LAB – Capítulo 38 – 3Lobos

LAB – Capítulo 38

A Era das armas de fogo

Machado de Ferro ficou ciente de que eles estavam agora sob vigilância.

Os caçadores que haviam participado da explosão de teste se uniram em uma casa de dois andares perto do castelo. Olhando através da janela, ele pôde ver que a casa estava cercada por paredes de pedra e guardas estavam protegendo a entrada.

Ele não se importava com este regulamento e o fato de que Sua Alteza só enviou dois guardas para supervisioná-los mostrou que ele confiava neles.

Até agora, Machado de Ferro continuava repetindo a imagem da explosão em sua mente, pois até onde ele conseguia se lembrar, nenhuma arma que ele conhecia trouxe um choque tão grande. No extremo sul de sua pátria ele já tinha visto um fogo laranja rompendo o chão, e este fogo poderia continuar a queimar por décadas. Ele tinha visto tempestades infinitas com ondas monstruosas … por mais imprevisíveis que fossem esses poderes, eram a vontade da Mãe Terra ou o deus do mar. Eles eram o chicote de ferro que disciplinava todos os seres vivos.

Mas agora, Sua Alteza começou a desafiar o poder dos deuses, obtendo um poder só visto durante a punição dos céus. Embora comparado ao relâmpago real e ao trovão, a diferença ainda era grande. Alcançar tal nível de poder não era possível para os seres humanos.

Na Nação da Areia, qualquer pessoa que participasse ou fizesse tal demonstração, mais tarde teria sua língua cortada. Claro, esta não era a maneira mais segura de manter segredos. Só os mortos podiam evitar que segredos se espalhassem. E se fosse um estrangeiro? Eles o veriam apenas como blasfemador, e era impossível para um clã estrangeiro entrar na hierarquia principal.

O Príncipe sabia que Machado de Ferro era apenas um meio-sangue, mas ainda permitia que ele testemunhasse a maldição do fogo. Mais ainda, ele também deixou Machado de Ferro ser responsável pela formação do esquadrão de caça. A confiança que Sua Alteza tinha em Machado de Ferro, ficou gravada profundamente em seu coração.

Durante seu tempo na Nação da Areia, Machado de Ferro experimentou as inúmeras traições de amigos e familiares, o que moldou seu comportamento para o lado ruim. Quando ele fugiu para a fronteira sul do Reino de Castelo Cinza, ele ainda sofreu discriminação por ser mestiço, metade Nação da Areia, metade Castelo Cinza. Ele acabou chegando em Vila Fronteiriça, desanimado. Aqui, ele pretendia confiar em suas habilidades de caça para passar o resto de sua vida em paz. No entanto, ele nunca esperara se encontrar com Sua Alteza Real, o Príncipe, nessa pequena vila. E de todas as coisas, ele nunca esperou que o Príncipe confiasse nele.

Ele não tinha dúvida de que, com esta nova arma, quem ganharia a batalha pelo trono seria Roland Wimbledon.

Quando pensou em lutar pelo futuro rei e pelas oportunidades promissoras que conseguiria, Machado de Ferro ficou bastante excitado.

— Todos vocês, reunião agora!

Quando Machado de Ferro ouviu este grito, ele deu uma rápida olhada pela janela e viu o cavaleiro-chefe, Carter, e outros quatro cavaleiros chegando.

Machado de Ferro se vestiu rapidamente, depois desceu as escadas para ficar em pé na frente de Carter. Ele participou em primeira mão da formação da milícia, então ele sabia que Sua Alteza apreciava a disciplina, pois ele esperava transformar aquele grupo de pessoas em uma unidade. Os outros membros de seu esquadrão de caça foram muito mais lentos. Demorou cerca de seis a sete minutos antes que todos eles estivessem alinhados como um time.

— Todos vocês, me sigam até aquele local. — Carter não se importava muito sobre como o esquadrão de caçadores estava alinhado. Em vez disso, ele foi direto para a muralha da vila.

Ele ainda estava no mesmo lugar do teste de explosão. Mas desta vez, Sua Alteza não montou uma área de segurança.

Além de Roland, cavaleiros estavam esperando por eles. Todos eles eram subordinados a Carter. Machado de Ferro observou que Sua Alteza tinha começado a brincar com uma vara de ferro com formato incomum ao explicar algo para os cavaleiros.

Quando Roland viu o esquadrão de caçadores, ele veio a eles e perguntou:

— Vocês estão gostando da nova casa? Já se acostumaram?

— Sim, obrigado por seu cuidado, Alteza. — Todo mundo se curvou e afirmou que as novas casas eram confortáveis.

Na verdade, as novas casas para onde eles se mudaram eram muitas vezes melhores do que as antigas casas. Pelo menos elas não tinham buracos na parede, e os telhados também não eram feitos de um punhado de palha que mal protegia do sol. As novas casas eram feitas de telhas limpas e colocadas cuidadosamente em ordem.

— Muito bom. — Roland balançou a cabeça, satisfeito — As disposições atuais foram necessárias por razões de segurança. Mas vocês viverão lá até os Meses dos Demônios acabar, então vocês poderão voltar para suas antigas casas. Além disso, o salário do primeiro mês já foi pago às vossas famílias, e cada fim de semana vocês terão permissão para visitá-los. Claro, vocês serão acompanhados por guardas.

— Obrigado por sua bondade, Vossa Alteza. — Disse o esquadrão de caçadores alegremente.

Certamente, isso foi um pouco surpreendente demais para Machado de Ferro. Deixando de lado a lei da Nação da Areia, até mesmo a gestão militar de Castelo Cinza não deveria ser tão frouxa. Será que isso era por causa da bondade de Sua Alteza? Machado de Ferro ficou um pouco preocupado, se Sua Alteza quisesse mesmo concorrer ao trono, ele precisava ser cruel e isso ele sabia muito bem, após toda uma vida na Nação da Areia.

No entanto, quando o 4º Príncipe começou a falar sobre as novas armas, com base no desenvolvimento da pólvora, ele colocou suas preocupações no fundo de sua mente. Machado de Ferro, sem piscar, encarou as duas barras de ferro que o Príncipe tinha colocado na frente deles.

— Estas armas são chamadas de pistolas, Roland disse —, e em seguida, vou ensinar vocês a usá-las.

Na meia hora seguinte, eles tiveram que aprender a usar as novas armas.

Pegar o pó preto que era responsável pela explosão e colocar dentro do tambor da pistola de pederneira. Em seguida, uma bola de chumbo era carregada no tambor e empurrada com o dedo até o final. Depois disso, eles tiveram que colocar a pólvora na câmara de ignição, mirar e, em seguida, puxa o gatilho.

Machado de Ferro considerava-se um mestre de muitas armas, quer fosse espadas, facas, martelos, machados ou lanças. Ele estava bem treinado com todas elas, mas ele também precisou de longos anos de habilidades de treinamento e de combate para dominar tudo isso. Aprender a usar uma nova arma em apenas trinta minutos deixou Machado de Ferro com medo de que a velocidade para dominar esta arma só poderia ser comparada com uma besta de mão.

A outra arma foi entregue a Carter.

O cavaleiro-chefe também estava bastante interessado nesta nova arma, e ele não queria deixá-los desanimados.

Após várias rodadas de simulação, Roland montou dois alvos para deixá-los ver o poder das pistolas de pederneira. O primeiro alvo tinha uma armadura de madeira na região do peito. A armadura de madeira foi montada por dois cavaleiros, estando a 9 m de distância do grupo.

O Príncipe orientou Carter e Machado de Ferro sobre as técnicas de tiro. Em seguida, eles miraram e puxaram o gatilho.

Quando ouviram o som alto da explosão, cada pessoa presente deu um pulo e ficou em choque. Machado de Ferro não foi exceção, e a única expressão no rosto de todos era a surpresa.

Olhando para armadura de madeira dos alvos, eles podiam ver um pequeno buraco. A bola de chumbo deixou um buraco limpo na parte mais grossa da armadura.

Antes de atirar, Machado de Ferro tinha observado cuidadosamente esta armadura. Claramente, esta armadura não era ruim, tão pouco fora construída com materiais de péssima qualidade. Ao contrário, as marcas de martelo e da bigorna na borda do pescoço provava que este era um produto padrão de qualquer ferreiro em Castelo Cinza. A parte mais grossa tinha a espessura da metade de um dedo e era forte o suficiente para evitar um virote de besta disparado da mesma distância com a qual atiraram. Para lidar com este tipo de armadura, uma besta pesada ou um martelo de guerra seria uma escolha sábia.

Assim, comparando-a com uma besta, a dificuldade de usar a pistola de pederneira era a mesma, mas o poder da pistola era muito melhor do que a de uma besta. Além disso, a velocidade de carregamento da pistola de pederneira e a velocidade de carregamento de uma besta eram quase equivalente, então … olhando para o alvo, que estava a 9 m de distância, Machado de Ferro não conseguiu enxergar nenhum empecilho ou desvantagem.

— Vossa Alteza, quantas armas deste tipo nós temos? — Carter perguntou.

— Atualmente, apenas estas duas e até os Meses dos Demônios, só podemos produzir mais duas no máximo.

Machado de Ferro pôde perceber que Carter parecia aliviado ao ouvir isso. Ele era capaz de adivinhar os pensamentos de Carter. Se esta arma fosse fácil de fabricar, então com apenas alguns dias de treinamento, todo mundo seria capaz de treinar um grande número de ‘guerreiros expresso’ que trariam estas armas para a batalha. Logo, qualquer pessoa de qualquer idade, seja forte, fraca, independente do sexo, ou seja, até mesmo uma idosa frágil poderia ser uma ameaça significativa para os cavaleiros.

Embora o choque que ele recebeu desta arma foi menor do que a maldição de fogo, ainda era uma arma poderosa. Machado de Ferro pensou que com este grande poder, eles poderiam facilmente matar um grande número das bestas demoníacas mais robustas do alto da muralha. Mesmo que eles enfrentassem espécies mistas, com essas armas de fogo, talvez o resultado não seria tão embaraçoso.

Mas o significado real de tal arma era claro para Roland.

Ele, pessoalmente, abriu a porta para o tempo de guerras com armas de fogo.


Deodoro
Tradutor nas horas vagas. Só joga no hard.
FONTE
Cores: