LAB – Capítulo 86 – 3Lobos

LAB – Capítulo 86

A escolha das bruxas

Ramos não sabia quanto tempo ela ainda poderia aguentar. A sua viagem de volta para o acampamento na Cordilheira Intransponível das terras desoladas[1] levou quase meio mês. Para evitar ser perseguida pelas bestas demoníacas, ela cuidadosamente se escondeu dentro de tronco grosso e sólido de uma árvore, para confirmar que não havia nem bestas demoníacas nem animais selvagens nos arredores, antes de correr para o próximo local e se esconder. Apesar de sua preocupação com a lentidão de sua viagem de volta, ela não tinha outra escolha. Se ela fosse farejada pelas bestas demoníacas, ela não poderia sobreviver sozinha.

Mais de uma dúzia de irmãs caíram sob o ataque dos Diabos, e as irmãs que sobreviveram não eram boas em lutar. Durante o tempo em que Mão de Ferro[2] pulou no meio das bruxas e começou seu massacre, elas se espalharam em todas as direções, mas no final, havia apenas algumas que ainda estavam vivas e podiam voltar para o acampamento. Pensando em todas as mortes, a dor dentro do coração de Ramos não cessava.

A ação de se esconder constantemente durante a fuga consumia uma grande quantidade de poder mágico, por isso, ela só conseguia percorrer uma distância de aproximadamente 16 km todos os dias. Além disso, ela sempre precisava economizar energia suficiente para sobreviver às noites. Já que todas as rações que ela tinha à mão foram usadas, ela também precisava procurar frutas silvestres para aliviar sua fome constantemente. Não bastasse todas essas aflições, o feitiço de calor dentro do emblema da Associação Cooperativa das Bruxas também tinha ficado sem poder, então, ela só poderia usar cascas de árvore para se cobrir. Toda vez que pensava nas mortes das jovens bruxas, que nem sequer tiveram a oportunidade de amadurecer, as quais ela prometeu proteger, Ramos não conseguia se segurar, e chorava copiosamente.

E, como se tudo isso não bastasse, durante uma noite, quando ela estava envolvida em seu tronco de árvore, ela foi constantemente atacada pela tortura do diabo. Após os constantes ataques mentais e físicos, ela havia se esquecido completamente disso. De repente, sentiu como se seu peito tivesse sido aberto, e a dor rapidamente se espalhou por todo o corpo. A dor a atacou tão subitamente que Ramos quase perdeu sua consciência instantaneamente. Ela só conseguiu lutar quando mordeu a língua e saboreou o sangue fluindo em sua boca. Sob a tortura constante, Ramos pensou em desistir várias vezes, mas também pensou na possibilidade de que suas irmãs também estivessem esperando, todas as vinte irmãs que conseguiram fugir com ferimentos graves, que somente ela poderia curar. Isso lhe dava forças para lutar contra a tortura do diabo.

Felizmente, ela não precisou sofrer por muito tempo sob a tortura do diabo. Quando ela finalmente superou o sofrimento, ela descobriu que o tronco da árvore que cercava seu corpo tinha um enorme buraco. Pior ainda, estava encharcado com o seu sangue. Então, para que o cheiro dela não fosse descoberto pelas bestas demoníacas, ela teve que lutar contra a dor e a exaustão e tirar suas roupas antes de fugir para outra árvore. Ao mesmo tempo, ela fez algumas gavinhas crescerem em um ramo nu e fez roupas quentes. Com sua magia orientando o crescimento das plantas, as gavinhas tornaram-se agulhas e os ramos tornaram-se fios.

Durante sua fuga, ela não podia comer comida cozida ou beber água morna. Quando finalmente adentrou nas montanhas da Cordilheira Intransponível, Ramos ainda adicionou duas camadas adicionais de gavinhas e ramos em suas roupas, cobrindo e pressionando com força suas mãos e pés, mas tudo isso ainda não foi suficiente para se proteger da temperatura que estava caindo rapidamente, além da neve que caía em seu tornozelo. Isso acabou deixando os dedões de seus pés em um estado de quase-congelamento. Mesmo assim, entre paradas, caminhadas e até mesmo percorrer parte do caminho se arrastando, ao ponto de não sentir mais os seus pés, Ramos finalmente conseguiu retornar ao acampamento antigo.

No momento em que viu a figura familiar de uma de suas irmãs, Ramos caiu no chão, inconsciente.

Quando ela acordou dois dias depois, devido ao longo tempo que seus pés haviam sido expostos às baixas temperaturas, suas lesões tornaram-se tão graves que até mesmo seu próprio tratamento com ervas não conseguiu parar a propagação da gangrena[3]. Elas não tiveram outra escolha e precisaram cortar, como último recurso, os dedões de ambos os pés de Ramos.

Esses sacrifícios não incomodaram muito Ramos, já que ela conseguiu sobreviver. Ao comparar com aquelas irmãs que nunca voltaram, ela teve muita sorte. No entanto, quando viu que os braços de suas irmãs sobreviventes estavam todos envoltos em panos brancos, uma grande tristeza se espalhou incontrolavelmente na parte mais profunda de seu coração.

No momento em que partiram, já haviam apenas quarenta e duas irmãs, mas agora haviam apenas seis sobreviventes.

Quando Ramos finalmente conseguiu se acalmar, ela perguntou às outras como elas conseguiram escapar.

Como já se sabia, durante a luta com os demônios, as bruxas que não possuíam habilidades de combate, aproveitaram a oportunidade para escapar, correndo em direção ao acampamento na Cordilheira Intransponível. Durante sua primeira noite, elas foram atacadas por bestas demoníacas, que eram de uma espécie de javali. Como elas não conseguiam lutar, às bruxas só restava fugir. O fato de serem atacadas novamente por bestas demoníacas era claramente um mau presságio, mas não havia nada que pudessem fazer contra isso. Na manhã seguinte, após um novo ataque de bestas demoníacas de uma espécie de lobo, apenas oito bruxas conseguiram escapar. Felizmente, após ter entrado na Cordilheira Intransponível, as bestas demoníacas não as perseguiram mais.

Quando finalmente chegaram no acampamento alguns dias atrás, duas irmãs foram assoladas pela tortura do diabo. Talvez, isso tenha acontecido devido às intensas experiências traumáticas dos últimos dias, e um pressentimento ruim de um futuro sombrio … ainda assim, elas não tiveram a vontade de lutar e não conseguiram sobreviver à tortura do diabo. Entre estas bruxas não havia nenhuma com habilidade de batalha, então, todas elas pensaram que morreriam nas mãos dos demônios. Por isso, ninguém jamais esperava que Ramos voltaria ao acampamento.

Finalmente, alguém perguntou:

— Então … o que aconteceu com nossas outras irmãs? Rúbea, Áugure e, bem, nossa mentora Kara … elas conseguiram sobreviver como você?

Ramos balançou a cabeça e sussurrou:

— Eu sou a única que sobreviveu.

— Você … —  Pergaminho[4] estava em silêncio, mas quando decidiu perguntar, ela já adivinhou a resposta, então ela disse — Você agora precisa descansar. Além disso …  — Ela hesitou por um momento —, Ramos, temos uma coisa importante para dizer.

— O que? —  Ramos perguntou, exausta.

— Quando você estava coma, nós, irmãs, conversamos e chegamos à conclusão de que, no caso de Kara não voltar, gostaríamos que você assumisse a posição de nossa mentora.

Com essa notícia dita assim, de repente, Ramos ficou distraída por um tempo e fechou seus olhos para pensar.

Bom, é verdade, realmente a nossa Associação Cooperativa das Bruxas sofreu um golpe fatal, e se nós não selecionarmos uma líder rapidamente, acredito que a Associação poderá até mesmo acabar. Contudo, o propósito de nossa sociedade é a busca pela montanha Sagrada e obter a liberdade e a paz. Agora, a nossa busca pela Montanha Sagrada se findou. Não, a própria Montanha Sagrada foi um engodo. Ela não existe nas montanhas da Cordilheira Intransponível, tão pouco existe nas terras desoladas. Então, como nossa Associação poderia continuar existindo?

A mente de Ramos estava no mais completo caos. Mesmo assim, ela não dava brecha para o caos, pois Ramos ainda podia sentir os olhares de suas irmãs, ansiosas por uma resposta. Suas irmãs precisavam de uma liderança firme para orientá-las a ir em frente, alguém que não tivesse desistido ainda.

Depois de um longo silêncio, Ramos finalmente falou:

— Nós … vamos procurar Rouxinol.

Ao ouvir sua decisão, as outras irmãs começaram a gritar em desordem.

— Por que devemos procurar por ela?

— Você quer dizer que devemos ir para Vila Fronteiriça também?

— E se ela mentiu para nós?

— Wendy também está lá.

— Mas ela pode ter morrido há muito tempo!

Tendo presenciado o suficiente, Pergaminho bateu palmas, pedindo a todas para se acalmarem, e então perguntou a Ramos:

— O que devemos fazer se o que Rouxinol disse também for uma mentira?

— Vocês todas podem esperar do lado de fora da vila, longe o suficiente para estarem seguras. — Ramos respondeu enquanto abria os olhos — Deixem que eu descubra a situação antes de determinar se o que Rouxinol disse é verdade ou não. Por isso, no momento, eu vou assumir o posto de mentora da Associação Cooperativa das Bruxas, mas … se eu morrer na vila, Pergaminho assumirá o comando e liderará as irmãs em segurança.

— Mas eu … — Pergaminho começou, mas ela logo foi interrompida por Ramos.

— Eu sei que sua habilidade não é adequada para lutar, e sua capacidade não é de muita ajuda para as tarefas diárias do acampamento. Mas agora eu entendo que a força da habilidade não é importante para determinar o valor de um líder. A mentora deve ser uma guia, em vez de ser a mais forte, mas, infelizmente, é muito tarde para nós agora. Se Wendy fosse nossa mentora, sempre cautelosa e paciente, o resultado não seria completamente diferente? Você e Wendy foram as primeiras a se juntar à Associação Cooperativa das Bruxas, então você já é uma irmã mais velha. Você atravessou todo o Reino em sua marcha a partir do Leste para alcançar a Cordilheira Intransponível, então você tem muita experiência. Você é cautelosa, e você não acha que é melhor do que todas as outras. Então, não há ninguém que seja mais adequada para ser a mentora de nossas irmãs do que você.

Depois de ouvir isso, Pergaminho ficou em silêncio por um momento até dizer:

— E se o que Rouxinol disse for verdade?

— Então, nossa Associação Cooperativa das Bruxas não possui nenhuma razão a mais para existir. — Ramos explicou lentamente — Afinal, isso significaria que Vila Fronteiriça é a nossa Montanha Sagrada!


 

 

[1] A partir de agora, essa porção de terra será chamada de terras desoladas.

[2] Mão de Ferro é o nome que ela deu para um dos Diabos. Se você se esqueceu, mas quer conferir, leia novamente aqui no Capítulo 77.

[3] É um tipo de necrose. Ao ficar exposta ao frio constante, a pele congelada acaba morrendo, e o tecido morto acaba se espalhando.

[4] Sim, os nomes das bruxas são simples assim. Temos Rouxinol, Ramos e agora a bruxa Pergaminho. Quem adivinhar o poder dela ganha um convite para o Discord da 3Lobos. 😉

JZanin
Professor de Química, mestre e jogador de RPG sem tempo.
FONTE
Cores: