RN – Capítulo 2 – 3Lobos

RN – Capítulo 2

Ranger Novato (Parte 2)

Apesar da atmosfera opressiva da noite em Costa do Rio, Marvin estava despreocupado quando deixou a Estalagem do Cavalo Feroz com passos leves e ágeis. Ao entrar em um beco, ele entrou instintivamente nas sombras e moveu-se silenciosamente. Este era um bom hábito que poderia ajudar os ladinos a se moverem ainda mais furtivamente quando estivessem usando [Furtividade]. Porém, além de Marvin estar com a sua saúde debilitada, ele nem tinha uma classe, ou seja, ele nem conseguia usar [Furtividade].

Ao dar uma volta, ele viu dois jovens que pagavam seus ganhos do dia para um homem robusto. Marvin reconheceu um deles, um ladino de 2º nível. Esses jovens ladinos estavam roubando na cidade, mas todos os seus lucros tinham que ser entregues à gangue que os administrava. O homem percebeu Marvin e analisou-o rapidamente, aparentemente percebendo a Insígnia de Nobreza de Marvin em sua manga, e praguejou em voz baixa. Marvin baixou a cabeça e partiu rapidamente. Em seu estado atual, ele não estava em condições para procurar problemas.

As igrejas dos vários deuses estavam tendo dificuldades para se desenvolver em Costa do Rio, já que era uma cidade sob a ordem da Aliança de Magos do Sul. Isso não estava limitado a Costa do Rio, já que outras cidades também enfrentavam este problema. No entanto, ao longo dos últimos anos, a Igreja Prateada era a que chamava mais atenção. Além de terem uma base firme em Costa do Rio, esta igreja também tinha se tornado o terceiro maior poder na cidade. Isso tinha algo a ver com a divindade do Deus Prateado. Apesar de os magos arrogantes só acreditarem no supremo Deus Mago Lance e nunca se importarem com os outros deuses, eles ainda precisavam de dinheiro.

Após a queda do Deus da Riqueza, o Deus Prateado ainda era idolatrado pelos comerciantes, apesar de ser uma divindade fraca. E os magos que haviam governado Feinan por toda uma era, apenas seguiram o exemplo. Marvin conhecia o caráter dos sacerdotes da Igreja Prateada: eles só pensavam no próprio umbigo. Enquanto o pagamento fosse generoso o suficiente, eles estavam dispostos até a lançar magias divinas com limitações diárias em alguém. Os sacerdotes da Igreja Prateada também eram os únicos dos quais você poderia comprar uma magia de cura com peças de prata.

O antigo Marvin desconhecia essa maneira de fazer as coisas. Ele pensava que poderia simplesmente economizar algum dinheiro e, por causa disso, acabou morrendo. Marvin não queria repetir seus erros. A casa de penhores estava em um lugar muito remoto, nas profundezas de um beco. No entanto, de acordo com as memórias de Marvin, sua reputação era muito boa. O dono era um velho goblin que vestia um par de pince-nez. Ele parecia assustador e enganador, mas ao ver Marvin, o goblin sorriu. Sem dúvida, o antigo Marvin vinha sempre aqui.

Devido aos esforços de Marvin, o colar de pérolas exótico foi trocado por 150 peças de prata. Na verdade, de acordo com sua [Avaliação], este colar valia pelo menos 300 peças de prata no mercado. Se Marvin quisesse comprar de volta este colar, ele precisaria de pelo menos 330 peças de prata. As casas de penhores são comércios lucrativos. No entanto, Marvin não se opôs a este preço, devido à sua condição atual, já que sua [Diplomacia] estava com lamentáveis 19 pontos ​​e ele não foi capaz de influenciar o velho goblin para ganhar algumas peças de prata a mais. Ele escondeu bem sua bolsa. As peças de prata deste mundo eram do tamanho de uma unha de mindinho, então, embora 150 peças de prata parecessem muito, poderiam caber em uma bolsa pequena.

Marvin deixou a casa de penhores, aproveitando o fato de que a febre não tinha piorado, e foi em busca do sacerdote da Igreja Prateada que estivesse de vigília. Depois de pagar 80 peças de prata, este sacerdote aparentemente simples e honesto de meia-idade finalmente estava disposto a exibir o Brilho da Igreja Prateada para Marvin. As magias [Remover Doenças] e [Curar Ferimentos Leves] removeram o estado de febre de Marvin e recuperaram seus Pontos de Vida (PV) completamente.

Registro:

Sob o efeito da magia [Remover Doenças] seu status se recuperou para Saudável!

[Penalidade: redução de atributos em 70%] Removido

PV recuperado: 26/26

Junto do fluxo morno da magia e as informações que aparecem diante de seus olhos, Marvin ficou um pouco animado.

Essa maldita penalidade finalmente desapareceu. — Marvin pensou.

Com seus PV de volta para um total de 26, ele sentiu-se muito mais forte.

— Você parece bem saudável agora, meu jovem. — O sacerdote da Igreja Prateada mostrou-se cansado e insinuou que já era hora de Marvin ir embora.

Ele era um sacerdote no nível mais baixo que só conseguia lançar três magias por dia, e cada uso exigia muita força mental e espiritual. Marvin rapidamente saiu, mas ele não voltou para a Estalagem do Cavalo Feroz, em vez disso ele começou seu próprio plano para sobreviver neste mundo!

Ele precisava de sua própria força, afinal, a invasão dos Deuses e do Abismo estava se aproximando. Mas o assunto mais imediato era seu território: havia centenas de gnolls, e se o Lorde de Costa do Rio não enviasse seus guardas, ele não conseguiria fazer nada sobre a eliminação dos gnolls. E sob este inexplicável ataque gnoll, Marvin sentia um cheiro de conspiração, especialmente porque em seu painel de missões havia registrado aquele tipo de missão de vínculo de alma.

[Recupere seu território: Invasão de Gnolls]

[Descrição da missão: 4ª Era dos Magos, verão do ano 297. Seu território sofreu uma invasão de gnolls, você escapou por pouco com vida e queria a ajuda do Lorde de Costa do Rio. No entanto, os funcionários da Prefeitura continuam a deixar este assunto para depois e isso fez com que você sentisse tudo isso muito suspeito. Talvez sua experiência na cidade o mantenha mais vigilante. Você não pode contar com outros, só consigo mesmo.]

[Recompensa: 1.000 pontos de experiência geral (XP)]

[Prazo da Missão: 29 dias restantes]

Vínculo de alma significava que a missão não poderia ser removida a menos que você excluísse sua conta e começasse de novo, e o Marvin de agora obviamente não conseguiria excluir sua conta se matando.

Ele tinha que admitir que a recompensa da missão era generosa, já que a recompensa eram 1.000 pontos de experiência geral. XP geral é do mesmo grau de experiência que XP de batalha e pode ser distribuído para qualquer classe. Um jogador com 1.000 XP geral poderia subir uma classe de aventureiro de 1º nível para até o 3º nível e ainda sobrariam pontos. É bastante difícil ganhar tanta experiência assim neste mundo. Isso poderia ser considerado uma velocidade extraordinária de ganho de níveis.

A descrição da missão explica as coisas com muita clareza. Tenho medo de que eu só possa completar esta missão com meu próprio poder. — Marvin pensou.

Se Marvin ainda fosse o Marvin original, aquele nobre incompetente e inútil, ele iria simplesmente falhar. Assim como ele disse a Anna, ele precisava mudar. Em primeiro lugar, ele não podia confiar em sua classe geral [Nobre]. Ele precisava de uma classe combatente. Como um jogador de nível Deus, Marvin já tinha uma ideia antes de sair da Estalagem do Cavalo Feroz.

Cidade Costa do Rio, Distrito do Comércio, fundos da Taverna da Súcubos.

Um mendigo se encolhia miseravelmente debaixo de um saco de dormir e implorava aos transeuntes:

— Por favor, um pouco de vinho, mesmo com água… — Ele olhava para cima com dificuldade e começou a cheirar o ar como louco, aparentemente feliz em perceber o cheiro de álcool vindo das pessoas que ali passavam.

— Vai se foder seu velho bêbado. — Um bandido mal-humorado chutou o mendigo e o patético homem rolou no chão, ainda se segurando em seu saco de dormir.

O grupo de pessoas que passavam pela porta dos fundos explodiu em gargalhadas. Esses caras careciam de simpatia. Esta era uma área cinza do Distrito do Comércio e as favelas estavam a apenas duas ruas de distância. Todo o tipo de gangue lutava sem parar e os comércios lucrativos do submundo estavam se desenvolvendo por aqui, como mercados de órgãos, de escravos, de armas militares, etc. Aqueles que se reuniam aqui raramente eram pessoas boas. O mendigo apertou o estômago e com toda a força se enfiou no saco de dormir segurando sua cabeça. Depois que o grupo passou, o beco ficou um pouco deserto.

No entanto quando o cheiro de rum puro apareceu de repente, o mendigo teve que sair do saco, segurando sua cabeça. Aparentemente ele nem se importaria em tomar outro chute. Seus olhos estavam fixos na garrafa de rum que há pouco havia sido aberta.

— Dez peças de prata por uma garrafa de rum dourado. — Uma jovem voz lhe disse.

O mendigo não conseguia parar de olhar para aquela garrafa de rum dourado.

— Senhor, por favor, tenha misericórdia, me dê só um pouco…— O mendigo de repente se lançou para a garrafa tentando agarrá-la.

Marvin, já esperando sua reação, deu um passo para o lado para evitar isso. Olhando para o mendigo cujos olhos estavam vermelhos agora, ele disse:

— Para ganhar algo, você tem que pagar o preço primeiro.

O mendigo rastejou para fora do saco de dormir, um fedor infestou o ar. Ele perguntou com uma voz trêmula:

— O que você quer?

Marvin sorriu e entregou a ele uma carta escrita à mão junto de uma pasta de tinta vermelha geralmente usada em selos. Ele havia preparado aquilo de antemão. Honestamente, ele não podia ter certeza se isso iria funcionar, mas esse era o jeito mais rápido de conseguir uma classe combatente. Ele tinha aprendido esse atalho de um amigo chegado no jogo.

Em Continente Feinan não era fácil conseguir uma classe. Em primeiro lugar, você deveria estar bem treinado, o que significava ter pelo menos cinco níveis na classe básica [Plebeu]. Então, você precisaria completar uma missão de classe para obter a classe correspondente. Na situação atual de Marvin, se ele tentasse obter uma classe da mesma forma que as pessoas comuns, levaria muito tempo. Ele tinha que tentar pegar um atalho.

Para tomar esse atalho, ele teve até mesmo que desistir de sua classe favorita e mais familiar, [Ladino], e escolher outra classe semelhante. Felizmente, o avanço final desta classe também era [Soberano da Noite]. Caso contrário, Marvin definitivamente não desistiria da classe em que ele era o melhor.

O mendigo pegou a carta e leu por um longo tempo, tremendo, e pegou um objeto preto do bolso.

A aposta foi certeira! Este cara é realmente um aventureiro de alto nível, pelo menos de 2º ranque! — Marvin pensou.

Ele viu a insígnia da classe e soube que estava certo! Embora o mendigo parecesse estranho, seus movimentos instintivos expuseram a sua antiga classe. Por exemplo, aquele movimento cheio de técnica que ele havia usado quando se enrolou em seu saco de dormir era uma habilidade de classe muito útil, [Esconder-se].

— Eu não posso fazer isso, minha consciência não permite! — O mendigo resistiu.

Marvin sorriu e respondeu:

— Claro que você pode. — E deu a garrafa de rum ao mendigo.

A respiração do mendigo de repente ficou pesada. Ele pegou a insígnia preta e pressionou-a na pasta de tinta, deixando um selo na carta. Era um círculo de folhas de azevinho com o nome de Mark Chene no meio.

Marvin estava extasiado quando recebeu a carta. O mendigo estava ansioso para beber seu rum dourado, e antes que ele tivesse terminado, Marvin já tinha deixado o beco.

[Carta de recomendação recebida]

[Classe Adquirida]

Meia hora depois, quando Marvin saiu da Guilda dos Rangers, havia uma insígnia de cervo sika[1] em seu peito. Isso marcou seu sucesso na obtenção da classe [Ranger] de 1º ranque, e ao mesmo tempo ele também recebeu um título com bônus.

[Ranger Novato]


 

 

[1] São cervos pequenos.

JZanin
Professor de Química, mestre e jogador de RPG sem tempo.
FONTE
Cores: