DNG – Capítulo 31 – 3Lobos

DNG – Capítulo 31

Grupo de Invasão Pássaro Espinhento

Sob a fraca luz das estrelas em algum canto da Via Láctea, havia uma estação espacial.

Pela estrutura e design da estação, era possível presumir que se tratava de um modelo antigo de estação de abastecimento. Qualquer nave espacial industrial que passasse pela estação poderia parar para prover um descanso para seus membros. A tripulação poderia participar de atividades de lazer, como ficar bêbados no bar, se divertir com algumas mulheres e também era possível recarregar combustível e suprimentos.

Porém, agora que a estação espacial estava abandonada, ela foi tomada por um grupo de invasores. Nas laterais da estação espacial foram pintados dois pássaros gigantes, mostrando que os atuais ocupantes deste lugar eram os membros do grupo de invasão chamando de Pássaro Espinhento.

Na Via Láctea, havia uma grande diferença entre invasores e piratas espaciais. Piratas espaciais nunca tocavam o solo, eles só interceptavam navios comerciais ou de transporte, enquanto os invasores iriam a qualquer lugar para roubar, desde que o saque fosse valioso.

De um modo geral, os invasores eram um grupo muito mais violento que surgiu através de um novo modus operandi dos piratas espaciais. Em geral, eles eram muito mais poderosos e cruéis.

Di Fu, um esper de quatro estrelas que era o estrategista desse grupo de invasão, passou pela bagunça no saguão da estação. Todos os piratas tinham basicamente três passatempos principais: dinheiro, mulheres e bebidas. Os membros do Pássaro Espinhento não eram exceção. Algumas mulheres reféns estavam sendo abusadas pelos membros já embriagados, em um jogo que eles chamavam de frango bêbado. Era um jogo realmente simples e cruel. Eles forçavam as meninas a beber, e quando elas estivessem caindo de tanto beber, o óbvio aconteceria.

Di Fu franziu ligeiramente a testa. Ele não gostava deste tipo de jogo incivilizado, mas é claro que ele não iria parar seus comparsas. Se não fosse pelo ambiente sem lei e pelas pilhas de recompensas, que esper estaria disposto a ser um ladrão?

Os membros do grupo poderiam fazer o que quisessem durante seu tempo livre, desde que eles dessem o melhor de si no campo de batalha.

Di Fu passou pelo saguão e chegou ao escritório de Lucas, o chefe do bando. Lucas já estava um pouco bêbado, e em seus braços haviam duas meninas nuas. Ele também não estava usando nenhuma roupa, mostrando suas terríveis cicatrizes e o músculos bronzeados.

Neste mundo havia dois tipos de ladrões. O primeiro consistia naqueles criminosos que não tinham para onde ir, e assim se juntavam aos grupos de invasores ou piratas, como era o caso de Di Fu. Ele era o ser mais inteligente do grupo, e sua camisa estava sempre branquíssima, sem nem mesmo uma partícula de poeira sobre ela.

E então havia o segundo tipo, que eram os bandidos natos. Eles amavam o caos e a loucura, e viviam com uma faca na garganta. Lucas era um exemplo clássico desse tipo, tendo inclusive nascido um fora da lei. O sangue fresco e o álcool eram seus passatempos favoritos.

— Opa, meu conselheiro está aqui, o que é? — Lucas relutantemente afastou as duas gatinhas, mandou elas saírem e convidou Di Fu para se sentar na frente dele.

Di Fu se sentou e disse com uma voz profunda:

— Nosso cliente quer se apressar e executar o negócio. É provável que o Governo Unificado da Terra termine de explorar a Zona de Extinção de nível C em breve. Se isso acontecer, a Terra pode conseguir renda suficiente para formar um exército mais forte, e então o plano do nosso cliente de colonizar o planeta terá muito mais obstáculos.

Lucas começou a rir em voz alta, e embora não concordasse muito bem com a ideia ele se levantou e bradou:

— É fácil! Eu mesmo vou lá matar todo mundo e pegar tudo o que há nesse lugar chamado Terra.

Di Fu negou com a cabeça.

— Chefe, a Terra não é um alvo adequado para a guerra aberta.

— Por quê? — Lucas ficou um pouco confuso, — Um planeta coitado que só se juntou a Aliança Via Láctea a menos de vinte anos, desde quando a gente não aguenta passar por cima deles?

Di Fu franziu a testa de novo.

— Chefe, eu já te informei sobre a situação na reunião de um mês atrás. Você já esqueceu disso?

Lucas coçou a parte de trás de sua cabeça e disse de forma despreocupada:

— Eu esqueci, mas não é justamente por isso que eu tenho você aqui? Por que não podemos atacar a Terra de uma vez?

Di Fu realmente não gostava do jeito descuidado de Lucas, mas ele era um cara inteligente e, obviamente, não iria mostrar suas verdadeiras emoções para um chefe irracional e agressivo. Ele só respondeu com paciência.

— Há nove anos, o esper Ke Lake, da Terra, causou uma enorme impressão no Torneio Galático. Após o evento, a Terra ganhou como recompensa um cruzador de batalha da classe Fortaleza Espacial. Agora que nove anos se passaram, eu acredito que a Terra é forte o suficiente para tripular o cruzador e rapidamente utilizá-lo em batalhas. A nave de guerra mais forte dentro da frota do Pássaro Espinhento é seu Destroyer da classe Eris. Embora tenhamos muito mais naves de guerra que a Terra, sem uma nave de classe alta como aquela nós estaremos em desvantagem, e em uma batalha de ataque e defesa nós podemos não vencer.

— Em segundo lugar, embora os rumores digam que Ke Lake desapareceu logo após o Torneio Galático, nós não podemos descartar a possibilidade de que essa seja uma tática de subterfúgio da Terra. O cruzador de classe Fortaleza Espacial e o esper cinco estrelas Ke Lake são os únicos dois trunfos da Terra, mas eles representam uma grande ameaça para nós.

— Em terceiro, nós enviamos Duo Ear para invadir a Terra antes, que além de fazer parte do contrato também era a nossa avaliação inicial do poder da Terra. O resultado foi a aniquilação completa do esquadrão de Duo Ear. Os espers na Terra são muito corajosos e unidos, o que estava além de nossa expectativa. Eles mataram Duo Ear antes mesmo que os militares chegassem. Concluindo, eu discordo plenamente de bater de frente com o Governo Unificado da Terra. Independentemente de quão fracos eles são, eles ainda são uma nação.

Lucas balançou a cabeça ligeiramente. Na verdade, ele também não gostava do estilo de Di Fu. Ele não abusava de mulheres, não bebia, e não jogava. Di Fu não tinha nenhuma característica de um pirata tradicional. Mas ele sabia, a inteligência de Di Fu era essencial para o Pássaro.

— Então, conselheiro, o que você acha que devemos fazer? — Lucas perguntou.

— Muito simples, bater e correr. De acordo com a nossa inteligência, o cara responsável por descobrir e conquistar a Zona de Extinção é chamado Li Yu, um esper de quatro estrelas. Além dele, há cerca de 10 a 20 espers três estrelas. Eles devem ser a força principal da Administração de Zonas de Extinção da Terra.

Lucas coçou o queixo e disse:

— Mas o nosso cliente quer a Zona de Extinção. Se a gente destruir ela, o nosso cliente vai ficar bem insatisfeito.

— Isso não é problema. Existem 4 Zonas de Extinção na Terra, duas de classe D, uma classe C e uma B. Até agora, a Terra já explorou os dois de classe D, mas as zonas não forneceram muita renda, e a de classe B é muito difícil para a Terra explorar sozinha com suas forças atuais. Então, a única chance deles é conquistar a Zona de Extinção de classe C. Se nós destruirmos ela, vamos ter destruído a única esperança da Terra de voltar a ser soberana. E até o final do Torneio Galático no próximo ano, se Ke Lake realmente desapareceu, nosso cliente poderá tomar conta do planeta sem usar um único soldado.

— O que o nosso cliente realmente quer é a Zona de classe B. Como é que ele não ficaria feliz se nós destruíssemos a de classe C para garantir a de classe B? É por isso que, para nós, a solução mais rápida e eficiente é destruir a Zona de Extinção de classe C. Vamos enviar Pan Gongjin na fragata de classe Reaper para executar o plano e usar um campo de energia para selar completamente a entrada para a Zona de Extinção, de modo que o inimigo não possa enviar reforços. Então Pan Gongjin vai entrar na Zona, instalar a bomba e recuar depressa, explodindo o local por completo com todos os espers dentro!

— Do início ao fim vamos precisar de apenas 3 minutos para terminar a ação, e nós podemos evitar enfrentar o cruzador de batalha dessa forma.

Lucas não estava nem um pouco preocupado com quantos de seus homens morreriam, mas era obviamente melhor se o trabalho pudesse ser feito sem qualquer sacrifício.

— Ótimo. Então esta tarefa será atribuída ao Pan Gongjin e o bando dele, resolvido. Haverá grandes recompensas depois que o trabalho estiver feito!

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: