DNG – Capítulo 87 – 3Lobos

DNG – Capítulo 87

Plasma Sanquíneo Aeon

Aquelas coisas que pareciam pequenos feijões vermelhos eram familiares a Han. Ele os tinha visto em algum lugar antes, talvez naquele livro de farmacologia que Andarilho Noturno lhe deu.

— Será que é o tal plasma sanguíneo Aeon? — Han coçou o queixo e pensou em voz alta, — Eu não posso ter tanta sorte assim… O plasma sanguíneo Aeon é algo formado quando a Terra absorve o sangue de espers poderosos. É extremamente raro, mas aqui…

De repente, Han ergueu a cabeça e lembrou que estava dentro do enorme esqueleto do monstro, que se estendia por dezenas de quilómetros, e aquelas bolas vermelho-sangue cresceram dentro do crânio do monstro, tendo sido formadas provavelmente após o sangue do enorme monstro escorrer.

Essa hipótese significaria que o plasma sanguíneo Aeon não se formava apenas após a morte de espers de elite, mas também com o sangue de monstros puros, e assim este também poderia ser um ingrediente principal de drogas de alto nível.

Olhando em volta, havia um monte de pegadas deixadas por bestas sombrias, e ainda estavam frescas. A partir disso, era possível presumir que os lugares onde crescia o plasma sanguíneo Aeon geralmente teriam um grande número de bestas sombrias se reunindo, tornando a colheita do material uma tarefa árdua.

Agora, porém, todas as bestas sombrias dentro da A19 tinham se reunido na caverna escura da entrada para massacrar os invasores humanos, deixando os outros lugares na relíquia vazios. Isso deu a Han uma oportunidade perfeita para parar e colher aquele precioso ingrediente!

Han passou por uma rachadura no crânio do monstro e pegou uma bola de plasma para começar a analisar. Ele não parecia estar errado em seu palpite. Uma planta de seis folhas dava frutas que pareciam gotas de sangue, e cada um deles parecia ter sangue fluindo em seu interior. Eles tinham uma fragrância suave, e também pareciam ser leves, mas eram na verdade tão pesados quanto um bloco de aço. As características batiam com o que ele leu sobre o plasma sanguíneo Aeon.

Ele era um poderoso tipo de droga purificadora, e também poderia ser usado como um valioso agente neutralizante de outras drogas. Na Dark Net Galática, cada bola de plasma daquela poderia ser vendida por pelo menos 1 milhão de G$, e sempre havia muita demanda, mas pouca oferta.

Han viu aqueles cachos de gotas vermelho-sangue e ficou empolgadíssimo com aquela agradável surpresa. Havia pelo menos algumas centenas de gotas ali, e ele poderia ficar com tudo para si próprio! Afinal, aquilo era uma “planta”, não era?

Na verdade, corpos de espers de alto nível sempre foram tesouros preciosos, que eram difíceis de obter. Cristais de poder poderiam ter se formado em seus cérebros, e o plasma sanguíneo podia ter crescido no local em que o corpo foi enterrado. Alguns cientistas na Dark Net conseguiam até mesmo desmantelar os corpos para fazer drogas pecaminosas.

Havia inúmeras delas, como o revitalizador de ROC Zero que Li Yu usou no passado, refinada a partir dos fluidos cerebrais extraídos de guerreiros ainda vivos. Eram métodos muito cruéis. Claro, depois de ter acesso à Dark Net por tanto tempo, Han já sentia naturalidade diante destas atividades ilegais. Ele em verdade tinha uma melhor compreensão do mundo da Dark Net do que do mundo normal.

Han começou a colher o plasma sanguíneo. Estas plantas valiosas eram muito especiais. Quando a fruta fosse colhida, a planta murcharia imediatamente do topo até a raiz, e nunca cresceria novamente. Depois desta colheita, se alguém aparecesse ali mais tarde, tudo o que veriam seria uma terra vazia, sem nada de especial.

Geralmente, os frutos de plasma se formavam com o sangue refinado de espers, e assim, conseguir encontrar uma planta já seria bom o suficiente. Porém, esses frutos de plasma sanguíneo foram formados por bestas estelares gigantes, e por isso havia uma quantidade incrível deles.

Quanto à diferença farmacológica entre o plasma que se formava a partir de espers e das bestas, Han não tinha muita certeza, e esta questão seria deixada para o verdadeiro perito, Andarilho Noturno.

732 frutos.

Após Han terminar a contagem dos frutos do precioso plasma sanguíneo Aeon, ele os guardou dentro do anel de armazenamento. Dentro do anel o ambiente era como o vácuo, então ele não tinha medo delas apodrecerem. De acordo com o preço de mercado da Dark Net, de 1 milhão de G$ por fruto, 732 frutos dariam obviamente 732 milhões de G$, que somado ao que ele conseguiu mais cedo daria algo em torno de 1,6 bilhões!

— Eu ainda tenho que sair daqui vivo para poder gastar essa fortuna. — Embora estivesse animado, Han ainda sabia o perigo que estava correndo.

Quando ele estava planejando sair do crânio do monstro, após as plantas do plasma sanguíneo secarem, de repente ele notou ​​um anel dourado no chão, em baixo de onde elas estavam anteriormente. Apesar de ser absolutamente antigo, ainda estava brilhante. Han não sabia de que material era feito. Ele se agachou e pegou delicadamente o anel, por curiosidade.

*Fooooon*

De repente, Han foi teletransportado para a torre flutuante que ficava logo acima do fim do vale. O portão de liga metálica diante de seus olhos se abriu lentamente, e dentro dele havia apenas a mais completa escuridão.

O anel dourado era o interruptor que ativou o portal para que ele chegasse lá. Han havia inadvertidamente entrado em um julgamento.

Ele olhou em volta com calma. Inúmeras torres idênticas estavam flutuando magicamente no ar, de modo que ninguém sabia qual delas tinha o maior nível de desafio ou as melhores recompensas. Os espers dependiam de sua sorte para conseguir entrar nos melhores julgamentos.

O tempo dos julgamentos girava geralmente perto de 24 horas. De acordo com relato de alguns, quanto maior o tempo do julgamento, maior era o nível da torre flutuante. Depois de terminar os testes correspondentes, os itens obtidos também seriam muito melhores, e eles eram geralmente a chave para se obter uma classificação alta após o evento de exploração terminar.

Dizia-se que o maior recorde para os tempos de julgamento na A19 era de 96 horas, mas Han não sabia onde essas torres flutuantes de alto nível estavam localizadas. O local específico era conhecido apenas por aqueles países poderosos, de modo que seus espers pudessem ir para lá direto e sem competição quando a exploração começasse.

Por esta razão, os vencedores dos Torneios anteriores eram todos oriundos de um dos 12 países membros permanentes da administração. Para alguém como Ke Lake, que veio de um planeta desconhecido e fraco, já era muito chocante ele conseguir chegar no 9º lugar.

Itens como o plasma sanguíneo Aeon, embora fossem algo de nível superior, não trariam a Han uma pontuação muito alta. Afinal, o plasma sanguíneo Aeon era um ingrediente usado em drogas. Se Han quisesse ter uma pontuação alta, ele precisaria encontrar diagramas, códigos genéticos e outras coisas que poderiam beneficiar toda a humanidade.

Ele não precisava apenas garantir sua sobrevivência na A19, mas também garantir pontos suficientes para impressionar. Só assim ele impediria que a Terra fosse colonizada.

Dez anos atrás, foi o que Ke Lake fez. Ele concluiu a exploração da A7 em 9º lugar, fez grandes contribuições para a Aliança, e foi reconhecido como um talento de nível superior.

Quando o Império Sally e algumas outras nações pleitearam colonizar a Terra, os líderes da Aliança levaram em conta a contribuição e o potencial de Ke Lake, de modo a rejeitarem os pedidos, e isso permitiu que a Terra, felizmente, existisse por mais 10 anos.

Porém, depois desses dez anos, agora que Ke Lake está desaparecido, a pesada responsabilidade caía sobre os ombros de Han. Ele tinha que obter uma pontuação igual ou superior à de Ke Lake, a fim de impedir a aprovação do pedido para colonizar a Terra.

Com isso em mente, Han ergueu as sobrancelhas e entrou na torre escura a passos largos.

— Já que minha missão é conseguir uma pontuação suficientemente alta, eu aceitarei esse julgamento!

*Bang*

O grande portão se fechou imediatamente, e inúmeras projeções holográficas foram disparadas na escuridão, transformando os arredores sombrios em um campo de batalha com penhascos e paredões milenares.

*Shua*

Uma tela apareceu, mostrando uma mensagem na linguagem universal da Via Láctea, e assim Han foi capaz de lê-la. Os seres humanos aprenderam inúmeras coisas da civilização pré-histórica, e o idioma era uma delas.

Han ficou chocado, seus olhos se fixaram naquelas palavras, com descrença estampada em seu rosto enquanto ele lia:

— Julgamento de nível… 7! Tempo necessário…. 168 horas!

Uma torre flutuante com um julgamento que levaria 168 horas para ser concluído! Aquele devia ser o julgamento de nível mais alto na A19, certo?! Anteriormente Han tinha descoberto que a torre flutuante com o julgamento mais difícil foi de apenas 96 horas, chamado de julgamento de nível 5.

A cada vez, a A19 ficaria ativa por 30 dias, mas aquele julgamento simples iria levar 7 dias e 7 noites! Era óbvio o quão difícil seria o julgamento.

Somente participando do julgamento mais difícil seria possível obter a recompensa mais valiosa!

Tudo nesse mundo acontecia por alguma razão. Na caverna escura, Han não escolheu fugir com a maioria, mas sim escapar sozinho por um caminho lateral.

Este trajeto lateral levou Han ao Vale dos Ossos, onde ele encontrou o valioso plasma sanguíneo. Depois de colher os frutos, a escada oculta apareceu, e Han então chegou a aquele julgamento de nível 7. Tudo aquilo aconteceu pois ele escolheu um caminho pelo qual ninguém mais andava. Se desde o início, Han tivesse feito escolhas semelhantes aos outros, será que ele teria a sorte de ir parar ali?

Han sorriu e com seu dedo tocou suavemente no botão “Iniciar” na tela.

Agora, ele estava realmente curioso. As provas de nível superior deixadas para trás pela civilização pré-histórica, como seriam? Se ele terminasse o teste, qual seria a recompensa?


¹Aeon: é um termo utilizado para designar algo que tem muito tempo de idade, seja na casa dos milhares de anos, milhões, bilhões, ou até algo eterno, que dura para sempre.

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: