MdG – Volume 2 – Interlúdio – 3Lobos

MdG – Volume 2 – Interlúdio

— Ahh, droga! Minha bunda dói! Eu sabia que não podia confiar em carruagens.

— Eu e meu amigo aqui têm se venturado por todos os lados, e me deixe lhe dizer, se os deuses quisessem que os aventureiros rolassem por aí, eles teriam nos dado rodas.

— Nós? Estamos… bem, estamos fazendo uma entrega. Nós fazemos isso às vezes. Às vezes… alguém nos pede.

— E quanto a vocês, garotas? Quero dizer, um grupo feminino pode ter os seus próprios desafios.

— O que você quer dizer com “tipo o quê”? Digo, vocês não podem montar, e uma vez por mês, vocês… vocês sabem. Vocês precisam descansar todo o tem… Hrgk!

— Pfft! O que está fazendo? Quem simplesmente lança Teia de Aranha em um cara de repente?

— Eu, peço desculpas pela minha, indelicada, companheira…

— …Sim, sim. Desculpe por isso… você sabe…

— Mas, sinceramente. Um grupo de três garotas? Vocês devem ter cuidado. Não apenas com monstros e bandidos também. Existem alguns aventureiros bem despudorados à solta, também. Iniciantes, não são? eles dizem. Precisam de ajuda? Bem, parece que a aventura de vocês foi muito bem! Só precisamos de um pouco de grana por lhes mostrar como se faz! E se vocês não puderem pagar… bem, se tiverem sorte, eles só irão pegar seus equipamentos. Mas caso contrário, vocês podem acabar manietado com dívidas.

— Sempre existiram pessoas mais experientes que vão se aproveitar daqueles menos experientes. Não está pior do que costumava ser, no entanto. Antigamente eles davam porrada nos novatos no bar e depois os despia.

— Isso foi, vinte, ou trinta anos, atrás, não foi?

—  O que? Não quer que eu as assuste com histórias dos velhos tempos? Está tudo bem. Um pouco de medo faz você prestar atenção. Não somos todos pessoas tão más, mas também não somos todos tão bons.

— Digo… somos todos aqueles-que-possuem-palavras. Todos rezamos da mesma forma, não é?

— Algumas vezes nós discutimos, nós lutamos, nós não nos damos muito bem. É assim que as coisas são.

— Ah, é. Por vezes se vê grupos que são, como, cheios de garotas exceto por um cara. Muito bom. Mesmo meio sórdido.

— Pessoalmente, não me interessa, no entanto. Sou a favor do amor, sabe? O amor tem que ser livre!

— ……

— Ei, o que eu disse para merecer um olhar assim?

— Enfim, garotas, o ponto é; tenham cuidado.

— Ouvi dizer que há coisas estranhas acontecendo ao redor dessa “cidade da água”, recentemente. E se ele está presente, significa que tem algo a ver com goblins.

— Leve a melhor espada que goste, mas se eles atacarem você antes de poderes a puxar, não servirá de nada.


KakaSplatT
Técnico em eletromecânica e tradutor quando possível…
FONTE
Cores: