DNG – Capítulo 88 – 3Lobos

DNG – Capítulo 88

Máquina Mortífera

Na nave de comando da frota da família Ye, a viagem continuava, e Weiwei se fechou dentro de seu quarto. 24 horas haviam se passado desde aquela matéria relatando a tragédia ocorrendo na A19. Weiwei quase não comeu nada, e ela estava simplesmente deprimida ao extremo.

Afinal, ela era apenas uma menina tola. Ela não sabia o que estava acontecendo com ela. Tudo o que sabia era que sentia como se tivesse perdido algo muito importante. Toda vez que fechava os olhos, a sombra de Han vinha à sua mente.

Talvez fosse porque Han deu a ela algo que ninguém mais podia dar, e isso era a liberdade. Ao lado de Han, Weiwei poderia usar um vestido, pegar um cachorrinho serelepe no colo, e fazer um monte de coisas que ela sempre quis fazer, mas nunca pôde. Isto gradualmente formou uma conexão entre eles.

Deitada na cama, tossindo e se virando para todo lado, Weiwei pegou seu notebook e começou a assistir as notícias ao vivo. Naquele momento, todos os olhos estavam sobre a tragédia acontecendo na A19. A repórter estava informando apressadamente:

— De acordo com as últimas informações recebidas, a Aliança Via Láctea anunciou oficialmente que, 24 horas após a ativação da Zona de Extinção A19, a taxa de mortalidade atingiu 98,1%, ou seja, entre os 100 mil jovens talentos que entraram, apenas 1.900 ainda estão vivos. Agora, por favor, deem as boas-vindas ao nosso convidado especial, o professor Prandelli, para nos explicar o que esse número realmente significa. Professor, entre os sobreviventes, quantos podem realmente sobreviver durante os 29 dias restantes?

O velho professor coçou a cabeça e disse em voz pesarosa:

— Veja bem, para ser sincero, já devemos ficar felizes porque alguns dos 100 mil espers iniciais sobreviveram. Afinal, pouco tempo depois de a relíquia ser ativada, a taxa de mortalidade já estava ridiculamente alta. Agora, temos razão para crer que os sobreviventes já saíram do ponto de entrada, que era uma enorme caverna imersa na escuridão. Como todos sabem, uma vez fora da caverna escura, eles estarão enfrentando uma dimensão fabricada pela civilização pré-histórica, com tecnologia de alto nível. Este mundo é muito vasto e, embora seja muito perigoso, não vai ser um massacre completo como aconteceu na caverna da entrada. Assim, estes 1.900 espers ainda tem uma chance de sobreviver até que a Zona de Extinção seja desativada. Além disso, devemos ter em mente que aqueles soldados que sobreviveram são todos espers de elite. A maioria dos espers de nível mais baixo ou de poderes não favoráveis já deve ter sido eliminada. Resumindo, eu ainda estou um pouco pessimista sobre o resultado após os 29 dias, mas não tanto quanto antes. Afinal, ainda falta muito até o final, e ninguém sabe o que realmente está acontecendo dentro da A19.

A repórter rapidamente fez outra pergunta:

— Professor, você acabou de dizer que sair da caverna escura os coloca diante de um mundo vasto. Você pode nos falar mais sobre o interior de uma Zona de Extinção?

O velho professor concordou com a cabeça e começou:

— No geral, a A19 é como um mundo completo, não sendo muito diferente dos mundos em que vivemos. Eu mencionei que o ponto de entrada é a caverna escura. Após ela, e antes das outras partes, há um percurso relativamente seguro. O verdadeiro problema é que o mundo dentro da relíquia não permanece o mesmo. Conforme o tempo passa, cada vez mais entradas e chaves escondidas serão reveladas, que são ótimas oportunidades para os espers encontrarem um monte de itens e diagramas de valor inestimável. Porém, ao mesmo tempo, mais bestas sombrias e até coisas ainda mais fortes do que elas aparecerão dentro da Zona de Extinção. Isto é como um processo gradual de dificuldade crescente.

A repórter hesitou:

— Então, podemos afirmar que existem regras de funcionamento no interior da relíquia, e a dificuldade de sobrevivência vai aumentar gradualmente, o que significa que nos últimos dias o nível de dificuldade atingirá o seu pico, sendo assim o momento mais perigoso, não é mesmo?

Professor Prandelli balançou a cabeça, confirmando.

— Tem sido sempre assim. Além disso, a A19 é diferente das outras relíquias. Ela foi originalmente um campo de treinamento para a civilização pré-histórica. Quando eles partiram, também colocarem lá dentro um monte de bestas sombrias e outras criaturas ainda mais poderosas e hostis, então…

*Suspiro*

Ye Weiwei de repente sentiu seu coração vacilar. Não que ela fosse alguém que se assustava facilmente, mas ao ouvir sobre a dura situação que os participantes do Torneio estavam enfrentando, ela não sabia por que, mas estava realmente com medo, e nem se atreveu a continuar ouvindo as notícias.

— Han, você precisa sobreviver, custe o que custar. — Ye Weiwei se encolheu na cama, e seus olhos ficaram marejados.

Dentro da Zona de Extinção A19, era possível ver que aquele julgamento era realmente de nível 7 de dificuldade. Pelas últimas 18 horas ininterruptas Han havia estado cercado por um grupo grande de orcs. Eles se levantavam e desafiavam Han um por vez, e ele precisaria vencer cada um deles ou então seria morto.

Em torno deles haviam ruínas de edifícios e uma cidade inteira em chamas. Este teste parecia fazer uma simulação de Han como um sobrevivente de um ataque e sob o cerco de inúmeros inimigos.

Felizmente, não era como a horda de inimigos de antes, mas mais como um torneio interminável. Já fazia 18 horas e Han havia matado inúmeros adversários, mas o teste ainda não tinha terminando.

Outro orc saiu da multidão, pisando sobre escombros e exibindo seus músculos que eram mais duros que o aço. Orc era só um nome que Han lhes deu, na falta do conhecimento específico. Esses caras não pareciam humanos. Suas testas eram mais estreitas e mais altas, o nariz tinha a ponta para cima, e uma fileira de presas crescia de forma desordenada em sua boca. Eles vestiam peles de animais, e seus corpos estavam cobertos com ornamentos feitos de ossos. A maioria tinha cerca de dois metros de altura.

Na Via Láctea, além dos humanos, havia muitas outras raças alienígenas. Porém, devido aos seres humanos serem mais poderosos, as situações de vida das raças alienígenas eram geralmente mais duras. Além disso, eles acabavam por se envolver em ramos de alto risco, como o velho Mo da raça Kui, que trabalhava como um escarafunchador, ou como a raça dos bruxos, que geralmente acabavam trabalhando como assassinos.

Agora, naquele julgamento estranho, todos os inimigos eram espers da descendência de força, que usavam uma força brutal e lutavam com uma fúria animalesca. Foi por isso que Han os apelidou de orcs.

O estilo de luta da raça orc era simplório, mas valoroso. Eles não diziam nada, apenas se levantavam, rugiam, e começavam a atacar Han com força bruta imediatamente. Depois que um deles fosse morto, outro se levantaria imediatamente para lutar contra Han, em um torneio sem fim.

— ROOOOOAR!

O próximo agiu igual os adversários anteriores. Tudo o que ele sabia era rugir e atacar Han com seus punhos.

Han estava chorando por dentro. Entre todos os tipos de espers, os da descendência de força eram relativamente comuns, mas eles eram o tipo que Han mais tentava evitar. O Preceito Zero de Han simplesmente não podia fazer nada contra aqueles músculos enormes.

Ele poderia derrubar um sujeito que voava nos céus, ele poderia fazer um esper com poderes aquáticos se afogar, e ele poderia deixar os espers com poderes de relâmpago, fogo e gelo em um estado inútil! Porém, para um adversário com força bruta, o que ele poderia fazer?

*Vooosh*

O punho do guerreiro orc era como um enorme martelo de aço, se dirigindo implacavelmente em direção à cabeça de Han. O punho veio em direção a ele com uma força estrondosa!

Han mal podia esperar para ver o fim dessas batalhas, e ele começou a se perguntar se esse tipo de luta iria durar todos os sete dias.

Se fosse realmente o caso, então ele estaria ferrado. Ele se tornava mais forte quando enfrentava adversários mais fortes, mas contra esses oponentes normais que apenas tinham um número infindável, ele não tinha muito como utilizar plenamente seus pontos fortes.

Os olhos de Han se fixaram no punho do inimigo, seu corpo se torceu de uma maneira estranha para a esquerda.

Após tanto tempo lutando, Han já conseguia prever a direção dos ataques inimigos, e aprendeu a minimizar a quantidade de energia consumida para cada retaliação. Afinal, os inimigos estavam em imensa superioridade numérica e Han não sabia por quanto tempo aquela batalha ia continuar. Então, economizar drogas e também energia se tornou a missão mais importante para ele.

Os ataques e contra-ataques de Han estavam cada vez mais naturais. No próximo, ele apenas deixou seu torso cair um pouco para esquivar do punho e, de repente, daquela posição meio inclinada ele se torceu e atacou com um soco de baixo para cima com um impulso muito incrível. Seu punho direito começou a reunir energia escura no momento em que o orc passou com o golpe zunindo por cima dele, e o punho das trevas foi direto no coração do orc por trás!

*Baam*

O poder da escuridão penetrou o corpo do adversário diretamente pelas costas, esmagando completamente o coração dele!

Sem dúvida, aquela era uma forma extremamente eficaz de ataque. Han não usou nenhum movimento extra ou consumiu qualquer energia adicional. Han só usou um punho das trevas para acertar o lugar mais crítico, e um soco foi suficiente para tirar a vida do oponente!

Sem saber, as técnicas assassinas de Han estavam melhorando a uma taxa insana.

O punho escuro de Han era poderoso, mas no passado, Han sempre usou força total para se certificar de que um soco seria o suficiente para fazer os inimigos em pedaços, explodindo-os como balões!

Agora, porém, que ele precisa conservar energia, Han não poderia usar mais toda sua força, mas precisava aprender a usar o mínimo necessário, e matar usando a maneira mais eficaz e mais rápida.

— Ainda não se cansaram?! Que seja, o próximo! Eu vou matar todos vocês, mais cedo ou mais tarde! — Han gritou, mais para levantar a sua própria moral do que diminuir a dos inimigos.

Afinal, já eram dezoito horas de batalha ininterrupta, e Han nem se lembrava quantos inimigos ele tinha matado. Em comparação com essa batalha, o estresse que ele teve que suportar no Teste de Tensão era irrelevante! Os métodos que a civilização pré-histórica usava para treinar seus soldados eram muito mais cruéis do que os dos humanos.

*Shua*

Pouco depois que Han gritou aquela frase e pensou que a batalha continuaria sem parar, o ambiente que o circundava de repente desapareceu. Os orcs feios com suas presas tortas também desapareceram na escuridão, e a torre flutuante retornou à sua paz habitual. Depois, uma tela iluminou as trevas.

“Julgamento das mil mortes concluído.

Tempo necessário: 18 horas, 4 minutos e 5 segundos.

Avaliação: Máquina Mortífera iniciante.”

Han leu as palavras na tela. Parecia que ele tinha matado aquela quantidade de pessoas sem se dar conta. Mil mortes demoraram 18 horas e 4 minutos, então a média era de aproximadamente um inimigo morto por minuto?!

Máquina Mortífera iniciante?

O pior foi que Han não gostou muito do título que lhe foi dado.

*Shua*

De repente, a tela brilhou novamente, e um segundo diálogo apareceu, deixando Han de boca aberta e com vontade de chorar.

“O julgamento para se tornar uma Máquina Mortífera intermediária começará dentro de 4 horas. Objetivo: 10.000 mortes!”

Han finalmente percebeu que aquela torre flutuante de nível 7 era um lugar que treinava máquinas de matar!

Ele acabou de matar mil alvos, e a seguir seriam 10 mil?!

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: