LAB – Capítulo 125 – 3Lobos

LAB – Capítulo 125

Desenvolvimento da Vila

— E sobre as pessoas que foram enviadas para cá? — Roland perguntou.

— Certo, por favor, aqui. — O Ministro Adjunto apontou para o fim do pergaminho — Até agora, mil e cem pessoas foram enviadas para Vila Fronteiriça. A maioria são servos e de acordo com o seu pedido, todos foram mantidos do lado de fora da vila. Os trinta e cinco artesãos foram colocados sob o comando de Karl e suas casas estão localizadas no Novo Distrito Habitacional. — Barov falou esse punhado de termos incomuns — Mas, Vossa Alteza Real, isso está realmente certo? Eu pensei que essa área tinha sido especialmente preparada para as bruxas.

— As pessoas que enviei para divulgar as notícias sobre um refúgio seguro ainda não voltaram, o progresso está sendo mais lento do que eu imaginei. Assim, as primeiras casas serão usadas para os artesãos e suas famílias, pois ainda podemos construir mais depois.

O plano de Roland era renovar Vila Fronteiriça por inteiro, substituindo as casas de madeira e as casas de barro por casas de tijolos e cimento, deixando ao mesmo tempo espaço suficiente para ruas largas entre as casas, ao invés dos becos como os que a vila possuía agora, largo o suficiente para somente duas pessoas andarem lado a lado.

— Entendi. — Barov assentiu com a cabeça — Vossa Alteza, eu ouvi dizer que também irão enviar gado e ovelhas para cá, é verdade?

— Ah… é verdade! Mas não agora, eu pedi para que fossem enviados alguns dias depois, para chegarem junto com os pastores. Eles serão enviados para as pastagens entre a parte oeste da muralha da vila, a Floresta Oculta e a Cordilheira Intransponível. Essa deve ser uma boa área para se transformar em uma pastagem. Devemos reabrir a parte destruída da muralha e usá-la como um portão, afinal, a muralha só é útil durante os Meses dos Demônios.

Por enquanto, eles finalmente tinham pessoas e dinheiro suficientes para sobrepujar a situação habitacional difícil que Vila Fronteiriça se encontrava e, ao mesmo tempo, permitir que a vila se desenvolvesse, de modo que Roland finalmente conseguiu usar todo o seu conhecimento do outro mundo.

Ele chamou um dos guardas para o escritório dele e ordenou:

— Encontre Karl e diga a ele que me encontre no escritório, acho que se ele não estiver na mina ele certamente estará na nova área fora da vila.

Meia hora depois, Karl entrou no escritório e se curvou em saudação para Roland.

— Vossa Alteza.

Passaram-se quase seis meses desde que ele viu o mestre de obras pela primeira vez e desde que ele fora recrutado para a equipe da Prefeitura, ele poderia ser considerado o oficial mais ocupado no último semestre. Afinal de contas, ele tinha que presidir a construção da muralha da vila e também das casas no novo distrito e os galpões temporários de madeira para os novos habitantes de Vila Fronteiriça. Agora, com sua aparência de trinta e cinco anos, ele revelava os primeiros fios brancos e sua pele também começou a escurecer, devido à exposição contínua no sol. Mas o espírito que Roland viu arder nele em seu primeiro encontro ainda estava queimando tão forte e quente quanto antes.

É verdade que um novo ambiente pode mudar rapidamente um homem. Apenas seis meses atrás, Karl ainda estava tentando cuidadosamente se esconder, claramente ocupado, fugindo de seus problemas. Mas agora, como um comandante de projeto experiente que havia pessoalmente sido responsável por várias pessoas, até mesmo seus gestos mostravam algumas dicas de que ele estava no comando de algo grande. Mas o que Roland apreciava mais, era que ele sempre estava disposto a aceitar os pensamentos de outras pessoas.

Roland reconheceu sua saudação com um sorriso:

— Sente-se e venha dar uma olhada aqui. — Ele entregou a Karl alguns esboços que ele havia desenhado anteriormente — Percebeu? Preciso que você construa algo novo para mim.

— Este edifício parece um armazém. Bem, construindo isso com a base colocada em palafitas, seria uma construção segura contra as inundações. — Karl rapidamente olhou o primeiro esboço, conferiu o segundo e depois de observar por um tempo, ele perguntou — Isto aqui é para ser um forno?

— Sim, eu preciso que você construa mais de cinco desses fornos perto da mina da encosta norte, eles serão necessários para calcinar o cimento e queimar tijolos de argila. Então, você tem que encontrar um local adequado e limpo que possua um bom acesso para transporte, além de que a área deve ser suficientemente espaçosa para que ainda possamos construir mais alguns fornos lá.

— Entendi. — Karl passou a observar o último esboço e imediatamente desaprovou depois que ele viu — Isso … parece ser um esgoto? Não, há também telhado e paredes … e a área por trás parece um lago. Vossa Alteza Real, parece que não posso compreender para que isso serve.

Roland riu.

— Isto é um banheiro, e também será o seu projeto de construção da mais alta prioridade.

— Banheiro? — Karl pensou sobre isso — Vossa Alteza, onde o senhor planeja construí-los? Para isso, o senhor já tem penicos por todo o castelo, e seus servos são responsáveis ​​por limpá-los regularmente. A maioria dos aldeões nem os usa, em vez disso, eles estão fazendo suas necessidades diretamente fora de suas casas. — Karl explicou— Com os servos é a mesma coisa, pois eles jogam sua imundície no Rio Vermelho, e o rio então limpará sua imundície.

— Então é por isso que o cheiro na doca estava insuportável. — Roland balançou a cabeça, tentando apagar esses pensamentos desagradáveis — Sendo assim, precisamos mudar esse mau hábito o mais rápido possível.

— Hã … mau hábito? — Karl ainda não parecia entender as palavras do Príncipe.

Para um plebeu, uma pessoa comum do povo, que estava acostumado a urinar em qualquer lugar, naturalmente é bastante difícil para eles entenderem como é belo um passeio casual, sem ter que temer pisar em ‘minas terrestres’. — Roland criticou em particular.

— De qualquer forma, você só tem que seguir esses projetos, eu já esbocei seu tamanho, então você só precisa usar essa distância. Dentro da vizinhança do distrito dos galpões de madeira, você deve construir pelo menos quatro banheiros, sempre dois, lado a lado. Além disso, a parede no meio da vala deve ser construída com tijolos, enquanto as paredes exteriores e o telhado devem ser construídos com madeira, assim você pode economizar muito cimento.

— Vossa Alteza, o senhor quer construí-los lado a lado… isto… — Karl disse lentamente, evidentemente, ele pensou que falar sobre esse tema sujo com Sua Alteza estava claramente degradando a dignidade da realeza — Mas o que devemos fazer se eles não forem usados?

— Eu emitirei ordens e as pessoas terão que seguir. Você só precisa construí-los. Eu cuidarei do resto.

— Tudo bem, se for esse o caso. — Karl disse, acenando com a cabeça — Há outro assunto que eu quero discutir com o senhor, Vossa Alteza Real.

— Prossiga.

— A guilda dos pedreiros foi forçada a se dissolver e agora há muitas pessoas como eu, que escolheram deixar a Cidade Real de Castelo Cinza. Gostaria de escrever algumas cartas para esses pedreiros que já sabem para onde eu fui e tentar recrutá-los para Vila Fronteiriça. Todos eles têm sua própria área de especialização, por exemplo, para os fornos, Lesya seria o melhor. No entanto, Vossa Alteza, eu não sei…

— Isso não é um problema. — Roland disse imediatamente — Eu vou recrutar todos os pedreiros que você puder trazer, e eles serão pagos de acordo com sua experiência e habilidades. Além disso, eles também terão a possibilidade fazer parte da equipe da Prefeitura.

— Obrigado pela sua generosidade. —  Karl inclinou-se mais uma vez e saiu.

Quando o pedreiro saiu do corredor, Roland começou a escrever seu plano para administrar os servos e como ele queria dissolver o sistema da escravidão.

A população de Vila Fronteiriça já havia começado a aumentar rapidamente sem nenhuma previsão para parar, mas, enquanto eles dependessem da importação de alimentos, a vila estaria em perigo se um desastre natural ocorresse ou se os meios de transporte para as outras cidades fossem, de certa forma, bloqueados. Portanto, além de aumentar e desenvolver a indústria, o desenvolvimento na área da agricultura era uma prioridade ainda maior. Vila Fronteiriça tinha que alcançar o nível de autossuficiência o mais rápido possível.

O Príncipe acreditava que, assim que ele pudesse implementar suas ideias, os servos poderiam ser transformados em fazendeiros, e combinados com as sementes melhoradas de Ramos, a área ao redor do Rio Vermelho logo se tornaria um oceano dourado de trigo.

Em relação à alta prioridade do banheiro, também estava relacionado com o desenvolvimento da agricultura. Com pessoas, terra e sementes suficientes, a maior necessidade seria o tipo certo de fertilizante.

Roland certamente sabia o quão problemático era produzir fertilizantes sem usufruir dos excrementos humanos e animais. Eles tinham que limpar regularmente a lagoa de armazenamento, mas eles também tinham que confiar nos dejetos humanos e, no fim das contas, era incrivelmente inconveniente. Mas, por enquanto, ele não tinha qualquer indício de como produzir fertilizante a nível industrial, portanto, por enquanto, ele tinha que confiar neste fertilizante natural e orgânico. Pelo menos, o estrume humano-animal já havia sido usado há muito tempo. Mesmo durante o Século XX, algumas das áreas rurais ainda utilizavam essa adubação tradicional.

A maioria das pessoas possuía pouco conhecimento sofre fertilizantes, e grande parte delas ainda pensava que um vaso sanitário seria uma coisa suja e jamais acreditariam que, além de provocar náuseas, poderia ter algum efeito útil. Assim, para cultivar os campos a cada ano, os fazendeiros ainda estavam usando o sistema de três rotações. Para isso, um pedaço de terra arável seria dividido em três partes, tomando turnos para semear durante a primavera, no outono e depois deixando a terra descansar. Tudo isso era feito para evitar o esgotamento da fertilidade do solo devido ao seu uso constante.


JZanin
Professor de Química, mestre e jogador de RPG sem tempo.
FONTE
Cores: