LAB – Capítulo 54 – 3Lobos

LAB – Capítulo 54

Notícias ruins

Petrov não pensou que iria visitar Vila Fronteiriça de novo tão cedo.

Ele não pretendia viajar durante o inverno frio. Em particular, ele não tinha a intenção de deixar sua casa quente enquanto as bestas demoníacas estavam devastando o campo. No entanto, quando Duque Ryan pessoalmente deu a ele a missão de entregar esta carta com as últimas notícias em mãos do 4º Príncipe, ele não teve como recusar.

Ele certamente sabia o conteúdo da carta. Na verdade, toda a aristocracia no Reino de Castelo Cinza estava discutindo essa notícia surpreendente. O Rei de Castelo Cinza foi assassinado pelo seu filho mais velho, Gerald Wimbledon. Imediatamente após a notícia se espalhar, o 2º Príncipe avançou, anunciando que o Reino não poderia sobreviver sem um Rei. Como ele era o segundo na linhagem real do trono, agora ele era o herdeiro e com isso seria o próximo Rei.

No entanto, esse comportamento não foi aprovado por todos. Haviam rumores de que o processo do julgamento de Gerald foi muito estranho, porque durante todo o interrogatório o Príncipe só foi visto algumas vezes, não disse uma única palavra e as suas mãos estavam amarradas firmemente o tempo todo. Assim, a maioria dos Ministros aguardou até examinar o assunto completamente antes de decidir quem herdaria o trono.

Também haviam rumores de que o segundo filho, Timothy Wimbledon, estava interpretando um drama escrito por ele mesmo, em que ele era o verdadeiro assassino e só estava fingindo estar de luto, mas a verdade é que ele mal podia esperar para herdar o trono.

No final, o debate sobre o verdadeiro culpado não teve sentido, pois o 2º Príncipe teve o apoio da maioria dos Ministros do império, podendo tomar temporariamente a posição do Rei, conferindo a Timothy o direito de ser o Supremo Governante de Castelo Cinza. Ao mesmo tempo que assumiu o trono, ele emitiu uma ordem para lembrar a todos os seus concorrentes que a batalha pelo trono tinha terminado, por isso os filhos do Rei deveriam voltar a Castelo Cinza antes do final do inverno, imediatamente após receberem esse decreto. Com base na decisão de seus territórios conferidos durante os últimos seis meses, o novo Rei seria então oficialmente canonizado.

Petrov podia claramente detectar o teor de urgência dentro da carta.

Por meio deste decreto, Timothy Wimbledon poderia firmemente assegurar o trono. Tudo dependia da reação dos outros filhos do Rei. Se eles se comportassem e desistissem da luta pelo trono, retornando pra Castelo Cinza, Timothy naturalmente se tornaria o incontestável Wimbledon IV.

Todos os documentos enviados para Vila Fronteiriça seriam transferidos para Forte Cancioneiro primeiro. Quando Duque Ryan viu a ordem para os filhos do rei retornarem, sua primeira reação foi rir desdenhosamente. O antigo Rei sempre foi justo com os nobres e deu a eles muita liberdade, mas quanto ao 2º Príncipe, sua ascensão ao trono pela força seria incomparavelmente difícil. Ao saberem que Gerald foi condenado à morte pela guilhotina, ninguém iria voltar para Castelo Cinza, temendo receber o mesmo tratamento.

No entanto, aos olhos das seis Famílias de Forte Cancioneiro, este decreto chegou na melhor hora possível.

Dois meses atrás, Earl Alce estabeleceu um plano não autorizado em ação e deixou Duque Ryan muito infeliz, principalmente porque seu plano falhou. A reação do Príncipe foi muito intensa, condenando Hiller Dmitry à morte por enforcamento. Com isso, pode-se dizer que ambos os lados estavam com uma relação amarga e conflituosa.

O Duque Ryan tinha pretendido, originalmente, esperar até o fim dos Meses dos Demônios, de modo que tivesse uma mão livre para resolver esse problema terrível, mas agora ele estava com a faca e o queijo na mão. Com este decreto, ele tinha o aval do reino. Roland Wimbledon foi chamado de volta pelo futuro Rei, então quando ele saísse, Vila Fronteiriça seria naturalmente propriedade de Duque Ryan novamente. No entanto, se ele não voltasse para Castelo Cinza, o Duque Ryan poderia mandá-lo de volta à força, sob a ordem e bandeira do novo Rei.

No final, o Duque não se importava em quais mãos a coroa estaria.

Pensando em seu retorno à Vila Fronteiriça, Petrov, o embaixador, naturalmente não se sentiu muito confortável. Na última vez, ele havia prometido que, na sua próxima visita, traria um novo acordo comercial, mas no fim o resultado foi que eles foram atacados pela Família Alce. Agora ele estava de volta, trazendo más notícias mais uma vez, seja a morte de seu pai Wimbledon III, seja o novo rei ou a ordem para retornar, Petrov acreditava que o 4º Príncipe não iria gostar de nenhuma delas.

Como o Reino de Castelo Cinza estava erigido ao Sul do continente, o caminho para Vila Fronteiriça sempre foi tranquilo, pois mesmo no inverno, o rio não congelava.

De vez em quando, Petrov ia até a janela para olhar o ambiente. Durante a viagem, ele não viu ninguém morto, morrendo de fome ou mesmo fugindo, o que indicava que Vila Fronteiriça ainda estava resistindo, inutilmente.

Isso o deixou um pouco surpreso. Afinal, a última vez que ele tinha visitado a vila, ele tinha visto que a muralha ainda estava sendo construída. Petrov não estava confiante na construção, pois estavam construindo uma muralha de pedra e lama.

Então, uma situação ainda mais surpreendente apareceu. Ele viu um navio com a bandeira de Vila do Salgueiro pendurado em seu mastro, lentamente passando-os no lado direito do rio. Geralmente, esta seria uma cena familiar, mas não durante os Meses dos Demônios! Então quer dizer que Vila Fronteiriça consegue ser capaz de lutar contra as bestas demoníacas e ainda ser capazes de fazer negócios? Sem transferir todos os seus trabalhadores de mineração para a defesa, como eles poderiam suportar os ataques brutais daqueles monstros?!

Três dias depois, o navio de Petrov chegou ao píer de Vila Fronteiriça.

Ainda era a mesma doca de madeira em ruínas, mas agora, havia um galpão de madeira na sua extremidade. Depois que o navio atracou, dois guardas saíram do galpão, olhando fixamente para cada movimento dos marujos.

Petrov compreendeu imediatamente o que Roland pretendia com esse arranjo.

Obviamente, o 4º Príncipe não queria que ninguém saísse secretamente da vila pelo rio.

Após os guardas identificarem o navio, alguém imediatamente trouxe um cavalo e, em seguida, levou Petrov até o castelo. Petrov esteve acompanhado por guardas durante todo o trajeto.

Tal como na época anterior, o Príncipe Roland Wimbledon encontrou-se com Petrov na sala de estar. Além disso, embora não fosse o horário regular de uma refeição, o Príncipe ainda ordenou aos assistentes para preparar uma refeição farta.

Presunto grelhado, fatias de peixe seco, uma salada desconhecida preparada com ervas selvagens, bem como manteiga, pão e legumes que poderiam ser vistos em qualquer festa de jantar, foram preparados sem cerimônia.

Parecia que o Príncipe gostava de falar de negócios durante o jantar.

Enquanto Petrov pensava assim, suas mãos não pararam por um momento. Afinal, nos últimos dias ele não teve muita chance de comer algo decente. Mesmo em sua própria Família Madressilva, quando não tinham convidados para o jantar, basicamente, só comiam pão com bacon.

Após o jantar, a sobremesa foi servida. Durante este tempo, Petrov respeitosamente entregou a carta.

Roland pegou a carta e abriu o selo de cera com sua faca de jantar. Fora da vista, ele rolou a carta e deu uma rápida olhada, então ele ficou boquiaberto.

O rei estava morto?

Roland não tinha nenhum sentimento por esse pai nominal. Desde a sua transmigração, ele tinha vivido em Vila Fronteiriça, então ele nunca tinha visto seu pai face a face. Mesmo nas recordações do antigo Príncipe, seu pai sempre aparecia ligado a sentimento de culpa e ressentimento. Devido a isso, ele sentiu que ele estava preso em uma situação muito embaraçosa. Ele deveria ter um olhar de pesar em seu rosto?

Lendo o seguinte conteúdo, ele pôde sentir o cheiro de uma conspiração. Wimbledon III foi assassinado por seu filho mais velho? Sob a identidade do novo Rei, o 2º Príncipe anunciou o fim da batalha pelo trono e imediatamente ordenou que todos os seus irmãos voltassem para Castelo Cinza?

Roland tossiu e levantou a cabeça, apenas para ver os olhos apologéticos de Petrov.

Então — Roland pensou —, receio que o Duque Ryan esteja feliz, independentemente do que eu faça. Não importa o que eu faça, se cumprir ou não a ordem, ambos são um dilema próprio. Petrov não trouxe o acordo comercial e, além disso, trouxe uma carta com más notícias. Acho que no momento ele não está se sentindo bem com isso.

Roland sorriu secretamente, depois dobrou a carta e disse:

— Eu entendi.

— Bem, Vossa Alteza, então o que o senhor vai fazer …

— Mesmo que eu queira ir, terei de esperar até o fim dos Meses dos Demônios. Agora mesmo no gelo e na neve, se eu for embora, então o que fariam as pessoas de Vila Fronteiriça?

Se fosse outra pessoa, Petrov certamente diria algo como — Não se preocupe, o Forte Cancioneiro o ajudará a lidar adequadamente com essa situação — ou qualquer outra resposta diplomática. Mas na frente do 4º Príncipe, que ele só vira duas vezes, não podia falar descuidadamente. Esta foi a primeira vez que Petrov detestou sua própria identidade como embaixador. No final, ele apenas balançou a cabeça:

— Eu entendo. Devo levar a resposta de Vossa Alteza?

Como resposta, Roland chamou seus assistentes para trazer uma caneta e papel. Ele escreveu uma resposta rápida e, em seguida, selou-o com cera e seu próprio selo, entregando a Petrov.

Petrov pegou o envelope. Estava escrito claramente ao Príncipe Timothy Wimbledon de Castelo Cinza no verso e não ao Rei Wimbledon IV.

Petrov entendeu que Roland tomou sua decisão.


Deodoro
Tradutor nas horas vagas. Só joga no hard.
FONTE
Cores: