DNG – Capítulo 92 – 3Lobos

DNG – Capítulo 92

Perfuradora de Estrelas Destruidora de Luas

*Vrooooong*

A união das torres flutuantes de dezenas de quilômetros atingiu o chão. A consequência do colapso estava em um nível devastador. A terra tremeu violentamente. Milhares de quilômetros de rachaduras gigantescas apareceram no chão, e até o oceano ao longe entrou em um turbilhão com fortes tsunamis varrendo a costa.

Sejam os sobreviventes humanos ou bestas sombrias, todos ficaram chocados com aquele enorme desastre. Assustados, todos olhavam para o mesmo ponto ao longe, onde a torre gigante agora jazia.

Era como uma majestosa montanha de aço que estava diagonalmente inserida no chão.

Enquanto todos do lado de fora estavam quase entrando em colapso mental, Han, o único responsável por tudo aquilo, surpreendentemente percebeu que todos os inimigos formados pela energia da torre tinham desaparecido.

Talvez as ondas de choque da colisão causaram o colapso de parte do sistema de teste. Em suma, o interior da torre flutuante tornou-se silencioso e escuro novamente.

Han lutou para se colocar de pé. O impacto do acidente também fez ele sofrer danos de um certo grau, mas felizmente o robusto exterior da torre flutuante o protegeu do pior. Tudo o que ele sentiu foi a turbulência severa.

— Agora, como eu saio daqui? — Han pensou enquanto avaliava o estado de seu corpo.

Ele não sabia se seu canhão de laser poderia romper o espesso exterior de liga metálica da torre.

As armas laser eram precisas e fortes em termos de calor e impacto. No entanto, a penetração não era seu ponto forte, especialmente para este tipo de arma laser pequena e portátil. Seria simplesmente muito difícil lidar com uma parede de liga tão grossa. Talvez apenas os canhões de laser instalados em naves de guerra gigantes dessem conta do recado.

Justo quando Han estava pensando em como sair, a tela que sempre dava instruções a ele apareceu novamente, oscilando parcialmente.

A razão para a cintilação devia ser porque o sistema auxiliar também recebeu um certo nível de dano, mas já que a tela de projeção ainda podia operar, isso significava que o sistema de torre flutuante não havia sido completamente destruído.

“Julgamento de Máquina Mortífera Avançada concluído!”

Vendo o texto piscando, Han ficou pasmo. Quando o sistema foi destruído, ele na verdade considerou que Han tinha passado no teste! Han só tinha pensado em sua sobrevivência e não tinha previsto ou esperado este resultado.

“Por favor, selecione a recompensa para o julgamento de Máquina Mortífera Iniciante.”

Quando a tela mudou, inúmeras imagens dinâmicas holográficas com texto apareceram na frente de Han. Ele se deu conta que seu método destrutivo tinha realmente aberto um caminho para que ele concluísse o julgamento de nível 7! Aquela era realmente uma grande e agradável surpresa! Com a capacidade atual de Han, o título de Máquina Mortífera Intermediária já era o limite para ele, mas no final, a determinação dele em não desistir acabou por destruir o sistema, que por sua vez considerou ele aprovado no último teste!

— Sensacional! — Han levantou um punho vitorioso para o alto e sua empolgação era palpável.

Se Han não estivesse enganado, na história dos testes de torre flutuante na A19, a melhor pontuação obtida na história foi por passar em um julgamento de nível 5, mas ele passou no de nível 7. Foi uma dificuldade sem precedentes.

*Plim*

Um grande número de itens apareceu na frente dele para que ele escolhesse sua recompensa. Han deixou sua empolgação de lado e começou a ler tudo atentamente. As opções de recompensa para Máquina Mortífera Iniciante era armas, sem exceções. No entanto, elas não pareciam muito diferentes das que estavam sendo usadas ​​pela Aliança Via Láctea no momento.

Isso foi porque os humanos aprenderam tudo o que podiam com a civilização pré-histórica, incluindo armas. Forjar uma arma para ser usada por espers não era uma tarefa fácil. Envolvia processos complexos de fundição e refinamento de ligas metálicas.

Afinal, o poder de um soldado esper era muito mais destrutivo do que os dos soldados normais. Portanto, as armas projetadas para eles precisavam ser reforçadas repetidamente e, em seguida, aprimoradas com as experiências constantes dos soldados esper.

Embora o estilo fosse o mesmo, essas armas deixadas para trás pela civilização pré-histórica ainda eram significativamente melhores em termos de qualidade. Afinal, as armas obtidas diretamente da relíquia eram versões originais, e aquelas forjadas por seres humanos eram, digamos, cópias fajutas. Naturalmente, haveria uma diferença significativa.

Han coçou o queixo e encontrou uma arma que nunca tinha visto antes. Era chamada de Perfuradora de Estrelas Destruidora de Luas. Era uma arma de tipo composto, que incluía uma lâmina longa e uma curta. A longa era chamada de Perfuradora de Estrelas, e a curta era a Destruidora de Luas.

Este tipo de arma pode ser usado quando as duas espadas fossem combinadas, formando uma arma mais robusta, ou ele poderia desmontá-las e empunhar uma em cada mão. Ele também poderia juntar as duas pelas pontas dos cabos usá-la como uma arma maior.

Uma arma, três maneiras de usar. Ela ainda tinha um acabamento bem feito, um fio incomparável nas lâminas, e estava no maior nível entre as armas disponíveis. A descrição mostrava que era uma arma seis estrelas, ou seja, ela foi projetada para o uso por espers seis estrelas, os ditos Senhores da Guerra.

Na verdade, os seres humanos realmente aprenderam muito com a civilização pré-histórica, pois até mesmo o sistema de classificação dos espers foi obtido deles.

— Então vai esta mesmo. — Han tocou na tela.

*Voom*

Logo depois, um feixe de tração surgiu e lentamente entregou a Perfuradora de Estrelas Destruidora de Luas a Han.

Em seguida, veio a recompensa pelo título de Máquina Mortífera Intermediária, e desta vez eles eram todos trajes de combate. Em termos de materiais, eles eram feitos de fibras de alta resistência ou fibras de metal, metais macios, e outros. Quanto ao nível daqueles trajes de batalha, eles eram todos sete estrelas, o que significa que eles foram todos construídos para serem usados por Deuses da Guerra!

— Trajes de combate de nível Deus da Guerra!

Os olhos de Han de repente se animaram. Seu traje de combate de Kylin Negro já não tinha mais o braço direito e estava repleto de cortes. Já que não havia alternativa melhor, Han ainda estava usando ele. Agora, porém, ele realmente precisaria de um traje de combate de alto nível, e os do nível Deus da Guerra simplesmente não poderiam ser comprados no mercado, a menos que a pessoa tivesse uma rede de contatos considerável.

Estava na natureza de Han gostar de coisas que eram únicas, então ele escolheu um traje de batalha chamado Matrix Elíptica. Era um traje preto muito interessante. Ele não tinha arestas, e em vez disso tinha um design inteiramente curvilíneo. Ele também tinha nano-revestimento no exterior, que lhe permitia produzir pouca ou nenhuma fricção.

Em termos simples, a Matriz Elíptica era tão escorregadia quanto um sapo. O golpe de um inimigo que a atingisse teria sua força parcialmente desviada devido ao design arredondado e à superfície escorregadia. Também seria difícil para um inimigo agarrar alguém que estivesse usando um traje Matrix Elíptica.

O Preceito Zero poderia privar os inimigos de suas habilidades, então Han realmente não se preocupava com habilidades extravagantes ou fantasiosas. Ele apenas se preocupava com batalhas corpo-a-corpo onde fosse cercado, contra inimigos com habilidades de luta ou do tipo mobilidade.

Agora que ele tinha a Matriz Elíptica, o ataque físico do inimigo em Han teria sua força de impacto reduzida, então poderia ser dito que aquele traje era simplesmente perfeito para Han.

Logo, o feixe de tração trouxe a Matriz Elíptica para as mãos dele. Em seguida, veio a recompensa para o título de Máquina Mortífera Avançada, e desta vez os prêmios eram todos diagramas.

Os diagramas não eram realmente plantas de projetos, mas sim um grande banco de dados contendo o projeto e os procedimentos para fabricação um item, armazenados dentro de um dispositivo.

Na Via Láctea, havia pouquíssimas coisas que eram mais valiosas do que os diagramas. Por exemplo, para uma fragata de guerra que era vendida por G$ 1 bilhão, o valor do projeto da fragata custaria pelo menos mil vezes mais do que a própria nave!

Os diagramas eram impossíveis de ser clonados. Eles eram a base de toda a tecnologia industrial, desde as motos voadoras até as enormes bases espaciais. Todos elas precisavam de um diagrama para serem feitas.

A recompensa por passar o teste final era um diagrama de uma fragata de batalha de alto nível. Dentro da relíquia, todos os trajes de combate e armas seriam de propriedade dos espers que os acharam, mas todos os diagramas deveriam ser entregues à Aliança quando o evento de exploração terminasse.

Já que aquilo não iria ficar mesmo com ele, ele não se deu ao trabalho de ler com cuidado. De acordo com seu hábito, ele escolheu o projeto de nave mais bizarro que ele encontrou.

Para Han, a entrega do diagrama lhe traria uma alta pontuação, e seria um fator importante ao classificar os sobreviventes no final. Han só teria que entregar o valioso diagrama, dizer uma frase de efeito sobre não querer que a Terra fosse colonizada pelo Império Sally, e então, provavelmente, as grandes nações da Aliança concordariam.

Caso contrário, sem aquele diagrama, qual seria a força do discurso de uma pessoa insignificante como Han? Da última vez, Ke Lake ajudou a Terra a escapar do destino de ser colonizada, mas aquilo foi em troca de inúmeros bens inestimáveis ​​encontrados dentro da Zona de Extinção.

Agora que Han tinha essas três belezuras em mãos, mesmo se excluindo o diagrama que ele ia entregar, a arma de seis estrelas e o traje de combate de sete estrelas eram tesouros inestimáveis. Han já tinha ficado muito satisfeito, e estava planejando sair.

Naquele momento, o sistema anunciou uma quarta recompensa, uma recompensa por ser um convidado especial.

Desta vez, o sistema não deixou Han escolher, mas enviou o prêmio diretamente para ele.

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: