DNG – Capítulo 89 – 3Lobos

DNG – Capítulo 89

Quatro Cartas

O interior da torre flutuante de nível 7 escureceu novamente. Han se sentou na escuridão, pegou um copo de coleta automática de água e barrinhas energéticas e começou a comer aos poucos.

A região da China era cheia de pessoas frescas com relação à comida. No entanto, embora Han fosse chinês, a capacidade dele de não se importar com o gosto da comida estava chegando a um nível ultrajante. Desta vez, para explorar a A19, ele só trouxe duas coisas, água e barrinhas energéticas.

O copo de coleta automática de água era um recipiente preto pequeno que parecia feito de algum tipo de fibra bem leve. Ele coletava automaticamente a umidade do ar e transformava-a em água potável pura através de seu sistema de condensação.

Quanto às barras energéticas, eram um alimento vermelho escuro que era rico em proteínas e todos os tipos de vitaminas, muito usado em guerras e emergências. Uma barra pequena era o suficiente para fornecer a energia necessária para um soldado por um dia inteiro.

A grande maioria dos soldados odiava este tipo de barras energéticas porque, embora tivessem uma eficácia superior, tinham um gosto muito ruim. Era como mastigar plástico, inodoro e insípido. Foi projetado dessa maneira para que quando alguém ingerisse, não corresse o risco de ser descoberto por monstros que tinham um faro apurado.

Embora aquele alimento tivesse a textura de cera, Han estava na verdade aproveitando aquele momento. A partir de uma certa perspectiva, você poderia dizer que ele tinha alta tolerância e poderia suportar mais dificuldades do que um soldado mediano.

De repente, sons estranhos vieram da escuridão. Após o interior da torre flutuante ficar completamente escuro, algumas criaturas escondidas dentro da torre começaram a aparecer.

Olho das Trevas!

Han sussurrou internamente, e quando ele reabriu seu olho direito, ele tinha ficado completamente preto. Ao observar os arredores com seu poder das trevas, Han viu muitas criaturas estranhas. Elas estavam limpando o campo de batalha, arrastando aqueles oponentes que Han matou para as profundezas da torre, provavelmente para algum tipo de máquina de limpeza. Ao longe era possível ouvir o som de ossos e carne sendo moídos.

Han ficou chocado. A existência daqueles orcs não era algo virtual, mas sim real! O que ele acabou de matar eram todas criaturas vivas!

Quanto às coisas que estavam limpando o campo de batalha, elas eram muito estranhas e tinham uma região bem iluminada em seu peito. Devia ser sua fonte de energia, de forma que eles podiam realmente ser um monte de robôs.

Han estava perdido em pensamentos. Desde que entrou na Zona de Extinção, ele sentiu que havia algo de muito errado ali. As palavras estavam escritas na mesma linguagem da Via Láctea, o que ainda era aceitável, já que a humanidade aprendeu originalmente essa linguagem no legado deixado nas Zonas de Extinção. Porém, tinha também a questão da ativação da torre flutuante. Parecia que este conjunto de sistemas da civilização pré-histórica considerava a existência de Han como sendo a mesma que os seres da civilização pré-histórica. Não só a A19, mas todas as outras relíquias também agiam da mesma forma.

Isso por um acaso provava que a avançada civilização pré-histórica e a humanidade eram de certa forma relacionados?

Talvez fosse por isso que os seres humanos podiam facilmente aceitar tudo o que foi deixado para trás pelos residentes anteriores: sua tecnologia, máquinas, conhecimento de modificação genética, etc.

Falando do conhecimento genético, as bestas sombrias eram referência. Elas eram algo criado pela civilização pré-histórica para que não se reproduzissem naturalmente, procriando exclusivamente por sistemas de produção automatizados.

Lembrando da época em que Li Yu levou os irmãos da Administração de Zonas de Extinção, seu objetivo era realmente encontrar o núcleo de criação biológica da Zona de classe C dentro da relíquia e destruí-la, pois caso contrário sempre haveria bestas sombrias e seu número cresceria.

Naturalmente, os seres humanos também podiam usar os mesmos meios para evitar a fabricação de bestas sombrias em relíquias de nível mais alto, mas, infelizmente, as relíquias de classe A eram muito difíceis de conquistar. Além disso, a localização dos centros de produção também era algo muito misterioso. Até agora, havia apenas algumas relíquias da classe A que foram plenamente conquistadas, se tornando relativamente seguras.

Essas relíquias da classe A que não tinham mais bestas sombrias estavam sob o controle dos 12 membros permanentes da Aliança Via Láctea, sem exceção. Eles estudaram vigorosamente o interior da relíquia e copiaram a tecnologia deixada para trás pela civilização pré-histórica, alcançando finalmente a posição superior dos 12 membros permanentes hoje.

Han estava pensando, se bestas sombrias podiam ser fabricadas, então o que dizer desses Orcs? Eles também deviam ser fabricados por um centro de desenvolvimento genético que também treinava esses soldados, certo?

A curiosidade de Han começou a crescer. Ele realmente queria ir observar esses robôs que limpavam o campo de batalha e ver para onde os Orcs mortos eram levados. Onde estariam os orcs vivos sendo mantidos? Como é que esta enorme torre flutuante realmente funcionava?

Han mudou de opinião algumas vezes, mas por fim decidiu não se mover. Espiar o interior da torre flutuante atrás de segredos seria sem dúvida perigoso. Se Han quisesse sobreviver, então seria melhor seguir as regras dentro desta relíquia.

Os robôs foram muito rápidos em seu trabalho. O interior da torre flutuante foi logo restaurado para o estado anterior, e até mesmo o odor dos corpos tinha desaparecido. Os robôs desapareceram por cantinhos escuros e o silencio voltou a reinar.

Ele olhou para seu relógio e viu que poderia descansar por mais 3 horas. Ele colocou duas pílulas de energia nuclear dentro de sua boca, e em seguida se deitou no chão de liga frio, fechando lentamente os olhos.

Durante o breve descanso, Han teve um sonho, um sonho muito aterrorizante.

Ele sonhou que a relíquia havia sido ativada por uma força desconhecida, quando o centro de desenvolvimento genético, além de criar as bestas sombrias, também começou a fabricar fusões ainda mais terríveis. Os soldados humanos caíram um após o outro e toda a relíquia imergiu no caos. Han estava em cima de uma montanha e testemunhou o massacre brutal, com montanhas de corpos empilhados e o sangue fluindo e formando rios.

*Pi Pi Pi Pi Pi*

O despertador que ele havia programado o puxou para fora do pesadelo. Após alguns minutos o teste de máquina mortífera intermediário começaria, e o objetivo de Han era matar 10 mil oponentes! Dez vezes mais do que antes!

Enquanto ainda restavam alguns minutos, Han praticou um pouco o Arranjo 46.

Sob a influência de drogas, a força física e a energia dele foram completamente restauradas. Sua alta tolerância a toxinas era uma das melhores cartas na mão dele, permitindo-lhe contar com as drogas para restaurar sua energia.

*Kacha*

Toda a torre flutuante se iluminou de novo. A altura parecia ser de dezenas de quilômetros, e o seu diâmetro era de pelo menos uns quinze quilômetros. Ela era capaz de gerar uma mistura de elementos virtuais e reais para fabricar o campo de batalha, e foi um dos milagres deixados para trás pela civilização pré-histórica.

Os arredores estavam mudando novamente. Um vale começou a aparecer, assim como rios e florestas.

Este era um ambiente virtual baseado em energia. Cada montanha era um corpo de energia, permitindo até que Han realmente subisse nelas. Porém, essas montanhas não tinham uma entidade física, pois foram formados por feixes de energia lançados por diversos pontos da torre flutuante, juntamente com a tecnologia de realidade virtual. Uma montanha virtual foi criada com todas as características de uma montanha real.

Quanto aos adversários de Han, eram entidades físicas reais criadas usando sua tecnologia de desenvolvimento genético e eles estavam sob o controle do sistema central. Eles poderiam ser considerados como uma versão mais avançada dos clones.

Os oponentes de Han começaram a aparecer, por cima das colinas, de dentro dos rios e do meio das florestas. Eram definitivamente mais de 10 mil, e eles cercaram Han.

Novamente, eles eram de uma raça alienígena. Tinham corpos acinzentados e olhos curvados. Seus globos oculares eram vermelhos, e nenhum traje de combate cobria seus corpos, estando assim todos desprotegidos.

A parte de cima de seus corpos era longa, e as pernas grandes eram ainda mais exageradas, cobertas por músculos tão definidos que pareciam feitos de aço, mostrando que eles devem ter habilidades de salto forte e alta mobilidade.

— Cacete! É outro cerco! — Han olhou em volta e xingou.

A configuração do sistema na torre flutuante era absolutamente desumana. Toda vez os inimigos cercavam Han e criavam uma batalha de cerco. Se por acaso eles viessem de uma direção só, Han poderia pelo menos economizar energia. Agora, porém, parecia que os inimigos iriam vir de todos os lados!

*Vooosh*

*Boooing*

*Booing*

O cerco começou! Inúmeros inimigos alienígenas avançaram como tudo para cima de Han! Porém, eles não correram, eles saltaram!

Assim, aquela raça alienígena acinzentada representava espers com poderes de salto. Eles pareciam uma nuvem de gafanhotos, saltando algumas centenas de metros de altura e chegando em Han em questão de instantes, vindos literalmente de todas as direções e ângulos possíveis.

Han estava tão zangado que queria xingar. Era como se a torre flutuante tivesse enxergado a fraqueza de Han e especificamente escolhido oponentes que eram os mais efetivos contra os poderes dele.

As características marcantes dos espers do tipo salto eram o seu impulso incrível e momento dos ataques. Este tipo de inimigo era muito irritante porque o momento era dado pela massa e velocidade do alvo, sendo essencial para ataques físicos. Mesmo que Han tirasse sua capacidade de salto, eles ainda conseguiriam manter o momento que criaram com o salto inicial, fora da área de efetividade do Espaço Zero.

Han cerrou os dentes e seus olhos ficaram implacáveis. Seus dedos tocaram seu anel, e uma arma de repente apareceu em sua mão. A Lâmina da Lua Crescente Prateada, uma arma de mais alto nível do Império Zi Zhu.

O poder das trevas de Han era realmente destrutivo, de forma que ele não só destruiu a parte do braço direito de seu traje de combate, mas até mesmo torceu ligeiramente a arma de valor inestimável.

Porém, a Lâmina da Lua Crescente Prateada ainda estava afiada!

Além disso, Han não apenas tinha apenas o Preceito Zero, ele também conhecia uma arte marcial proibida!

Os Seis Caminhos do Zero!

Os inimigos apenas viam o corpo de Han se torcer de uma maneira muito estranha, e a borda afiada na mão dele se aproximava em um ângulo completamente inesperado e fazia um contato repentino com eles. A lâmina afiada imediatamente abria um enorme corte no pescoço de cada um deles. Os inimigos continuavam se movendo rapidamente por alguns metros, mas em seguida caíam mortos no chão, com a mão cobrindo o pescoço enquanto seus corpos ficavam gelados.

Espers do tipo salto tinham uma fraqueza bem simples. Após iniciarem um salto, eram como uma bala. Embora fossem muito rápidos, eles se moviam em uma linha reta e não tinham como mudar seu trajeto no ar. Além disso, uma vez que eles passassem pelo alvo, eles não conseguiriam parar imediatamente, e continuariam se movendo por dezenas de metros antes de pararem por completo.

Isso significava apenas que os espers do tipo salto estavam destinados a se tornar alvos fáceis no ar após iniciarem um salto, contanto que Han fosse ágil o suficiente e sua lâmina ainda estivesse afiada. Ele conseguiria tirar suas vidas antes deles caírem no chão novamente!

O Preceito Zero de Han também não era completamente inútil. Han era agora um esper de quatro estrelas e conseguia tirar o poder de todos os que estivessem dentro de um raio de 100 metros!

Estes inimigos do tipo salto deviam pegar seu impulso fora do raio de 100 metros centrado em Han, ou então eles não seriam capazes de usar mais seu poder para atacar. E se os espers do tipo salto não pudessem saltar, sua força de combate seria muito menor, e eles não seriam adversários consideráveis para Han.

*Tchik*

*Tchik*

Han se tornou completamente impiedoso. Fossem fusões ou meros clones, ele precisava matá-los primeiro! Os inimigos que saltavam eram mortos no ar, e os inimigos que corriam em direção a Han eram mortos antes mesmo de representarem uma ameaça com seus números!

Em um piscar de olhos, havia cadáveres por toda parte, e o sangue fluía como rios. A Lâmina da Lua Crescente Prateada na mão de Han começou a rapidamente ceifar a vida dos inimigos!

— Pílula sensorial, dose dupla!

*Pop*

Duas pílulas instantaneamente entraram na boca de Han, melhorando drasticamente a sua capacidade de percepção. Diante desses inimigos que conseguiam saltar, a percepção e os reflexos de Han se tornaram extremamente importantes. Devido à sua tolerância única por toxinas, ele poderia se utilizar de drogas para forçar sua percepção a ficar mais sensível, e seus movimentos mais ágeis!

Durante o primeiro teste, Han matou em média um inimigo a cada minuto. Desta vez, porém, ele estava matando um a cada poucos segundos.

Matar!

Matar desesperadamente!

Matar sem se importar com mais nada!

Han estava carregando uma enorme responsabilidade. Ele era o pilar que suportava a esperança de toda a Terra!

Se era necessário se tornar uma máquina mortífera sem emoção para impedir que a Terra fosse colonizada, Han se tornaria o assassino mais implacável da Via Láctea! Ele não iria vacilar, não importava quantos ele matasse!

Na verdade, a capacidade de Han para matar estava mais poderosa do que ele esperava. Isso porque ele não tinha só o Preceito Zero, mas também metade do Coração das Trevas, o poder de Seis Caminhos do Zero, e também uma tolerância absurda para toxinas!

Eram as quatro cartas poderosas a sua disposição!

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: