PA – Capítulo 37 – 3Lobos

PA – Capítulo 37

Eu só estou dando uma voltinha

 

 

Isso era um problemão. Assustada, Sanji se virou rapidamente para trás.

Um estranho de óculos estava parado atrás dela. Ele parecia uma pessoa estudiosa, mas a constante carranca dava a ele uma aparência séria.

— Você perdeu algo?

Não deve ter nenhum problema se eu responder com algo genérico.

Sanji se recuperou do susto e deu a ele um sorriso de desculpas.

— É, eu deixei algo cair acidentalmente, mas eu não consigo encontrar…

As palavras dela pareciam normais, mas a carranca do homem de óculos ficou ainda mais feia. De repente, ele se aproximou do rosto dela com uma expressão solene. Sanji não tinha idéia do que tinha de errado com esse cara, então ela rapidamente deu dois passos para trás e olhou para ele apreensivamente.

Inesperadamente, ele fez uma cara de deboche e falou:

— Você não está sendo completamente honesta. Eu nunca conheci uma mulher que não mentisse.

Hein?

Os olhos da Sanji se arregalaram.

— Mas não importa. O item realmente pertence a você, você não mentiu sobre essa parte… — Independentemente do que o homem tivesse falado, ele manteve sua expressão solene. — Tudo bem. Já que você é a proprietária, eu vou te contar. Um homem de estatura baixa pegou o item alguns minutos atrás.

Homem baixo…

Ela tinha acabado de chegar no Oásis e basicamente não conhecia ninguém aqui. Mas se a Irmã Li e a Yu não descobrissem, mesmo se uma pessoa aleatória tivesse pegado o walkie-talkie, ela podia apenas considerar como um item que ela tivesse perdido! De qualquer forma, o Ratinho tinha dado a eles mais de um conjunto de walkie-talkies que ele tinha no carro.

No entanto, o foco da Sanji não era mais o walkie-talkie. Ao invés disso, ela examinou o homem de óculos de ponta a ponta de tal maneira que ele se sentiu desconfortável. Então, ela sorriu e ofereceu um aperto de mão.

— Oi! Eu sou a Sanji Lin. Obrigado pela informação. Qual o seu nome?

Por detrás dos óculos, o homem olhou para a mão que ela estendeu e não mostrou nenhum sinal de que responderia o gesto.

— Meu nome é Changzai Hu. Se uma moça como você subitamente demonstra afeição, você deve ter segundas intenções.

Mesmo que Sanji se considerasse uma pessoa honesta, seu sorriso congelou.

É apenas um aperto de mão. Este cara deveria agradecer a existência do Novo Mundo! Se a civilização humana não tivesse entrado em colapso, ele teria dificuldades em se juntar a sociedade!

Sanji criticou silenciosamente e suprimiu a raiva enquanto retirava a mão. Changzai não achou que tivesse falado algo errado.

— Eu vou embora, — ele disse com uma cara lavada, se virando para sair.

— Essa é a sua habilidade, não é?

Changzai parou quando ouviu essa pergunta.

— Você consegue dizer se alguém está mentindo? — Sanji caminhou lentamente para o lado dele, ela se sentiria bastante insatisfeita se não dissesse estas palavras: — É bastante impressionante e bastante útil. Mas se você expor uma mentira de maneira tão óbvia, isso não torna habilidade inútil?

Surpreendentemente, Changzai parecia assustado com as palavras dela — seus óculos até deslizaram para a ponta do nariz. Ele rapidamente reajustou os óculos e olhou para a Sanji, perguntando:

— Como você sabe dessas habilidades?

Surpresa, Sanji respondeu:

— Já tem bastante tempo que o apocalipse chegou… isso é algo que todo mundo sabe, não é?

— Ah, já entendi. Você deve ser uma forasteira. —  Changzai tirou os óculos e limpou eles com o canto da camisa enquanto percebia esse fato. Ele colocou os óculos novamente e deu uma boa olhada na Sanji. — Desde quando você está aqui? Quanto tempo você esteve lá fora? Pelo que você falou, eu presumo que você também possui habilidades?

Por que eu deveria ser interrogada por você?

Sanji achou ridículo, então respondeu com suas próprias perguntas.

— Nem todos do Oásis vem lá de fora? Você quer dizer que algumas pessoas aqui não desenvolveram habilidades?

Quando ela fez essas perguntas, ela se lembrou que a Irmã Li tinha mencionado algo sobre um medicamento.

Qual é a conexão entre esse medicamento e as habilidades das pessoas?

Changzai olhou-a severamente.

— Eu perguntei primeiro. Pergunta e resposta. Você não entendeu?

Sanji descobriu que era irritante manter uma conversação com essa pessoa, então ela simplesmente decidiu ir embora. Mesmo sabendo que havia algo estranho com as pessoas aqui no Oasis e suas habilidades, não era necessário que ela obtivesse as respostas dele. Das 1.800 pessoas aqui, ela poderia facilmente perguntar a qualquer outra pessoa!

Ela não achou que ouviria os passos do Changzai atrás dela depois de sair. Ele a seguiu e gritou:

— Por que você se irrita tão fácil? Ei, espere. Você ainda não respondeu as minhas perguntas… Mais devagar, por favor. Tá bom, tá bom! Eu vou responder às suas perguntas. Dá pra parar?

Sanji finalmente parou. Apesar do condições físicas dela acima da média, ela não tinha usado nem 10% da velocidade, e ainda assim Changzai não conseguia acompanhar ela. Ela franziu as sobrancelhas e perguntou.

— Você não teve nenhum aprimoramento físico?

A expressão perdida atrás dos óculos de armação dourada do Changzai era o suficiente para responder a pergunta.

— O que está acontecendo? Todos os pós-humanos de uma forma ou de outra deveriam ter algum aprimoramento físico.  — Sanji ficou intrigada.

— O quê? — Changzai parecia perplexo enquanto ofegava pesadamente. — Deixa eu perguntar algo primeiro. Você precisa me responder. Quando você chegou ao Oasis?

— Não tem nem uns 30 minutos, — Sanji pensou por um momento e respondeu. Com medo dele continuar perguntando, Sanji rapidamente mandou outra pergunta. — As pessoas aqui não desenvolveram nenhuma habilidade?

Changzai negou balançando a cabeça, com uma expressão séria no rosto.

— A maioria das pessoas no Oasis são apenas pessoas normais. Logicamente falando, eles provavelmente nem teriam sobrevivido no estágio inicial quando a temperatura estava aumentando e teriam morrido como todos lá fora… Entretanto, a professora Bai desenvolveu um tipo de medicamento que podia induzir artificialmente a resistência ao calor, mesmo em pessoas normais. Mas esse é o limite da coisa toda, e como pessoas normais tem zero potencial de crescimento, eles não ganharam nenhuma outra habilidade, mesmo se eles consumissem mais medicamentos. Isso não é um segredo. Se você ficar aqui por um tempo, naturalmente vai saber dessa história.

Esta professora Bai … deve ser um super gênio!

Muito impressionada, Sanji rapidamente fez outra pergunta:

— E você?

— Entrei no Oásis no 7º dia do Novo Mundo. — Changzai estranhamente suspirou mesmo com seu rosto sério. — Na época, eu já tinha desenvolvido a minha habilidade de ‘detectar mentiras’, mas eu não tive nenhum tipo de aprimoramento físico. Nesse tempo todo, eu quase nunca conheci outro pós-humano como eu, então quando você falou da minha habilidade, eu fiquei realmente animado.

Sanji concordou com a cabeça ao ouvir a explicação dele. De repente, ela percebeu algo e perguntou com urgência.

— Espere. Se você já desenvolveu sua habilidade, então … o que eles falaram sobre isso? Eles sabem sobre sua habilidade?

— Eu acho que não, pelo menos não naquela época. — Changzai ponderou sobre o significado oculto da pergunta, já que ela parecia bastante ansiosa. — O Oásis fornece a mesma narrativa para cada novo membro. Este lugar protege a centelha da humanidade, tem uma grande causa nobre. Então, o que você está querendo insinuar?

Sanji permaneceu em silêncio, ela não sabia por que ela estava agindo desta maneira também.

— Você está fazendo as coisas ficarem muito complicadas… Eu usei minha habilidade “Discernir Mentira da Verdade”, e eles estão dizendo a verdade. Eu estou aqui há bastante tempo e as pessoas aqui no Oásis não tem segundas intenções. Eles honestamente querem salvar a humanidade.

Sem segundas intenções?

Sanji se lembrou das palavras da Irmã Li: “Essas três pessoas devem ser contadas como minhas…”

Se eles são tão honestos e dedicados, por que elas pareciam com vendedoras de esquema de pirâmide?

— Mas… — Changzai de repente começou a balbuciar um pouco, — Tenho um conselho para você…

— Por que vocês não estão dormindo! O que vocês estão fazendo?

Uma voz furiosa soou no salão principal, perguntando rudemente. Sanji se virou e olhou para trás e viu Yu parada na escada. Ela olhou para eles com uma expressão exasperada.

— Senhorita Lin, por que você está aqui? Você sabe que a temperatura pode ficar perigosamente alta durante o dia?

Antes que Sanji pudesse reagir, Changzai exclamou silenciosamente, — Merda! — e imediatamente correu em direção à saída. Desta vez, seus movimentos foram bastante rápidos. Ele abriu a porta e correu para fora no sol ardente.

— Changzai! Eu sei que é você! Você não perde por esperar! Definitivamente vou relatar isso ao Executivo Chen! — Yu gritou, perseguindo-o implacavelmente. Quando ela viu que ele tinha desaparecido, ela se virou para encarar a Sanji e disse firmemente.

— Senhorita Lin, vá para a cama!

Ela não entendeu por que a atitude de Yu ficou tão desagradável tão rapidamente. Sanji seguiu Yo pelas escadas e depois de considerar por um momento, ela falou baixinho.

— Eu encontrei ele acidentalmente, nós só trocamos poucas palavras. Eu só queria conhecer este lugar um pouco melhor…

Yu, que estava na frente dela, caminhou apressadamente sem responder, agindo como se não tivesse escutado a pergunta da Sanji. Irritada, Sanji decidiu ficar calada. Ela pensou sobre a frase inacabada do Changzai…

O que ele queria falar?

Na entrada do subsolo um, Yu, cuja raiva ainda não tinha passado completamente, olhou para ela e forçou um sorriso.

— Senhorita Lin, eu sei que eu fui um pouco grosseira. Não leve isso a sério. As regras feitas pelo Oásis são para manter todos seguros. Você não pode sair do subsolo depois de um certo horário. Como eu sou a administradora do prédio 42, se alguém não seguir as regras, eu seria punida. Por favor entenda.

Sanji não queria arrumar confusão com ninguém no primeiro dia, então ela concordou indicando que entendia. Yu imediatamente sorriu tão agradavelmente quanto antes e entrou no subsolo com ela. O subsolo estava muito quieto. Todos os membros do Oásis provavelmente seguiam essas regras, e só alguns poucos estavam no corredor. Sanji abriu as cortinas do seu cubículo de número 1629. Ao acaso, o seu olhar pousou sobre a figura de alguém ao longe. Aquela pessoa parecia muito familiar.

Berjkley
Analista de Sistemas, Game Developer, Mestre de RPG. Gosta de Doctor Who, Não gosta de Vampiros Purpurinados.
FONTE
Cores: