DNG – Capítulo 37 – 3Lobos

DNG – Capítulo 37

Xadrez Galático do Caos

Ao final, Han caiu, inconsciente. Seu corpo mergulhou na fonte a -170 ºC, e a enorme quantidade de feridas abertas congelou na presença da água extremamente fria.

Na verdade, sob tal temperatura, as feridas não eram as únicas coisas congelando. O frio estava desligando todas as células dentro do corpo de Han.

Quando Han perdeu a consciência e desistiu de resistir, ainda havia uma coisa lutando dentro de seu corpo, que era a ROC Zero de Han. Sob o estímulo da água congelante, a sua ROC Zero estava brilhando com uma estranha luz, piscando, como se estivesse emitindo um sinal de emergência.

Depois de ser submetida ao treinamento extremo, a ROC Zero de Han havia adotado um hábito: sempre que o frio extremo empurrava Han para a morte, ela iria liberar quantidades anormais de energia para garantir a sobrevivência dele.

O método de treinamento extremo de Sem Origem forçou a fusão entre Han e sua ROC Zero. Não apenas o potencial do cristal de poder foi totalmente revelado, mas ainda o poder e o corpo de Han sincronizaram perfeitamente.

Desta vez, a ROC Zero ainda não queria desistir, ela estava lutando! No entanto, Han já estava inconsciente devido a lesões fatais e a dosagem excessiva da droga.

E desta vez, sem o apoio do corpo e da mente de Han, a ROC Zero não conseguiria continuar por si só. Depois de lutar durante cerca de vinte segundos, a luz começou a esmaecer e acabou desaparecendo, deixando o cérebro de Han na escuridão total.

Em um planeta misterioso na Via Láctea havia um castelo construído no meio de uma floresta, e lá vivia um senhor estranho.

As pessoas às vezes o viam em seu sobretudo preto, perdido em pensamentos, dentro de seu quintal cheio de folhas caídas, com um rosto frio e sem expressão. Ele nunca abria a boca para falar nada.

O velho não tinha filhos; ele vivia no seu castelo escuro sozinho. Os moradores das proximidades começaram a fofocar que este velho era a encarnação do diabo e assim nunca permitiam que seus filhos se aproximassem do castelo no meio da floresta.

Este velho estranho era o Sem Origem, o homem que levou Han para o caminho mais extremo de treinamento. Suas roupas eram sempre pretas: casaco preto, camisa preta, botas pretas, chapéu preto.

Sem Origem tinha um par de orelhas muito perceptivas que pareciam ser capazes de sentir e de ver através de tudo, mas ultimamente ele estava confuso, porque Han não tinha lhe feito nenhuma pergunta nos últimos dias.

Ele sempre pensou que Han era apenas um moleque que o incomodava todos os dias pedindo coisas aleatórias, o que era muito chato. Porém, agora que Han parou, ele percebeu que sua vida havia se tornado muito menos interessante.

Voltar para a venda de produtos na Dark Net?

Piada! O site do Sem Origem não vendia mais do que alguns itens a cada ano. Devido ao seu temperamento estranho e impaciente, seus únicos clientes foram apresentados a ele pelo Andarilho Noturno, e a maioria deles foi tão ofendido verbalmente que nunca mais apareceu.

Han era seu único cliente fiel. Embora ele quase nunca comprasse nada, ele sempre fazia perguntas básicas e divertidas. Com o passar do tempo, responder a algumas das perguntas de Han e repreendê-lo algumas vezes tinha se tornado uma dose essencial de diversão diária para Sem Origem. Agora que Han havia desaparecido já há alguns dias, Sem Origem realmente não conseguia mais se adaptar.

*Pi pi pi*

Finalmente, um e-mail! Sem Origem o abriu e franziu a testa. Era apenas o Andarilho Noturno querendo jogar xadrez com ele.

— Pretinho filho duma… — Sem Origem xingou e foi para uma cápsula de RV antiga, porém muito requintada, no canto de seu quarto, deitando-se nela.

*Fuoooooon*

Poucos segundos depois, Sem Origem e o Andarilho Noturno se encontraram no mundo virtual. Com seus óculos de armações douradas sentado debaixo de uma árvore, não importava como você o visse, Andarilho Noturno parecia um idiota. Sob a árvore havia um tabuleiro xadrez esculpido em granito, que era muito grande e parecia realmente complicado.

Este era o Xadrez Galático do Caos, um modo de xadrez muito antigo, porém desafiador. A lenda dizia que no princípio o universo era apenas uma bola gigante de caos, incapaz de separar o preto do branco, ou mesmo os planetas. A forma de jogar não era colocando peças no tabuleiro, mas sim retirando. Quem quer que controlasse uma porção maior das galáxias venceria.

As gerações mais jovens nem mais tocavam neste tipo de xadrez, simplesmente porque havia coisas muito mais divertidas para se fazer por aí, restando apenas esses velhos nostálgicos que jogavam este jogo longo e sem graça para se divertir.

Sem Origem se sentou na frente do Andarilho Noturno e murmurou:

— Aquele pirralho não pode estar morto, não é? Antes ele sempre me incomodava com perguntas diárias, mas agora ele está desaparecido por muitos dias já…

Andarilho Noturno lentamente tirou uma peça e respondeu:

— Ah, você está falando de Han. O índice de drogas não está mais sendo atualizando também, e as pessoas no fórum ficaram possessas. Ele vai perder uma grande parte de seus clientes depois disso.

Sem Origem olhou para Andarilho Noturno com indignação.

— Preto Velho, às vezes eu realmente não entendo você. Por que você se associa com esses retardados ignorantes e tenta convencer esse bando de crianças nesse fórum estúpido? É divertido?

Andarilho Noturno deu de ombros:

— É claro, embora as gerações mais jovens sejam um pouco esquentadinhas, elas são ambiciosas. E agora eu sou alguém com esposa e filhos, e quando a minha filha se casar, vou ter netos, e depois bisnetos. Então, é claro que é necessário para mim ficar atualizado com o que as gerações mais jovens andam aprontando esses dias, não é? Além disso, preciso ganhar algum dinheiro para alimentar a família.

— Dinheiro? — Sem Origem olhou para Andarilho Noturno de uma forma estranha. Parecia que ele realmente desprezava dinheiro. —O Preto Velho precisa ganhar dinheiro? Essa é a melhor piada que eu já ouvi na vida.

Andarilho Noturno muito sinceramente confirmou.

— Claro, jovem! No mês passado eu ganhei cerca de 2 milhões de G$, e eu estava tão feliz que eu acidentalmente concordei em dar uma casa enorme pra minha filha quando ela se casar, e eu me arrependi profundamente desde então. Destarte, é por isso que eu preciso trabalhar mais e ganhar mais dinheiro. Há também a minha esposa, que quer um anel gigante com um diamante de cobalto ultramarino galático nele. Eu acidentalmente concordei também… Aquilo custa pelo menos 5 ou 6 milhões de G$, e até agora eu estou triste com isso.

— O que eu estou dizendo é, você realmente pensa em se esconder na Dark Net para sempre? — Sem Origem perguntou com curiosidade.

Andarilho Noturno respondeu direto:

— Se nós não podemos lutar contra isso, então é claro que temos que nos esconder. E se nós vamos nos esconder, então temos que ser bons nisso. Você… Você botou o nome do seu site de Origem dos Dez Mil Caminhos e seu nick é Sem Origem. Você chama isso de se esconder? Você está basicamente fazendo publicidade do seu rabo pra todo mundo ver.

— Isso não é da sua conta! — Sem Origem repreendeu em uma voz rude.

Andarilho Noturno sorriu de leve.

— Mas, como eu estava dizendo, eu não me importo com o que você faz na Dark Net, mas se você fizer algo muito fora de mão e fizer com que a nossa identidade seja exposta, então eu vou importar. E muito. Deixa eu te perguntar, o que você realmente ensinou pro Han?

Sem Origem abaixou a cabeça para evitar o contato visual, e murmurou:

— Ensinei? Estou morrendo de tédio, por acaso? Eu não sai procurando um gênio para orientar, mas encontrei alguém incrivelmente estúpido entre os trilhões de pessoas e fui ensinar justo ele? Eu pareço retardado?

Andarilho Noturno riu e apontou o dedo para ele.

— Você é um homem velho e realmente sem noção. Toda a sua vida você levou a pior por causa dessa sua boca velhaca. Dê uma olhada nisso.

Ele gentilmente passou o dedo pelo ar e uma tela apareceu. Nela estava sendo mostrada a luta entre Han e o Pássaro Espinheto. Ele não só eliminou 8 inimigos, mas também roubou a bomba e obrigou os invasores a recuar.

Aquela luta era a verdadeira definição das palavras heroico e emocionante, com Han avançando sem medo contra um grupo de inimigos fortes, como se não fosse nada demais.

Especialmente aquele momento em que Han gritou: “Eu não tenho nada vida, mas eu ainda tenho um monte de ossos duros de roer!” O sangue de qualquer um ferveria depois de assistir a essa cena.

Em seguida apareceu a cena de Han caindo na água e seu corpo rapidamente se tornando um bloco congelado, após o qual o vídeo terminava.

Andarilho Noturno apontou para o bloco congelado.

— Olhe você mesmo para ele. O corpo parece possuído por um espírito demoníaco, ele é quase um monstro agora. E você disse que não ensinou ele?

Sem Origem ficou em silêncio, como de costume, mas ele soltou um leve suspiro. Seus dois dedos que estavam segurando uma peça de xadrez estremeceram um pouco:

— Então, Han está mesmo morto?

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: