outras armas que eu posso usar.

Cerato pegou outra arma parecida com uma foice de seu inventário. Um lado da arma era ligeiramente mais curto, por isso ela não era uma foice igual à anterior. Era outra arma de classificação mítica que emanava uma luz vermelha estranha! O poder de ataque parecia ainda maior, mas ela não tinha a habilidade especial de impedir a regeneração, como a Foice Destrutiva tinha.

— Essa é uma arma bem útil.

Lucan assentiu e pôs a Foice Destrutiva em seu inventário.

Cerato exclamou vigorosamente:

— Por favor me diga se houver alguma coisa que você precisa, senhor!

— Preciso de conhecimento do sistema dimensional.

— Hã? Conhecimento?

— É a primeira vez que eu saio da Hwanmong da Terra. Então, me falta conhecimento sobre este lugar. Eu não conheço nada.

Cerato sorriu como se ele soubesse o que Lucan queria dizer.

— Kuhuhu! Se você quiser saber mais sobre este lugar, você veio até a pessoa certa. Como um pirata, qual canto daqui eu não conheço? Se você tiver alguma dúvida, basta me perguntar. Vou lhe contar tudo.

— OK. O que são as coisas que se parecem com estrelas?

— Elas são sub-dimensões que contém mundos, dentro dessa dimensão maior. Nós chamamos este lugar de mar dimensional, que é a dimensão maior, e essas estrelas são as dimensões menores. A Hwanmong da Terra, da qual o senhor saiu, também é uma dimensão menor.

— Entendo.

Claro, Lucan já tinha presumido isso, mas ele agora tinha uma compreensão mais clara depois de ouvir a explicação de Cerato.

— Alguns deles estão em uma posição fixa e alguns estão em movimento. Qual é a diferença?

Eles não se moviam em uma certa direção como um meteoro, mas para frente e para trás, de forma estranha. Lucan se perguntou o que estes, em particular, eram.

Cerato respondeu com um sorriso:

— Os fixos são mundos de um tamanho razoavelmente grande, como a Hwanmong da Terra. Os que ficam se movendo são mundos muito pequenos.

— Mundos pequenos?

— Sim, muitos são aproximadamente do tamanho deste veleiro.

— Então seria melhor chamá-los de espaços, ao invés de mundos.

— No entanto, é um mundo independente, de modo que é diferente de um mero espaço. É um espaço pequeno, sim, mas contém todas as condições necessárias para a vida. Aquele ali, por exemplo. Se você parar nele, você vai entender o que eu quero dizer.

Enquanto falava, ele apontou para o mundo mais próximo.

— Vamos levar o navio até esse mundo, senhor.

O mundo mais próximo não estava fixo, se movendo para frente e para trás.

— Esse mundo será do tamanho de um veleiro?

— Eu não sei. Nós não sabemos quão grande eles são até abrirmos a porta para aquela dimensão. Devemos ir lá dentro.

Lucan estava interessado, então ele concordou.

— Ok, vamos lá.

— Vai levar algum tempo. Pode parecer perto, mas é relativamente longe. Não tem o que fazer, mesmo que este navio seja bem rápido.

Em seguida, uma outra pergunta surgiu na cabeça de Lucan.

— Você sabe onde encontrar uma anomaloria?

— Eu não sei muito sobre elas. Elas são raras e geralmente não aparecem aqui perto.

Cerato coçou a cabeça com uma expressão de pesar. Sua compleição mostrava que ele estava dizendo a verdade. Então, de repente, ele sorriu e disse:

— De qualquer forma, vai demorar um tempo, então você pode conhecer meu navio.

— Conhecer o navio?

Lucan não via nada além das velas negras e do convés espaçoso. Então, Cerato levou ele até uma escada que levava para o andar debaixo.

— Se você for lá embaixo, há bem mais do que isso.

— Sério?

Lucan desceu com Cerato. Havia um cenário deslumbrante debaixo do convés. Luzes brilhantes estavam piscando. Havia uma mesa cheia de bebidas alcoólicas que eram tão coloridas quanto joias, uma variedade de pratos e frutas e vários cômodos que pareciam quartos de hotel. Havia ainda enormes piscinas que lembravam fontes termais.

A única coisa normal ali era que havia beldades seminuas para todo lado. Elas tocavam harpa, dançavam e cantavam.

— O que é isso?

— Kuhuhu, um dos meus bens é uma… instituição de lazer. Eu costumo passar o tempo aqui a menos que eu precise lutar.

— E estas mulheres?

— Elas são demônios que são funcionárias minhas. Eu consegui cada uma delas com muita dificuldade, enquanto viaja pelas dimensões. Em vez de combater, elas têm excelentes habilidades em canto, dança, culinária e também em agradar um homem.

Demônios? Todas elas pareciam insaciáveis.

Um lugar de descanso para um lorde demônio.

Assim como o nome indicava, era um lugar para se divertir. Havia centenas de beldades demoníacas. Nos tempos antigos, imperadores poderiam escolher entre centenas de mulheres, e por isso não era tão estranho se um lorde demônio também fosse assim.

Cerato sorriu com uma expressão orgulhosa.

— Kuhuhu, por favor desfrute deste cantinho do prazer. O senhor pode usar qualquer demônia que gostar. É por conta da casa.

— Obrigado por sua oferta, mas não há necessidade.

Lucan subiu de volta para o convés. As mulheres eram maravilhosas, parecendo súcubos, mas Lucan achou que não haveria nada de errado em preferir outro tipo de mulher.

Ele tinha acabado de sair para o sistema dimensional, então ele não poderia perder tempo se entretendo com demônias.

Cerato acompanhou Lucan de volta para o convés. Enquanto isso, o barco à vela tinha chegado muito mais perto daquele mundo pequeno. Não parecia estar se movendo muito rápido, mas ele conseguiu perceber a velocidade quando chegaram mais perto. O veleiro do Cerato o alcançou sem problemas.

Em seguida, depois de um momento…

[Um novo mundo, Ilha Freya, foi descoberto]

[A Ilha Freya é um mundo sem um governante, e então a entrada é irrestrita]

[Você entrou na Ilha Freya]

O mar dimensional desapareceu. Estritamente falando, foi o veleiro de Cerato que tinha entrado no mundo minúsculo conhecido como Ilha Freya, e assim o mar dimensional sumiu da vista deles.

No entanto, o cenário que se desenrolou em seguida foi completamente diferente do campo de batalha da Hwanmong da Terra. Nuvens roxas tomavam conta do céu azul e o sol estava brilhando. Abaixo deles, havia uma grande ilha rodeada por um mar esmeralda que era do tamanho da ilha Jeju¹ quando vista de cima.

— Isso é a Ilha Freya? É bem grande para uma ilha.

Então, Cerato apontou para a ilha e disse:

— Aquela ilha é o mundo inteiro aqui.

— O mundo inteiro? E o resto do mar?

— Além do mar e da ilha, não há mais nada.

— Hmm.

Então, era assim. Ao longe da costa da ilha, o mar desaparecia como uma miragem.

Este é um lugar muito incomum.

Não era um lugar que poderia ser compreendido usando o senso comum da Terra, da mesma forma como o senso comum não se aplicava a Hwanmong ou às grandes dimensões.

Então, Lucan simplesmente aceitou o fato. Aceitar as coisas como elas eram já estava virando um costume. Francamente, Lucan tinha a capacidade de eliminar um lorde demônio com um dedo, e assim não haveria necessidade de fazer alarde sobre uma coisa simples como aquela.

Quando ele desceu para a ilha, ele sentiu um ar fresco rejuvenescedor. A ilha tinha alguns lagos dentro dela, parecendo que metade dela era feita de água. Havia vários rochedos e todos os tipos de plantas maravilhosas. Eram plantas que não podiam ser encontradas na Terra. Ele deveria criar uma casa ali?

Em seguida, uma mensagem incomum apareceu na frente dele:

[Ilha Freya é um mundo pequeno recém-criado, rico em mana e vitalidade]

[Como um Soberano Supremo, você pode construir uma base aqui]

[Uma vez que uma base for construída, a Ilha Freya se tornará seu território e irá se conectar com suas outras bases através de um portal]

[Tem certeza de que quer construir uma base?]

[Uma Partícula Dimensional será consumida]

— O que é isso? Eu posso construir uma base aqui?

Lucan perguntou e Cerato assentiu.

— É uma habilidade especial que somente os soberanos têm. Depois de construir a base, ela será ligada à sua base original e reforços podem ser enviados através de um portal em caso de uma emergência.

— E de que me adianta construir uma base aqui?

Era como viver em uma ilha vazia. Às vezes, ele poderia querer descansar e apreciar a paisagem, mas isso não valia uma das raras Partículas Dimensionais que seria consumida.

Então, Cerato disse:

— Mesmo assim, não há garantia de que você encontre um outro mundo jovem com esse. A maioria dos pequenos mundos são antigos e têm proprietários.

— Hmm.

— É sempre útil construir uma base. Em particular, não há muitos lugares com uma vitalidade tão forte.

Lucan ficou um pouco convencido com as palavras de Cerato. De qualquer forma, ele ainda tinha Partículas Dimensionais disponíveis, então ele decidiu criar uma base como um teste.

Sim! Construa.

[Uma base está sendo construída na Ilha Freya]

[A base da Ilha Freya foi concluída]

A base foi concluída em um piscar de olhos. Um círculo de proteção de aproximadamente 100 metros de raio foi criado com um portal no centro.

*Chuoot!*

Depois que o portal foi criado, alguém apareceu nele de repente. Era seu assessor militar, Keirun.

— Senhor!

— Keirun, por que você veio?

— Haha, esta é uma nova base, então como é que eu não viria conhecer? Eu estava prestes a relatar que eu construí a Torre da Fortuna no Edifício Delta. Aliás, onde fica esse lugar?

Keirun nunca tinha saído da Hwanmong, então ele não sabia o que era um mundo pequeno. Lucan explicou brevemente e introduziu Cerato, que estava ao lado dele.

— Deixa eu apresentar vocês. Este é o meu conselheiro militar, Keirun, e este é o Lorde Demônio Cerato.

Os olhos de Keirun se arregalaram depois de ouvir que um lorde demônio tinha se juntado à Família de Lucan. Então ele disse com uma risada:

— Bem-vindo à Família de Lucan. Eu sou o conselheiro militar, Keirun.

— Lorde Demônio Cerato.

Cerato balançou a cabeça e deu uma resposta curta. Ele não tinha interesse em ninguém, exceto em seu próprio senhor, Lucan.

Keirun fez uma expressão estranha, mas ele não se importou. Esta sempre era a reação inicial de alguém que se juntava a eles. No entanto, eventualmente, eles se familiarizariam um com o outro.

Keirun olhou em direção a Lucan e disse:

— Então, eu vou construir um armazém e várias instalações de defesa aqui. Também seria bom enviar tropas ocasionalmente.

— Faça isso. Eu estou meio perdido sobre como usar este lugar.

— Eu vou ficar responsável por essa parte, então.

Keirun ficou fascinado pelo lugar chamado Ilha Freya. Sua intuição como um conselheiro militar avançado o dizia que este era um lugar importante.

*Chuuot*

Naquele momento, de repente houve um flash de luz azul nas asas de Lucan e a luz se transformou em uma mulher. Era a regente espiritual da água, Aquana. No passado, a pele dela estava com um tom opaco de azul, mas agora, era um azul mais misterioso. Seus dois olhos brilharam quando ela observou a bela paisagem. Ela bocejou e disse:

— Nossa, eu dormi muito bem.

Ela se esticou e inspirou o ar com um sorriso agradável, como se ela estivesse apreciando o ambiente. Ela olhou para Lucan com um olhar mais suave do que antes. Havia também um pouco de admiração.

Talvez fosse o efeito do aumento no Carisma de Lucan.

— Soberano Lucan, eu recuperei um pouco da minha força graças a você. Eu agradeço de verdade por isso.

— Fico feliz que você tenha recuperado parte de seu poder.

— Nesse meio tempo, eu estive pensando sobre a sua oferta durante o sono.

Ela se referia à proposta de Lucan para se juntar à Família dele. Seus olhos brilhavam misteriosamente.

— Não é muito o meu tipo se juntar à Família de outra pessoa, mas eu acho que ficará tudo bem se for você, Lucan.

Lucan ficou encantado.

— Isso significa que você irá se juntar à minha Família?

— Se você me conceder este lugar, eu vou entrar na sua Família.

— Posso perguntar por que você quer este mundo?

Aquana respondeu com expectativa em seus olhos:

— A mana e a energia desse lugar estão fluindo livremente, então este será um bom lugar para criar espíritos. Se você me permitir, vou fazer deste um mundo espiritual.

— Ok, está combinado.

Lucan assentiu facilmente.



1. Jeju é a menor província da Coreia do Sul, e a maior ilha do país.

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: