DNG – Capítulo 86 – 3Lobos

DNG – Capítulo 86

O Vale dos Ossos

O líquido que Han injetou na Garra da Terra era chamado Explosão do Juízo Final. Uma vez que uma criatura recebesse tal agente biológico altamente tóxico, o corpo liberaria todo o seu potencial até que a criatura morresse devido à completa exaustão.

A situação era urgente a ponto de Han decidir ignorar os efeitos nocivos que a droga causaria no monstro, já que ele precisava fugir daquele local o mais rápido possível porque, além das bestas sombrias que estavam prestes a persegui-lo até a morte, havia também uma grande mudança acontecendo dentro do corpo de Han. A turbulência de energia que parecia querer transbordar para fora estava indicando algo que ele já conhecia: ele estava prestes a subir de nível!

Recentemente, o nível de Han esteve no pináculo de três estrelas. A vida era uma ingrata mesmo! Han vinha treinando o mais duro que pôde e ainda assim não conseguiu alcançar as quatro estrelas antes do início do evento, mas logo depois de entrar na Zona de Extinção, antes mesmo de conseguir descansar, ele já estava a ponto de subir de nível.

Talvez as intensas batalhas e as drogas tivessem amplificado a fonte de energia de Han para que ele quebrasse a barreira entre três e quatro estrelas.

Em todo caso, a sensação estranha estava ficando mais forte, indicando que ele estava prestes a entrar no nível de quatro estrelas! Em circunstâncias normais, subir de nível seria um motivo para se comemorar. Afinal, com um nível maior, haveriam várias mudanças benéficas, especialmente com relação ao Espaço Zero, que agora teria seu raio expandido para cem metros.

Porém, naquele momento, Han estava no meio de uma Zona de Extinção, que aliás mais parecia o inferno!

Quanto maior o nível no qual se estivesse entrando, maior a turbulência de energia, que resultava em um impacto maior sobre os soldados. Fatores como sentidos, poder, concentração, essas coisas estariam todos drasticamente instáveis enquanto o corpo tentava se adaptar à grande diferença de poder. Se Han fosse atacado por bestas sombrias em um momento como aquele, ele estaria correndo um risco ainda maior.

*Shua*

A Garra da Terra que recebeu a Explosão do Juízo Final começou a correr freneticamente, ignorando completamente a questão da utilização apropriada de sua própria vitalidade, sem se preocupar com o fato de que o uso exacerbado de sua energia acabaria com sua vida.

As fusões de bestas sombrias não eram muito inteligentes. Tudo que elas sabiam fazer era seguir ordens. Han ordenou a ela que corresse, de modo que a Garra da Terra apenas correu, ignorando o risco a si própria.

Poucas horas se passaram, e Han estava agora muito longe do deserto. Ele havia atravessado uma cadeira de montanhas e chegado a um vale escuro.

*Bam*

A Garra da Terra finalmente completou sua missão. Originalmente ela poderia ter vivido por um dia inteiro, mas agora, devido à exaustão física, ela caiu no chão, e o corpo negro começou a murchar rápido, como um balão esvaziando, rapidamente se transformando em uma bolota de material genético negro, do tamanho de um punho.

Han não podia se dar ao luxo de se preocupar com a morte da Garra da Terra, pois ele já não conseguiria suprimir o avanço de nível por mais tempo. De repente ele se levantou e começou a praticar o Arranjo 46.

É imperioso dizer que, embora a Arranjo 46 fosse o exercício mais comum na Via Láctea, ele era realmente incrível. O corpo de Han estava em um movimento rítmico, às vezes lento, às vezes rápido, às vezes relaxado e às vezes tenso, às vezes como uma águia voando no céu, e às vezes ligeiro como um coelho correndo sob a lua.

A energia dele começou a fluir como um rio, circulando freneticamente pelo corpo de Han. Já que ele começou a praticar o Arranjo 46, a flutuação de energia foi diminuindo gradualmente e cerca de dez minutos mais tarde Han soltou um longo suspiro, abrindo lentamente os olhos.

O nível de quatro estrelas foi finalmente alcançado!

Sem muitos contratempos emocionantes, a evolução de Han ao nível quatro estrelas foi completamente natural. Depois dos esforços incansáveis ​​que ele demonstrou nas últimas batalhas, tudo foi devidamente merecido.

Sua energia havia passado dos 10 mil pontos!

O raio de ação do Preceito Zero seria agora de 100 metros!

Era um aprimoramento causado pelo aumento da energia da ROC Zero. Quando a energia se acumulava a um certo ponto, ela iria realizar um efeito de bloqueio de genes, forçando os espers a de repente darem um avanço enorme, o que era comumente chamado de quebrar a barreira do nível.

Com seu nível aumentado, Han se sentia inteiramente renovado. Sua ROC Zero se expandiu para conseguir obter uma maior capacidade, o que na verdade compensou pelo enorme consumo de energia das horas anteriores, permitindo que Han recuperasse boa parte de sua força e o fizesse se sentir vivo novamente.

Porém, ele não tinha tempo para comemorar o aumento de nível em tal momento inoportuno.

Ele observou os arredores e não teve como não ficar impressionado. O vale na frente dos olhos dele não era nem de longe normal. Ao redor dele havia na verdade um enorme esqueleto branco, única prova restante da existência de algum monstro gigante.

A parte da coluna vertebral chegava pelo menos a uma dúzia de quilómetros, e os ossos grandes em ambas as extremidades do vale deviam ser partes da criatura. Han se sentia minúsculo diante dos enormes ossos.

Aquilo parecia ser o que havia sobrado de uma cobra gigante. A única possibilidade que ele imaginou era de que esses ossos tinham pertencido a uma fera estelar, descrita nas lendas, pois caso contrário ele não poderia explicar como uma cobra poderia crescer até um tamanho tão surpreendente.

Ao final do vale, no céu, uma enorme torre flutuava a dezenas de quilômetros do chão, assombrosamente pairando lá. Era chocante.

Dizia-se que A19 era onde a civilização pré-histórica treinava seus soldados, e essas torres flutuantes eram diferentes níveis de treinamento. Se alguém conseguisse chegar à torre e sair de lá vivo, o sistema programado pela civilização pré-histórica conferiria ao participante recompensas realmente generosas.

Dentro da relíquia A19, essas torres flutuantes eram chamadas de julgamentos. Como suas existências eram óbvias, todos podiam vê-las. Havia também alguns testes ocultos, e dizia-se que as recompensas eram ainda mais lucrativas, mas eles não eram fáceis de encontrar ou de acessar.

As nações poderosas da Via Láctea enviavam equipes profissionais para estudar as relíquias, e em suas mãos haveria sempre alguns mapas dos níveis de teste que davam os maiores retornos. Assim, sempre que a relíquia era aberta, eles cuidadosamente selecionavam os soldados que iriam para cada lugar.

Quanto a Han, ele veio do insignificante planeta Terra e, até agora, era a única pessoa de lá que tinha estado na A19. Não havia qualquer terráqueo com qualquer experiência que pudesse ser compartilhada, pra não dizer um time de profissionais! Se não fosse por Sem Origem, Han teria recebido pouca ou nenhuma informação sobre a A19.

Infelizmente, Sem Origem não era um especialista na pesquisa de Zonas de Extinção, já que ele se dedicava a artes marciais. Andarilho Noturno era um mestre no campo da farmacologia. Embora ambos fossem poderosos especialistas, justamente por causa de suas especializações nenhum deles era capaz de oferecer muita ajuda para Han.

Não seria fácil entrar em qualquer uma das torres flutuantes, e muito menos encontrar esses testes escondidos que concediam tesouros de alta qualidade. Cada torre flutuante tinha uma chave de acesso que geralmente ficava localizada em algum local abaixo da torre, e ativar essa chave traria alguma espécie de escada que levaria o esper à torre. Só então alguém poderia entrar em uma delas.

— Eu vou tentar primeiro permanecer vivo. — Han balançou a cabeça e disse para si mesmo.

Ele abriu o anel que recebeu de Fei Roger e tirou todas as coisas de dentro. Aquele anel de armazenamento dimensional era de um nível muito mais alto do que o de Han. Na verdade, ele continha um espaço de 10 metros cúbicos, o que significava que custava pelo menos setecentos milhões de G$!

Um anel dimensional que valia setecentos milhões de Galacticoins!

Han ficou muito animado e começou a examinar com cuidado as outras coisas que Fei Roger trouxe com ele. Afinal, aquele sujeito era sobrinho de alguém do alto escalão do Império Sally, e assim ele tinha um monte de coisas valiosas. Ele até mesmo trazia dinheiro e joias com ele.

Porém, Fei Roger era um jovem mimado até demais. Diversas das coisas dentro do anel não eram nada úteis para Han, como comidas extravagantes, jaquetas deslumbrantes de seda, botas de pele de carneiro, muito bonitas por sinal, e até mesmo maquiagem para homens. Essas coisas foram todas jogadas fora por Han.

Han fez alguns cálculos em sua mente. O anel, mais o canhão laser, além das joias e algumas outras armas. O valor total era de pelo menos 900 milhões. Sem dúvida, era um prêmio enorme.

Era realmente problemático cometer roubo na sociedade de hoje, mas Han tinha certeza de que um cara mimado como Fei Roger tinha pelo menos algumas centenas de milhões de G$ em sua conta bancária. Infelizmente, porém, Han não teria como por suas mãos naquilo.

Depois de examinar o resto das coisas rapidamente e guardar de volta o que seria útil, Han estava prestes a pegar a estrada. Naquele momento, ele lembrou da Garra Terra, enrolada como uma pequena bola murcha. Ele soltou um suspiro, cavou um buraco no lado direito do vale, e a enterrou. Depois, pegou algumas pedras e fez uma lápide improvisada.

— O universo diz que você é uma vida sintética maligna, mas, aos meus olhos, independentemente de bem ou mal, você salvou minha vida. Me desculpe, eu não tinha outra escolha senão injetar a Explosão do Juízo Final em você, mas do contrário você poderia ter vivido mais algumas horas. Obrigado por sua ajuda. Eu preciso ir agora, mas fique aqui e descanse em paz. — Han murmurou algumas palavras e acelerou seu passo em direção ao fim do vale.

O vale silencioso e o esqueleto gigante acima de sua cabeça davam a Han um sentimento muito assustador. Lembrando das incontáveis ​​bestas sombrias que estariam atualmente perseguindo e matando o resto dos sobreviventes humanos, a sensação de pressão exercida pela crise ficou ainda mais forte.

Trinta dias! Seria necessário sobreviver neste ambiente infernal por trinta dias. Seria sem dúvida um teste árduo para qualquer dos participantes.

Devido ao súbito aumento de nível no meio do campo de batalha, a velocidade de movimento de Han ficou consideravelmente maior, e não muito tempo depois ele chegou no final do vale e viu de perto o crânio branco daquele enorme monstro ancestral.

Era uma cabeça muito estranha, com bordas afiadas. As fileiras de dentes eram bem mais altas do que Han, com uma cor pálida estranha. Han presumiu que, se o dono desses ossos tivesse realmente sido uma cobra, seria uma verdadeira serpente monstruosa aterrorizante do capiroto, pois mesmo depois de milhões de anos seus restos ainda liberavam uma estranha aura assassina. Era impossível saber quantos inimigos foram mortos por aqueles dentes afiados.

A fuga era sua prioridade, e então Han não se atreveria a ficar ali mais tempo. Assim que se virou para deixar o vale, ele notou algo vermelho entre os ossos da serpente monstruosa.

Movido pela curiosidade, Han se aproximou e olhou através da fenda entre os dentes do monstro.

Dentro do crânio havia algo crescendo, que parecia com feijões vermelhos, e brilhava um pouco. A cor daquilo era um vermelho bem vivo, muito parecido com sangue fresco.

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: