LAB – Capítulo 42 – 3Lobos

LAB – Capítulo 42

Acidentes

— O que acontece quando uma besta demoníaca morde um ser humano? —  Roland perguntou — Eles irão se transformar em bestas também?

Roland estava torcendo para isso não se tornar uma versão medieval de Resident Evil. Afinal, com seu atual nível de tecnologia ele não conseguiria extrair o vírus e produzir os antígenos necessários.

— Mas é claro que não. — Machado de Ferro olhou para Roland com uma expressão tipo ‘Como você pode fazer uma pergunta dessas? — Elas irão se transformar em um cadáver.

— E quanto a sua carne, as bestas demoníacas ainda são comestíveis?

Carter exclamou em voz alta:

— Vossa Alteza! Como você pode pensar em comer a carne das bestas demoníacas. Elas estão contaminadas com o Sopro do Inferno, ahh!

Roland olhou para Machado de Ferro que assentiu e disse:

— Seu cavaleiro-chefe está certo. Eu já cortei a carne de algumas bestas demoníacas para alimentar meus cães. O resultado foi que os meus cães morreram pouco tempo depois de comer a carne.

— Sério? Isso realmente é uma pena. — Roland suspirou. Durante este tempo, as fontes de alimentos eram escassas. Se eles fossem capazes de comer as bestas demoníacas durante os meses de inverno, eles teriam meses de fartura. Pense nisso, todos os animais da floresta correriam feito loucos para Vila Fronteiriça. A milícia iria até mesmo economizar muito em armadilhas e equipamentos de caça.

Depois disso, Roland caminhou ao longo de toda a muralha. Então ele decidiu fazer uma visita a Nana.

Roland tinha requisitado a residência de um nobre que recentemente deixou Vila Fronteiriça para ser usada como um hospital de campanha[1]. Claro, ele disse que seria uma escola para uma medicina estrangeira. Mas por precaução, o local ficava perto da muralha da vila e era um dos lugares mais protegidos em Vila Fronteiriça.

Quando o antigo proprietário da residência voltou ao Forte Cancioneiro ele tinha levado todos os seus bens com ele. Os outros habitantes de Vila Fronteiriça sempre estavam prontos a desistir de suas casas. Dessa forma, mesmo que a residência fosse bastante grande, eles não encontraram quadros, tapetes, vasos de porcelana ou outros tipos de decorações. Se não estivesse bastante limpa, poderiam dizer que era uma casa abandonada há bastante tempo.

Roland transformou o primeiro andar em um grande quarto. Foram deixadas apenas as escadas para o piso superior e um pequeno corredor. Então, ele colocou dez camas no quarto. Com isso, o hospital de campanha ficou pronto. Era algo simples, não havia enfermeiros nem médicos e as camas nem estavam aptas a serem usadas por muito tempo. Após o tratamento de Nana, os pacientes não continuariam em suas camas, pois o tratamento era instantâneo.

Durante o dia, Nana iria ficar no segundo andar do hospital de campanha e Anna poderia vir se não tivesse algo para fazer. O Sir Pinheiro e Brian eram responsáveis ​​pelo primeiro andar, e dois guardas estavam protegendo a entrada.

No entanto, Roland não esperava que o primeiro paciente do hospital de campanha fosse um trabalhador da mina da encosta norte em vez de um soldado da milícia que defendia a muralha.

Nils estava com as mãos tremendo.

Quando ouviu o som rouco de ferro novamente, ele tentou pegar o seu ritmo mais uma vez, mas mesmo sua velocidade mais rápida não o fazia voar.

Isso tudo foi porque ele não prestou atenção no que estava fazendo. — Nils pensou — Droga, como ele pôde esquecer as advertências que foram repetidas tantas vezes pelo cavaleiro sênior?

Se ele soubesse que isso iria acontecer, ele não teria agarrou sua chance de trabalhar com o grandalhão!

Desde o dia em que o grandalhão foi instalado no portão da mina durante a noite, o trabalho dos mineiros ficou muito mais fácil.

Antigamente, a parte mais cansativa do trabalho era trazer o minério para fora da mina quando a vagoneta[2] estivesse cheia de pedras. Geralmente, duas pessoas iriam empurrar a vagoneta para cima e o resto iria puxar pela corda. Depois de anos de uso, o chão do túnel, que era bastante irregular, ficava plano devido ao transporte das vagonetas. A almofada na parte de baixo da vagoneta também precisava ser substituída frequentemente.

Uma semana atrás, o cavaleiro-chefe ordenou que o cavaleiro sênior e seus homens transportassem uma grande quantidade de peças estranhas feitas de metal até a mina. Quando eles juntaram as peças, parecia que tinham montado um forno. Nils jamais podia sequer imaginar que esse forno se moveria sozinho quando fosse abastecido com fogo. Além de se mover sozinho, ele também tinha uma força extraordinária.

O cavaleiro sênior tinha dito que era invenção de Sua Alteza Real e, aparentemente, foi chamado de motor a vapor.

Primeiro, uma vagoneta precisava ser presa com uma corda no motor a vapor para, em seguida, alguém ter que fazer fogo para o motor começar a funcionar. Em seguida, o guincho começava a girar e a vagoneta era rapidamente transportada para a entrada da mina.

Simplesmente incrível!

O cavaleiro sênior havia selecionado uma pessoa responsável pelo motor a vapor depois de vários testes. Quando Nils foi selecionado, ele estava muito satisfeito consigo mesmo, já que ele havia esperado muito tempo por uma oportunidade tão boa. Afinal, ele só tinha que ficar na frente da máquina! Ele já não precisaria cavar pedras ou minerais, e ele nunca mais precisaria empurrar uma vagoneta. O último colapso da mina ainda deixou Nils assustado.

As palavras do cavaleiro sênior ainda estavam em sua cabeça.

Ele disse que o trabalho não seria pesado nem difícil. O grandalhão iria fazer todo o trabalho, e tudo o que Nils precisava fazer era puxar a alavanca verde e depois puxar a alavanca vermelha. O cavaleiro sênior também disse que a alavanca verde estava conectada à válvula de admissão, enquanto que a válvula de escape estava conectada à alavanca vermelha, de modo que o vapor iria passar através do tubo para dentro do cilindro. Assim que a vagoneta fosse puxada para a entrada da mina, ele teria que fazer o inverso, se quisesse parar a máquina. Primeiro, ele iria empurrar a alavanca vermelha e depois a alavanca verde. Dessa forma, o vapor seria liberado pelo canal ao lado da caldeira. Após cada ciclo, o forno precisava ser suplementado com água até que estivesse cheio. Embora ele não soubesse o que era uma válvula ou um cilindro, Nils ainda prometeu fazer tudo passo a passo.

No entanto, o cavaleiro sênior reforçou dois pontos que eram mais importantes. O primeiro ponto era que ele não poderia errar a ordem das alavancas. Para ligar o motor, ele tinha que puxar a alavanca verde, depois a vermelha. Para parar, ele deveria empurrar a alavanca vermelha, depois a verde. Se ele cometesse um erro, poderia até mesmo destruir o motor. O segundo ponto era que quando ele estivesse liberando o vapor, Nils precisava lembrar constantemente os mineiros para se afastarem até que a alavanca vermelha fosse completamente levantada.

O primeiro ponto Nils tinha gravado em sua cabeça, mesmo com os olhos fechados, ele não iria cometer um erro. Mas com o segundo ponto, ele tinha alguns problemas.

Hoje, ele estava desligando a máquina como de costume. Ele notou que outros mineiros já não estavam ao redor. Ele sentiu que seria um idiota se gritasse alto para dar o aviso se ninguém mais estivesse por perto, então ele concentrou-se totalmente em empurrar a alavanca vermelha. A alavanca vermelha era um pouco difícil de empurrar, e tirando o cansaço, ele precisava fazer muita força e até mesmo ranger os dentes para empurrar a alavanca até o final.

Só que ele não esperava que Tito estivesse na frente do forno enquanto ele estava empurrando a alavanca. Nils não tinha visto Tito ali, porque o motor a vapor era muito grande e fazia muito barulho, então ele sequer ouviu os passos dele. O vapor branco que estava sendo liberado da caldeira foi direto para o rosto de Tito!

Nils ficou tão assustado com o ocorrido, que ele só viu Tito repente cair no chão e se contorcer de dor, enquanto estava segurando seu rosto e gritando com todas as suas forças. Os gritos de Tito foram tão chocantes que mexeram profundamente com Nils, deixando-o arrasado.

Logo após, outros mineiros se reuniram ao redor abrindo as mãos de Tito à força para dar uma olhada no estrago, só para ver que seu rosto vagamente lembrava o rosto de um humano. O sangue estava escorrendo do seu rosto com queimaduras de terceiro grau e seus olhos se transformaram em pérolas brancas. Todas as pessoas presentes tinham certeza de que Tito não poderia ser salvo.

A alma de Nils lentamente voltou ao corpo. Tito sempre tinha tomado conta dele, porque Nils era bem novo. Além disso, o trabalho de Nils era muito mais fácil e tranquilo do que os outros, mas Nils não recebia menos por isso. E agora, este acidente só aconteceu devido à sua negligência.

Entre a dor e ansiedade, Nils de repente se lembrou do que o cavaleiro sênior disse. Se um dos mineiros fosse ferido acidentalmente, ele deveria ser trazido para a área segura perto da muralha, pois um hospital de campanha acabou de ser construído lá.

Embora Nils soubesse que uma lesão tão grave era uma ferida incurável e que a lesão era muito grande, mesmo que a medicina com ervas pudesse ajudar um pouco, ela não conseguiria parar a deterioração da saúde de Tito. Então, Tito iria ter febre alta e logo entrar em coma. Mas mesmo assim, Nils rangeu os dentes, levou Tito em seus braços, independentemente dos olhares confusos que ele recebeu das pessoas próximas, e correu.

Se ele não fizesse nada e Tito morresse, Nils tinha medo que ele jamais poderia perdoar a si mesmo pelo resto de sua vida.


 

 

[1] Hospital de campanha é um termo utilizado para designar os hospitais montados perto de campos de guerra.

[2] Vagoneta é aqueles carrinhos para transporte de minério em minas. No caso da vagoneta aqui em Vila Fronteiriça, ela não possui rodinha.

Deodoro
Tradutor nas horas vagas. Só joga no hard.
FONTE
Cores: