LAB – Capítulo 135 – 3Lobos

LAB – Capítulo 135

Do básico

Os Diabos crescem em número todos os dias, enquanto nós diminuímos. A Cidade Sagrada de Taquila já caiu nas mãos dos inimigos e a única opção que nos resta é nos espalhar em todas as direções. Nós fugimos pelas montanhas e atravessamos rios, o mais longe possível dos Portões do Inferno. Mas da próxima vez, para onde devemos fugir?

— O que você acha disto? — De volta a seu escritório, Roland fechou o Livro Ilusório e se virou para pedir a opinião de Pergaminho.

— Se aquele Cavaleiro lembrou corretamente, então, esta é realmente uma coincidência incrível. —  Pergaminho ponderou por um momento — O conteúdo do mapa do tesouro é o mesmo que está registrado no livro antigo, então, isso prova que a Igreja já havia entrado nas Terras Desoladas e construído um ponto de resistência contra os Diabos lá. Além disso, os pontos marcados no mapa são talvez as torres de defesa, postos de comunicação, armazéns ou o que eles construíram lá.

— Você quer dizer… este não é realmente um mapa do tesouro?

— Claro que não. Afinal, a Igreja não é um grupo de bandidos ou piratas. Eles não precisam esconder seus tesouros, mas eles deixariam um desenho para ajudar as gerações futuras.

Roland assentiu.

— Bem, então… esse é apenas um mapa?

— Embora não esteja claro do porquê a Igreja não registrou esse período na história, acredito que existem mais ruinas na floresta ao leste da Cidade Real de Castelo Cinza. — Pergaminho analisou — Se os locais marcados no mapa forem apenas algumas construções acima da terra, a chance de encontrar alguma coisa após todos esses séculos não é tão alta, mas se eles construíram armazéns ou porões, provavelmente será um local no subterrâneo, e talvez possamos descobrir algumas pistas lá.

— Que tipo de pistas?

— Por exemplo, qual a razão pela qual a Igreja está escondendo a existência dos diabos? Por que eles mantêm tantos segredos sobre os diabos, ao mesmo tempo em que lutaram anteriormente contra eles? — Pergaminho fez uma pausa deixando sua voz mais profunda — E… por que eles chamam nós, as bruxas, de mensageiras do Diabo e por que eles querem nos matar?

Roland não sabia como confortá-la, então ele não conseguiu encontrar as palavras certas, ficando em silêncio após um dado momento. Só depois de um tempo que ele começou a dizer lentamente:

— Infelizmente, nós não sabemos se o desenho está realmente idêntico ao original. De acordo com a afirmação do Cavaleiro, o mapa original não foi desenhado à mão.

— Você quer que Rouxinol vá até a casa do Cavaleiro?

— Isso não parece apropriado. — Roland discordou — O mapa do tesouro já foi transmitido por centenas de anos na sua família, então a possibilidade de que o armazém esteja cheio de Pedras da Retaliação Divina ou outras armadilhas é muito alta. Vamos discutir isso em outro momento — Roland mediu os lados do triângulo — Por enquanto, este lugar está fora do alcance, de qualquer maneira. Se esta for a área correspondente ao pé da nossa mina da encosta norte, a localização da estrela hexagonal está a pelo menos 50 quilômetros de distância de nós, quase tão longe quanto a distância entre Vila Fronteiriça e Forte Cancioneiro. Com exceção de Raio, ninguém é capaz de viajar à essa distância em um único dia, o resto de nós precisaria caminhar por dois a três dias. O que faremos se deparássemos com alguns dos diabos durante a jornada… não quero que vocês tenham nenhum tipo de transtorno.

— Você pode deixar Raio explorar a floresta enquanto voa. Talvez ela possa encontrar alguma coisa. —  Pergaminho sugeriu.

— Essa é uma boa ideia. — Roland imediatamente se levantou — Assim que ela voltar, eu lhe darei sua nova missão, mas por agora eu quero ir até a mina da encosta norte enquanto você se prepara para dar sua próxima aula. Se você precisar de mais cópias dos livros, você deve encontrar Soraya, ela vai te ajudar com isso. Não esqueça de continuar a ministrar as aulas a noite.

Agora que Roland já havia ministrado as primeiras lições de seu novo curso primário, ele poderia delegar a posição de professor para Pergaminho. Com sua capacidade de repetir tudo de memória, seja os sons ou a escrita, assim que Roland ministrasse a aula, ele acreditava que Pergaminho tinha o necessário para se tornar uma excelente professora.

— Sim, Vossa Alteza. — Pergaminho disse enquanto fazia sua saudação e saiu.

A área de testes e produção perto da mina da encosta norte era agora mais do que duas vezes maior do que antes, e os dois buracos necessários para a produção do canhão de doze quilos ainda estavam bem visíveis no chão. Quando Roland chegou à área de testes, ele imediatamente viu Anna praticando sua nova habilidade. Na mesa ao lado dela, estavam dois produtos acabados que pareciam exatamente com tubos de aço.

Ele imediatamente os ergueu para olhar mais de perto. Os tubos de aço eram perfeitamente redondos e tinham uma superfície totalmente lisa, sem nenhum poro. O buraco no meio era igualmente amplo em ambos os lados, e a luz solar passava sem problemas através do buraco no tubo. Para comparar a espessura das paredes dos tubos, Roland colocou os dedos nos orifícios. Desta forma, ele descobriu que eles eram praticamente do mesmo tamanho.

Roland ficava cada vez mais admirado com o trabalho de Anna.

— Como você conseguiu fazer isso?

— Assim. — Anna pegou uma barra de aço recém-cortada, colocou-a na mão e inseriu um fio de sua chama negra em uma extremidade, levando-a por toda a barra. Então ela deixou o fio girar ao redor do centro de um círculo, e logo o buraco estava completo.

Que habilidade incrível — Roland pensou —, com sua magia, ela é capaz de cortar com um fio quente e, ao mesmo tempo, sua precisão e controle são incomparáveis. Anna sozinha é o suficiente para elevar a produção industrial a um novo patamar dentro de Vila Fronteiriça.

Tentando conter sua excitação, ele disse:

— Vamos fazer algumas provas básicas primeiro.

O teste básico incluía o teste do alcance de suas habilidades, a força de sua habilidade e sua duração.

Rouxinol também estava participando deste teste. Ela saiu da névoa e foi responsável por observar se havia alguma mudança na magia dentro do corpo de Anna.

Os resultados mostraram que, mesmo após obter um aumento substancial da força de sua habilidade e da duração em que ela conseguia lançar sua magia, o alcance em que ela podia usar sua chama ainda era de cerca de cinco metros. Além disso, seu controle preciso só podia ser exercido em uma área de três metros dela.

Sua magia ainda pertencia à categoria de evocação e poderia ser suprimida pela Pedra da Retaliação Divina. Quando Anna enviava sua chama negra para dentro do alcance da Pedra da Retaliação Divina, a sua chama desapareceria subitamente.

A menos que ela evoluísse sua magia ao ponto de poder acessar o poder mágico diretamente, ela ainda não será capaz de sobrepujar esse obstáculo. — Roland pensou.

No entanto, as novas capacidades de Anna ainda pertenciam à categoria de habilidades impressionantes, como um divisor de águas. Com sua chama negra, tornou-se muito mais fácil produzir o maquinário industrial e sua capacidade de fabricar todos os tipos de ferramentas poderia ser considerada como o método para elevar o nível de processamento das máquinas para um novo nível, visto o grande aprimoramento na qualidade das peças.

No entanto, uma produção industrial em larga escala não era algo que uma pessoa sozinha poderia fazer por conta própria. Por exemplo, Karl já havia terminado um dos fornos que ele tinha que construir na encosta perto da mina da encosta norte. No entanto, no momento em que eles testaram, eles descobriram que, embora pudessem usá-lo para produzir tijolos de argila e para a criação de cimento, sua tolerância à temperatura não era do nível que eles precisavam. Então, no final, eles ainda tinham que depender de Anna sozinha para produzir o cimento necessário. Felizmente, desde o seu dia de sua idade adulta, não era mais necessário que ela entrasse na sala empoeirada para completar o processo de calcinação.

No caso, não era que Roland não tinha uma solução para este problema. Por exemplo, eles poderiam usar o motor a vapor para criar vento suficiente e melhorar a temperatura do forno, e eles poderiam então deixar o ar aquecido circular para minimizar a perda de calor. Mas sem Anna, eles não conseguiam nem mesmo criar um motor a vapor. Afinal, só ela poderia completar a soldagem e a fabricação das peças-chave.

Pode-se dizer que a criação de todo maquinário industrial estava sobre os ombros da Anna. Se eles a perdessem, a chamada revolução industrial não seria mais do que um sonho.

Durante os Meses dos Demônios, Roland tinha feito tudo o que podia somente para sobreviverem, e agora que a ameaça das bestas demoníacas já não existia e Forte Cancioneiro poderia fornecer pessoas o suficiente e matéria prima, ele naturalmente queria mudar a presente situação.

— Primeiro, vamos começar com o básico.

Ele deixou Anna cortar uma chapa de aço de dois dedos de largura e um milímetro de espessura. Então, Roland mediu uma distância de um centímetro de comprimento, e repetiu isso até ter uma régua de dez centímetros de comprimento. Então ele deixou a chama negra de Anna criar marcas verticais na chapa de aço a uma distância regular. Sob o seu bom controle, a distância entre cada marca vertical era quase exatamente a mesma.

A intenção de Roland era que essa régua fosse apenas o início. Posteriormente, ele queria criar vários tipos de ferramentas de medição para definir as amostras para pesos e outras unidades medidas. Essas unidades de medida seriam então escritas como normas em manuais, tornando-se uma parte inseparável de seu sistema educacional.


JZanin
Professor de Química, mestre e jogador de RPG sem tempo.
FONTE
Cores: