PA – Capítulo 41 – 3Lobos

PA – Capítulo 41

Vamos falar de coisa séria

 

Sanji respirou profundamente. O cubículo devia estar desocupado há bastante tempo porque ela imediatamente sentiu o cheiro forte de poeira no ar. Mas essa era a menor de suas preocupações…

— Sétimo? Marcie, você pode me falar quantas personalidades Lutero possui? — ela perguntou, tentando manter a compostura.

— Err… Além da personalidade dominante do Lutero, ele tinha sido diagnosticado com outras doze outras personalidades. Pelo menos, isso foi antes do Novo Mundo chegar… Marcie agarrou os cabelos frustrada enquanto falava.

Olhando o rosto ocioso do Sétimo, Sanji não se conformava com o que tinha acontecido.

— Então, por que não encontrei essa personalidade antes?

— No momento, as outras personalidades estão dormentes. Uma personalidade só aparece quando ela está prestes a assumir uma forma corpórea. Depois que a personalidade “ocupa” o corpo do Lutero por algum tempo, ela assumirá uma forma corpórea independente… assim como eu, — Marcie tentou explicar da melhor maneira possível enquanto olhava para o Sétimo agitada. — Nós não pretendíamos manter isso em segredo de você. Nós simplesmente não sabíamos dizer quando a próxima personalidade apareceria. Veja bem, eu estive nesta forma por quase 28 meses antes do Sétimo…

Respirando profundamente, Marcie encarou a Sanji e adicionou:

— Além do mais, dentre as outras onze personalidades, meu relacionamento com esse cara é o pior.

Sétimo parecia concordar com ela de todo o coração enquanto ele acenava com a cabeça acrescentando:

— Nós nos odiamos.

— Huh, por que? — De repente, Sanji não sabia se ria ou chorava.

— Ele é andrógino, mas a personalidade dele é a pior! Egoísta, arrogante e rude! — Marcie explodiu, ignorando o fato de que a pessoa que estava insultando estava ali com eles. — Eu não sei como essa pessoa andrógina pode se achar tanto!

Andrógino

Sanji se virou e olhou para o Sétimo com a boca aberta, mas já que ela ainda estava olhando para o rosto do Lutero, ela não conseguia ver a diferença.

Depois de ouvir essas palavras, a expressão do Sétimo não mudou nem um pouco. Ele limpou a sujeira debaixo das unhas e respondeu:

— Biologicamente falando, o único propósito para a existência de dois sexos é a reprodução sexual. Marcie, parece que você ainda não superou o fato de que você não possui tal funcionalidade.

Sétimo realmente provocou uma colmeia de marimbondos ao falar essas palavras. Marcie saltou do chão, cerrando o punho enquanto se preparava para atacar. Sanji puxou Marcie de volta apressadamente, enquanto falava apressadamente:

— Esse é o corpo do Lutero! O corpo do Lutero… — Demorou um tempo para ela finalmente convencer a Marcie.

Antes mesmo que ela pudesse respirar aliviada, Sétimo falou, como se estivesse ansioso para causar mais problemas:

— Ah. Sua habilidade nem sequer evoluiu, mas você tem o estopim curto.

Sanji agora sabia porque o relacionamento dos dois era tão ruim — ela já não sabia mais o que fazer. Ela continuou segurando a Marcie, cujo rosto estava vermelho de raiva enquanto ela encarava e gritava com o Sétimo.

— Chega dessa besteira!

— Tudo bem, eu realmente tenho algo para falar. — Sétimo encostou o seu travesseiro contra a parede, encontrando uma posição confortável para deitar antes de continuar vagarosamente: — Ignorando essas mentiras inacreditáveis ​​que estas pessoas do Oásis vomitaram para vocês, o que vocês planejam fazer agora? Qual são seus objetivos?

Suas perguntas surpreenderam Sanji e Marcie. Elas rapidamente trocaram olhares e murmuraram sem demonstrar nenhuma confiança:

— Nós podemos ficar aqui por algum tempo, dar uma olhada no lugar…

— Já que nós já estamos aqui…

Sétimo deu uma risada sarcástica enquanto um sorriso misterioso apareceu em seu rosto. Apesar de terem as mesma características faciais e o mesmo corpo, uma única expressão do “Lutero” foi o suficiente para mudar completamente sua personalidade. Ele inclinou-se para sussurrar para as duas sentadas no chão:

— Nós não viemos aqui para procurar um Cônsul? Vocês já se esqueceram?

Para falar a verdade, mesmo que a Sanji não tivesse se esquecido, ela também não considerou profundamente a ideia. E agora que o Sétimo perguntou a respeito, ela não sabia o que falar.

— Mas a maioria das pessoas aqui são pessoas normais, será que ainda assim vamos achar um Cônsul aqui? — Marcie resmungou.

— Com 1.800 pessoas aqui, eu acho que vale a pena tentar. — Sétimo refutou: — A menos que você conheça outro lugar cheio de pós-humanos.

Transbordando de raiva, Marcie se recusou a responder.

— Se não encontrarmos um aqui, temos que sair rapidamente, — o tom do Sétimo se tornou resoluto quando viu que ambas as mulheres não tinham objeções. — Ainda temos 12 meses e 23 dias para fazer isso, não devemos desperdiçar todo esse tempo no Oasis.

Isso mesmo.

Sanji concordou com ele internamente. Sétimo podia ter uma personalidade estranha, mas Sanji ficou surpresa ao perceber ele era uma pessoa com os pés-no-chão. Assim que ela estava prestes a falar, alguém de repente gritou lá de fora:

— Senhorita Lin, em que quarto vocês estão? — Era a voz da Yu.

Sanji levantou a cortina e colocou a cabeça para fora. O que ela viu foi um corredor estreito, rodeado de cubículos, e ela não tinha ideia onde a Yu estava. Ela levantou a voz e gritou:

— É você, Yu? Nós estamos no 1734! Algum problema?

— O executivo Chen falou que uma pessoa no seu grupo não estava se sentindo bem. Eu trouxe o jantar de vocês.

Yu explicou enquanto ela caminhava em direção ao cubículo do Lutero, carregando algumas marmitas. Ela era rápida, e não demorou muito para chegar no cubículo. Como se ela tivesse se esquecido completamente do incidente que aconteceu pela manhã, Yu entregou as marmitas para a Sanji alegremente, enquanto perguntava:

— Quem está passando mal? Nós temos uma enfermaria, por que não vão para lá?

Embora os produtos de metal não tenham derretido como plástico sob as temperaturas do Inferno Hipertermal, eles poderiam ficar muito quentes. Sanji colocou as marmitas na cama apressadamente e agradeceu a Yu.

— É apenas um problema pequeno, ele ficará bem depois de descansar. Você já comeu? Você quer comer com a gente?

— Nah, obrigado por sua oferta. Eu já comi, — respondeu Yu educadamente. Ela franziu a testa quando viu “Lutero” sorrindo, ela parecia sentir que algo nele estava diferente, mas ela não perguntou. Por sorte, ela não insistiu no assunto, mas sorriu para eles e disse: — Depois de terminar o jantar, leve as marmitas de volta à cantina. Por favor, vá ao escritório do executivo Chen depois disso. É no Edifício 37, 306, no 3º andar. Eles vão passar para vocês as suas tarefas hoje.

Sanji de repente lembrou o que a Dani disse para ela. Ela hesitou por um momento, então sorriu e perguntou:

— Você sabe quais tarefas nos serão atribuídas?

Ela não sabia se era sua percepção equivocada, mas o sorriso da Yu de repente tornou-se ambíguo.

— Você descobrirá quando você ir lá.

Berjkley
Analista de Sistemas, Game Developer, Mestre de RPG. Gosta de Doctor Who, Não gosta de Vampiros Purpurinados.
FONTE
Cores: