RN – Capítulo 14 – 3Lobos

RN – Capítulo 14

Luta difícil

— Nada bom.

À medida que a ponta afiada do grande machado avançava para dividir Marvin em dois, ele girou vigorosamente seu corpo no último instante.

[Rigidez aprimorada!]

A sua rica experiência em combate salvou Marvin mais uma vez, permitindo com que ele se esquivasse rapidamente desse golpe mortal, inclinando-se para o lado.

*Boom!*

Diapheis usou claramente toda a sua força para atacar com seu machado de batalha, por isso ele não foi capaz de parar o ataque no meio, atingindo o chão diretamente.

Uma nuvem de poeira se levantou.

Agora! — Os olhos de Marvin brilharam enquanto ele se esquivava, e de repente ele se precipitou em direção às costas de Diapheis.

Seus 19 pontos de Destreza permitiam que Marvin tivesse um tempo de resposta extraordinário. Ele era tão ágil quanto uma andorinha, suas pernas agarraram a parte inferior do corpo de Diapheis enquanto levantava suas adagas gêmeas na horizontal!

[Degolar!]

Uma pitada de medo apareceu nos olhos de Diapheis! Ele não achava que sua poderosa Presença Intimidadora produziria um efeito tão rápido em Marvin!

Isso não pode ser verdade! — Diapheis pensou.

A Presença Intimidadora dos Bárbaros geralmente era suficiente para atordoar os aventureiros de baixo nível por 2 segundos, não apenas 0,5 segundo. No entanto, como Diapheis poderia saber que Marvin era alguém que transmigrou e que em sua vida passada tinha passado por diversas batalhas, tornando-o tão forte? Ele não era mais aquele jovem covarde. Mesmo que sua Força de Vontade não fosse alta, sua alma era tão resistente que desempenhou um papel crucial no teste de Vontade.

O erro no cálculo da duração do efeito de sua Presença Intimidadora deixou Diapheis descuidado por uma fração de segundo. Mas ele também era um lutador experiente, então ele soltou rapidamente seu grande machado e usou ambas as mãos para proteger sua garganta do [Degolar] de Marvin.

*Woosh!*

O sangue voou violentamente, enquanto as mãos esquerda e direita de Diapheis seguravam as adagas-curvas de Marvin!

Degolar falhou!

Mas o ataque de Marvin não terminou. Ele sorriu maliciosamente, girando todo o seu corpo em torno de seus braços e acima de Diapheis em uma posição desafiadora da gravidade enquanto torcia suas adagas-curvas.

— Ahhh! — Mesmo com a forte Força de Vontade de um Bárbaro, Diapheis não foi capaz de suportar essa dor insuportável sem exclamar!

Ele soltou as adagas-curvas, mas sentiu uma dor ainda mais forte em suas costas. Naquela fração de segundo, a ponta de uma adaga esfaqueou o lado esquerdo de sua coluna vertebral. O corpo de Marvin estava rodopiando no ar, a mão esquerda já tinha deixado a adaga-curva para trás enquanto o pé direito a chutava.

— Argh! — Diapheis soltou um grito dolorido quando a adaga foi fincada em seu ombro, muito próxima de seu coração.

O corpo de Marvin completou um salto mortal perfeito no ar e pousou de forma estável no chão.

A equipe de elite que estava ao lado sentiu um calafrio enquanto observava. Isso não era algo que um ser humano poderia fazer! Esse controle absurdo sobre o próprio corpo, só podia ser comparado com as habilidades de altos elfos lendários.

Diapheis não era um bandido comum. Ele usava armadura pesada e, além de sua garganta e órgãos vitais, havia apenas pequenas lacunas em sua armadura que alguém poderia explorar. Marvin poderia fincar sua adaga com precisão enquanto estava no ar, e mesmo um Assassino Fantasmagórico de 2º ranque não se atreveria a dizer que poderia fazer a mesma coisa. Esta era uma habilidade natural, misturada com o instinto de luta, após inúmeras batalhas. Não havia atalho para chegar a esse resultado.

Esses membros da gangue começaram a se sentir aliviados porque não foram lutar, de outra feita, eles certamente teriam morrido. A força deste Ranger com duas armas não era tão simples quanto parecia. Ele certamente era um superespecialista!

— Ouvi dizer que alguns especialistas poderosos conseguem esconder suas forças, fazendo com que pareçam muitos níveis abaixo.

— Este Mascarado das Lâminas Gêmeas é certamente um superespecialista.

— Ele está certo! Não deveríamos ter mexido com esse superespecialista! Quem sabe quanto aquele nobre problemático pagou para contratar alguém tão poderoso?

Os poucos membros de elite da Aqueronte já estavam tremendo de medo.

Mas Marvin não se importava, porque ele não conseguiu matar Diapheis com esses movimentos.

Nenhum golpe crítico. — Marvin deu uma rápida olhada nos registros de batalha, um tanto arrependido. Esses movimentos já estavam próximos do limite do que ele poderia fazer com seu corpo. Ele usou bastante estamina para isso.

Diapheis tinha perdido mais de 60 PV e estava sangrando, mas ainda estava vivo. Ele dolorosamente cobriu suas costas enquanto ofegava. A cada minuto, a cada segundo, aquela adaga presa em seu corpo levaria parte de seus PV e reduziria sua Força de Vontade.

— Ranger maldito! — Diapheis resistiu amargamente à dor, mostrando a Força de Vontade anormal de um Bárbaro. Ele pegou seu machado de batalha mais uma vez e golpeou poderosamente na vertical para baixo!

As pupilas de Marvin dilataram-se enquanto ele se esquivava habilmente rolando pelo chão. Mas Diapheis tinha aprendido claramente sua lição, pois desta vez ele não deu a Marvin uma oportunidade. Ele só usou parte de sua força nesse ataque, para que pudesse interromper a trajetória e continuar o seu ataque. O machado de batalha continuava se movimentando rapidamente acertando sombras no jardim posterior. Tudo parecia bastante frio e sem vida sob o luar.

Marvin de forma deprimente se desviava para longe do alcance do machado de batalha, ocasionalmente tentando lançar um ataque, mas Diapheis colocava sua vida em risco para forçar uma troca de golpes mortal, forçando Marvin a recuar. Diapheis poderia sofrer um dos seus golpes, mas Marvin não se atreveria a tentar sofrer um golpe daquele machado de batalha.

Ambos os lados estavam em uma luta difícil. Esta era uma luta de Força de Vontade. A estamina de Marvin estava rapidamente se esgotando enquanto o PV de Diapheis estava caindo drasticamente.

Aquela adaga desempenhou um papel fundamental nesta batalha. Infelizmente, Marvin não teve tempo de pôr veneno na adaga mais cedo ou tudo teria sido mais tranquilo. Mesmo um veneno simples era restrito, então não seria fácil de conseguir, de qualquer jeito.

Os dois estavam confiando em suas Forças de Vontade e instintos para lutar, e a situação estava em um impasse.

Os cinco membros de elite restantes se olharam e, de repente, avançaram para cercar Marvin.

A garotinha que estava escondida no canto de repente viu sua esperança se esvair.

Eles queriam ir atacar Marvin, todos ao mesmo tempo, porque viram que a estamina de Marvin logo logo acabaria.

Marvin começou a ofegar. Lidar com o machado de Diapheis já exigia muito dele. Se aqueles idiotas atacassem juntos agora, eles certamente derrotariam Marvin. Por mais forte que fosse, sem estamina, Marvin não conseguiria fazer mais nada.

Aquela sua ameaça inicial e sua opressão, já não tinham mais efeito naquele grupo de bandidos.

— Vocês têm certeza que desejam fazer isso? — Ao dar um passo para o lado para mais uma vez se esquivar de Diapheis, Marvin perguntou de novo — Será que vocês querem morrer?

— Ele está blefando! — Um Ladino entre eles disse — Vamos cercá-lo e fechar o cerco dele que o chefe vai dar um jeito nesse cara!

Depois que o Bandido disse isso, os cinco seguiram atrás dele.

Inimigos em ambos os lados!

Diapheis, já pálido, estava arrastando seu machado, amaldiçoando esses bastardos oportunistas em seu coração, mas, no entanto, eles estavam cooperando para se livrar de Marvin.

— Foge, rápido! — A garotinha não conseguiu se segurar mais, e acabou saindo de onde estava escondida para gritar para Marvin fugir. No entanto, naquele exato momento, ela viu Marvin virando a cabeça e mostrando a ela um esplêndido sorriso.

No segundo seguinte, Marvin de repente correu na direção daqueles cinco bandidos. O grupo de cinco imediatamente ficou nervoso, colocando suas armas na frente deles. Mas Marvin não os atacou, em vez disso, ele acelerou até uma caixa grande e pulou.

Marvin esgotou toda a sua estamina com esse salto, deixando aqueles cinco atrás dele.

— Ele está tentando fugir!

— Rápido! Pegue ele!

— Idiotas, vão atrás dele, rápido! Ele já é uma flecha no final de seu voo!

Diapheis xingou alto, e esses cinco e Diapheis correram até Marvin. Marvin não tinha para onde fugir atrás de si, e todos os cinco bandidos e Diapheis estavam cercando ele pela frente e pelos lados. Ainda, a garotinha que se escondia num canto atrás de Marvin de repente correu, e ficou de pé na frente dele. Ela estava segurando uma adaga muito pequena enquanto tinha uma expressão inflexível.

Ela e Marvin viveriam ou morriam juntos!

— Obrigado, Isabelle. — Marvin de repente jogou fora uma de suas adagas-curva e acariciou a cabeça da menina.

— É só isso que eu que posso fazer. — A voz da garotinha estava tremendo, mas firme — Senhor Mascarado… posso chamar o senhor assim?

— Claro. — Marvin sorriu.

A garotinha então fechou os olhos. A mão direita de Marvin formou um punho que visava as seis pessoas que se aproximavam.

— Vs’bon!

Uma palavra estranha saiu da boca de Marvin como um súbito golpe de trovão no meio do pátio. Esta era a linguagem das Fadas. Havia menos de cinquenta pessoas proficientes nela em todo o mundo humano, e mais da metade delas tinha um título de Grande Mago.

Um halo brilhante de sete cores apareceu nos dedos de Marvin. Isabelle abriu os olhos apenas para ver um contínuo fluxo de arco-íris brotando da mão de Marvin. Era tão bonito quanto os fogos de artifício nos feriados. Mas também excepcionalmente cruel.

Esta era uma das mais terríveis magias, [Leque Cromático]!

Todos os seis que estavam perseguindo Marvin estavam sob a área de efeito da magia Leque Cromático. Os cinco aventureiros de 1º ranque foram atingidos pelo raio de arco-íris e seus corpos começaram a cristalizar, transformando seus corpos em grandes cristais de sete cores.

Em um instante, um cristal após o outro começou a quebrar em diversos fragmentos, explodindo em uma grande quantidade de sangue e fragmentos de osso, voando em todas as direções.

Que cena sangrenta!

Apenas Diapheis se saiu um pouco melhor porque ele recuou e apenas seu peito foi atingido pelo raio de arco-íris. Apesar disso, seus PV também caíram a ponto de Diapheis ficar com somente 30 PV.

Os outros cinco estavam definitivamente mortos.

— Não! — Diapheis gritou com tristeza. Suas duas mãos estavam se cristalizando e ele gradualmente perdeu a habilidade de brandir seu machado de batalha.

— Me empresta a adaga. — Marvin pediu.

A garotinha imediatamente entregou sua adaga para ele. Marvin testou seu peso antes de correr rapidamente.

*Bang!*

Bem entre as sobrancelhas!

Os olhos de Diapheis estavam arregalados com descrença quando ele caiu para trás junto com seu machado de batalha.

— Assustada?

Somente Marvin e Isabelle sobraram no pátio. Ela inclinou a cabeça para um lado e surpreendentemente, um sorriso apareceu em seu rosto.

— Muito lindo.

— Lembre-se, não toque nisso. Os cristais das pessoas atingidas pela magia Leque Cromático ainda demoram duas horas para perder o efeito, então, ainda pode contaminar os outros. — Marvin advertiu.

— Senhor Mascarado, o senhor é um mago?

— Não, eu sou apenas um Ranger. — Marvin disse — Mas hoje em dia, a magia é realmente a ferramenta mais poderosa para matar.

Ele continuou silenciosamente em seu coração — Mas receio que não dure meio ano ainda.

Depois da Grande Calamidade, um número considerável de magos explodiria após absorver muito do fluxo mundial de mana, enquanto outros seriam forçados a diminuir seu ranque. Ainda assim, os que sobrassem se transformariam em monstros, devido a mana caótica.

Terrível, completamente terrível. A quarta Era, a Era dos Magos seria destruída em tão pouco tempo. Somente após um longo período, os mais sábios da humanidade conseguiram reaprender a usar magia, mas obviamente era um sistema totalmente novo.

— Vamos até o porão.

Marvin puxou a mão de Isabelle e eles entraram no túnel.


JZanin
Professor de Química, mestre e jogador de RPG sem tempo.
FONTE
Cores: