EA! – Capítulo 5 – 3Lobos

EA! – Capítulo 5

Eu posso te chamar de ir-irmãozão?

— O Herói está aqui — foram as palavras que Shi Xiaobai estava esperando o tempo todo para dizer.

De fato, no momento final em que falhou durante sua segunda tentativa, ele tinha ouvido as mesmas palavras. No momento em que o gordinho foi torturado até a morte por Sahadun, e com Sahadun caminhando em sua direção, Shi Xiaobai tinha fechado os olhos lentamente, mas esta frase viajou até seus ouvidos — O Herói está aqui!

Contudo, depois disso, a voz imponente [Faça sua escolha, jovem!], soou em sua cabeça. Assim, antes que ele tivesse a chance de captar um vislumbre do atrasadíssimo Herói, o tempo havia retornado ao estado de inércia com as escolhas.

Se eu puder aguentar até que o Herói chegue, talvez possamos ser salvos?

Este pensamento se tornou a fé que Shi Xiaobai precisava para escolher [Salve o gordinho] pela terceira vez consecutiva. Para aguentar até a chegada do herói, ele precisava pensar em maneiras de segurar a barra com Sahadun.

No entanto, depois de experimentar duas falhas, Shi Xiaobai sabia muito claramente que ele era extremamente fraco diante do demônio da calamidade. Ele não suportaria a menor das torturas, portanto, para ganhar tempo, blefar ou jogar palavras ao vento era um atestado de fracasso absoluto.

Felizmente, Shi Xiaobai recebeu duas informações muito importantes durante os fracassos anteriores. A primeira era naturalmente que um Herói viria. A segunda era que o nome do demônio da calamidade era Sahadun.

Assim, Shi Xiaobai pensou no método mais provável para ter sucesso, que era o enaltecimento do demônio. Ele usou as palavras e frases mais exageradas para elogiar Sahadun, em uma tentativa de ganhar sua confiança e, no mínimo, desviar sua atenção.

O efeito estava além da imaginação de Shi Xiaobai. Ele nunca esperava que o demônio da calamidade fosse tão suscetível a louvor, permitindo que Shi Xiaobai suspirasse de alívio em seu coração. No entanto, cada palavra de louvor que ele disse a Sahadun fez com que ele se lembrasse dos trágicos gritos sob o pôr-do-sol.

Quanto mais ele elogiava Sahadun, mais furioso ele se sentia. Não podia suprimir a tristeza em seu coração, como se suas lágrimas fluíssem instantaneamente para fora de suas comportas, como se todas as emoções negativas estivessem se remoendo em seu estômago, fazendo ele querer vomitar tudo o que podia.

No entanto, Shi Xiaobai sabia que além de não poder expressar suas verdadeiras emoções, ele ainda deveria fingir uma devoção fanática. Isso foi muito, muito difícil, mas Shi Xiaobai conseguiu.

Depois de obter a ‘confiança’ de Sahadun, ele teve que salvar a vida do gordinho. Shi Xiaobai era muito burro, então ele usou o mais estúpido dos métodos, que também era o método de entupir a vítima com o maior desespero.

Somente os Céus sabiam o quanto ele desejava que tudo isso fosse um sonho quando ele chutou o gordinho. Quando ele viu ter despedaçado toda a esperança nos olhos do gordinho com cada uma de suas palavras, ele tinha desejado com todas as forças acordar desse terrível pesadelo.

Na verdade, ele deveria ter dado ao gordinho uma surra muito pior, pois só então ele seria capaz de diminuir a cautela de Sahadun. Mas, porra, não podia. Depois de um único chute, ele já estava à beira do colapso. Ele estava interpretando o papel de um personagem maligno, os que ele sempre odiou, mas ele desejava em seu coração transformar-se em um herói da justiça que poderia acabar com Sahadun com um único soco.

Os sonhos eram bonitos, mas a realidade era muito cruel. Shi Xiaobai tinha feito o seu melhor. Ele até tinha queimado seus neurônios para produzir um longo encantamento que não fazia sentido nenhum no final, fazendo Sahadun perder toda a sua paciência. E com isso, Shi Xiaobai não era mais capaz de detê-lo.

Shi Xiaobai, que estava à beira do desespero, ainda tinha a última esperança de que esperaria a chegada do Herói. Por isso, com este último pingo de esperança, ele começou a gritar alto.

E o Herói realmente veio.

Shi Xiaobai fez o possível para resistir e não chorar, porque sabia que ainda não era o momento para ele chorar. O Herói com a lâmina lunar poderia ter conseguido bloquear o braço de Sahadun, mas a batalha tinha apenas começado. A questão mais importante era se o Herói poderia derrotar o demônio da calamidade.

Continue assim, Herói.

Shi Xiaobai cerrou os punhos minuciosamente, enquanto se movia com cuidado em direção ao gordinho que ainda estava na caixa de areia.

O Herói, que bloqueou a foice de Sahadun com sua lâmina, vestia-se de uma forma peculiar. Ele estava usando um macacão amarelo apertado com luvas vermelhas, botas e cinto. Ele também usava uma capa branca presa aos ombros. Ainda mais estranho era a cabeça dele. Era completamente careca e podia até mesmo refletir a luz.

Era um herói calvo vestido como um super-herói genérico.

A atmosfera neste momento era igualmente peculiar. Depois que o braço direito de Sahadun foi bloqueado, seu corpo começou a tremer violentamente. Seus profundos olhos azuis lentamente se tornaram vermelhos carmesim, mas não só não retraia o braço direito, como nem sequer parecia ter qualquer intenção de fazer nada com o braço esquerdo.

Mesmo depois que o herói calvo retirou sua lâmina, Sahadun ainda permaneceu em seu estado congelado, com seu braço direito balançando a meio caminho, como uma estátua.

— Como você quer morrer? Fatiado até a morte com um único golpe? Ou esmagado até a morte com um soco? Ou … — O herói calvo falou quando seu par afiado de olhos, que estavam cheios de intenção assassina, de repente ficou branco, guardando sua lâmina logo em seguida. Suas características faciais inicialmente tensas se suavizaram, e ele pareceu um pouco inofensivo.

— Este … este Demônio … — Sahadun falou gaguejando enquanto seu corpo tremia ainda mais intensamente, como se o careca na frente dele fosse extremamente aterrorizante.

— Este demônio, este demônio não quer morrer! — Sahadun de repente rugiu e torceu seu corpo para escapar na direção oposta. A maneira como fugia o fez parecer um cão arrependido.

Shi Xiaobai observava atônito. Ele só viu o herói calvo erguer a espada e apontar para o Sahadun que estava fugindo, prestes a desaparecer da vista.

Não me diga que ele pode matar o demônio da calamidade com um golpe de ar? — Shi Xiaobai observou com excitação. Olhou para o herói calvo vestido como um super-herói genérico, com olhos cheios de admiração.

Nesse momento, uma voz ansiosa, de menina, surgiu ao longe.

— Deixe a cabeça dele para mim!

Quando o herói calvo ouviu isso, coçou a cabeça e pôs sua lâmina na bainha. Shi Xiaobai ficou perplexo com um coração ansioso, ao olhar para Sahadun, que estava prestes a desaparecer de seu campo de visão.

De repente, uma cena inesquecível para Shi Xiaobai aconteceu.

Ele viu que o demônio da calamidade, que o tinha torturado indefinidamente, o Sahadun, que era tão poderoso que ele não tinha como resistir, tinha sido cortado em várias pequenas partes em um instante como um pedaço de manteiga cortada inúmeras vezes.

Shi Xiaobai foi completamente incapaz de ver o que tinha acontecido, mas naquele instante, Sahadun desmoronou, transformando-se em um mundaréu de picadinho de carne.

Ao mesmo tempo, olhando de soslaio, uma jovem menina lentamente caminhou em direção a eles.

Como ela estava bem longe, Shi Xiaobai não conseguiu ver o rosto da menina claramente. Ela estava vestida com uma camiseta e shorts, tinha a pele branca, e sua aparência era impressionante e majestosa.

— Isso é tão-le-gal! — Para Shi Xiaobai, esta era uma cena comovente que jamais se esqueceria em toda a sua vida.

No entanto, ele não se concentrou nela por muito tempo. Em vez disso, ele juntou toda a sua força de vontade e se levantou, enquanto suportava a dor em seu abdômen. E então caminhou em direção à caixa de areia.

— Nós conseguimos gordinho, nós sobrevivemos! Nós …

A caminhada Shi Xiaobai lentamente chegou a uma parada quando ele viu o gordinho recuando para trás com medo. Seu olhar para ele estava cheio de pavor.

— Eu machuquei você, eu sei … mas tudo isso aconteceu porque eu sou muito fraco … se eu fosse mais forte, eu teria uma maneira melhor de protege-lo. — A alegria nos olhos de Shi Xiaobai diminuía lentamente.

— Me desculpe … — Shi Xiaobai disse para o gordinho. Sua voz estava cheia de arrependimento enquanto baixava a cabeça.

— Irmãozão … — o gordinho falou subitamente, mas com a voz bastante nítida.

Shi Xiaobai olhou para ele. Aquele rosto rechonchudo que era uma confusão complicada de lágrimas, catarro e areia parecia uma velha bola de futebol debaixo da iluminação do pôr-do-sol, parecendo leve, mas ao mesmo tempo pesada.

— Os … os Heróis realmente existem? — O gordinho perguntou quase como um sussurro.

— Sim! — Shi Xiaobai sinalizou a cabeça fortemente.

— Irmãozão, você está falando a verdade?

— Sim!!

— Então eu sou um membro do Esquadrão de Heróis Xiaobai?

— Sim!!!

— Mamãe, chassi de grilo e a Leizinha vão estar a salvo?

— Sim!!!!

— Irmãozão, eu posso te chamar de irmãozão?

— Sim!!!!!

— Buááááááááááá!

O minúsculo corpo saltou para fora da caixa de areia e se jogou em um abraço, tão pequeno quanto, mas que era apenas o suficiente para aceitá-lo.

No parque ao anoitecer, o gordinho abraçou Shi Xiaobai, chorando profundamente.

Shi Xiaobai, que estava lutando contra suas lágrimas, não podia mais segurá-las. Duas correntes de lágrimas escorriam de seus olhos.

— Áhhhhhhhh!!!!!!

Neste momento, esse jovem de apenas treze anos deixou escapar um grito doloroso.


Deodoro
Tradutor nas horas vagas. Só joga no hard.
FONTE
Cores: