DNG – Capítulo 29 – 3Lobos

DNG – Capítulo 29

Morte em Tempo Real

Han fez uma pausa por algumas horas, e como de costume foi para o centro de treinamento por volta do meio-dia. No centro de treinamento havia uma fileira de cápsulas de realidade virtual para uso livre dos espers que viviam na base.

Depois de escolher uma mais no canto, Han tirou o cartão de acesso à Dark Net de seu colar. Acessar a Dark Net requeria um programa de login, bem como informações de DNA, por isso mesmo se alguém conseguisse obter o cartão de acesso de Han, sem ter o DNA dele seria inútil.

O programa de login da Dark Net era dotado de inteligência artificial. Ele criptografava automaticamente os dados, e por isso mesmo o sistema de controle central só iria saber que Han usou a capsula, porém, para o quê especificamente, seria uma informação completamente confidencial.

Deitando na cápsula, Han pressionou o botão de início.

A cápsula de realidade virtual e um computador qualquer tinham funções semelhantes, mas a realidade virtual melhoraria a experiência do usuário. Por exemplo, todos os dias quando Han visitava o site de Sem Origem, o computador mostrava o site em uma tela plana, enquanto que as cápsulas de RV geravam uma loja virtual e a experiência era a mesma de fazer compras na vida real.

Depois de digitar o endereço na tela, o programa de login verificou os dados de DNA de Han e iniciou a conexão com a Dark Net.

Muito rapidamente, um mundo virtual apareceu na frente dos olhos de Han. O endereço levou a uma porta cheia de manchas de sangue. Han ficou do lado de fora e leu as descrições exibidas na tela.

Este site era chamado de “Morte em Tempo Real”. Era um canal de transmissão de vídeos específico da Dark Net. A descrição era a seguinte: “Os espers mais destemidos da Via Láctea foram escolhidos para lutar até a morte na Arena! Devido à quantidade de violência e sangue, este site não é recomendado para pessoas sensíveis.”

Han ficou chocado um pouco, pessoas reais que lutavam até a morte, com transmissão ao vivo?

A Dark Net era realmente um lugar completamente fodido, até isso eles tinham?

Transbordando de curiosidade, Han entrou no site. Uma tela apareceu para deixar Han escolher as transmissões que desejava ver. De acordo com as regras do Morte em Tempo Real, o preço para visualização variava de acordo com o ranking dos lutadores. Uma luta entre dois espers de duas estrelas custava G$ 100, de três estrela G$ 200, enquanto que para ver espers de quatro estrelas seriam necessários G$ 400. Quanto a batalhas entre espers de cinco ou mais estrelas, a compra só estaria disponível por períodos limitados e custavam no mínimo G$ 1.000.

Fora isso, havia também competições de sobrevivência e vale-tudo caóticos em massa, que eram bastante caros para assistir e só estavam disponíveis durante certos períodos.

Além de assistir a transmissões ao vivo, as pessoas também poderiam assistir vídeos antigos que só custavam um décimo do preço original. Então, assistir uma batalha entre espers duas estrelas custaria apenas G$ 10. Han viu um monte de fãs leais. Todos eles tinham um guerreiro que admiravam e por isso eles estavam dispostos a pagar uma grande quantia de dinheiro para assistir as transmissões ao vivo e obter as notícias em tempo real sobre os lutadores. Eles também podiam definir prêmios ou dar recompensas para os guerreiros, como uma espécie de fan clube, com o detalhe que estes caras paparicavam assassinos ao invés de artistas.

Han não era um fã, então é claro que ele escolheu assistir os replays mais baratos das transmissões anteriores. Depois de pensar um pouco, Han achou que seu estilo de luta estava mais perto dos espers da descendência força, e então ele decidiu assistir a uma briga entre espers de duas estrelas dessa descendência. O sistema retirou automaticamente G$ 10 da conta de Han e o enviou para o campo de batalha.

A transmissão em realidade virtual tinha um benefício enorme, pois o público não tinha que assistir de longe em seus assentos, mas eles poderiam assistir de dentro da arena, ao lado dos lutadores. Han escolheu assistir a luta de perto. Ele imaginou que Sem Origem o enviou para este lugar porque ele queria que ele adquirisse experiência de combate real a partir dos esforços dos outros.

Ambos os lutadores entraram na arena de ferro, que era redonda e com uma cerca de ferro ao redor dos 100 metros de raio, de modo que o perdedor não tinha para onde correr. A luta só pararia quando um deles estivesse morto.

Quanto aos lutadores que participaram naquele duelo, havia um homem musculoso gigante de cabelo preto e um outro homem de meia-idade loiro, que era bem menor, mas ainda assim musculoso.

A contagem regressiva para o início chegou no zero e a luz verde acendeu. Os dois homens investiram um contra o outro ao mesmo tempo. Eles não tinham nada além dos seus punhos como armas.

O gigante musculoso mandou um soco de direita na cabeça de seu inimigo, mas o lutador menor foi muito inteligente. Ele abaixou o corpo para se esquivar enquanto atacava com um soco forte na região da barriga vulnerável do inimigo, fazendo o gigante gritar de dor.

Uma luta entre dois espers de força era do tipo mais brutal.

Por fim, estava claro que o guerreiro maior levava vantagem na envergadura e força, além de ter uma maior tolerância para a quantidade de golpes que podia levar. Ele viu como o inimigo era ágil e sorrateiro, e então ele prendeu a respiração e deixou seu corpo ser atingido por um soco, para imediatamente mandar sua enorme mão direita com força no rosto do lutador menor.

*Splhoosh*

A mão do gigante mais parecia um bloco de concreto, grande e dura. O lutador menor não conseguiu esquivar a tempo e os dedos do outro lutador engancharam em sua boca, arrancando a mandíbula em um só golpe! O sangue começou a jorrar e espirrou no rosto de Han.

Apesar de ser apenas um ambiente virtual, Han ainda podia sentir o cheiro acre e também o calor do sangue.

O lutador menor estava em sérios apuros. Ele cobriu o rosto com a mão e começou a recuar para um canto. Porém, justamente por isso, ele foi encurralado e recebeu uma surra. Tudo o que podia fazer era levantar os braços para proteger a cabeça.

Então, quando o lutador maior estava prestes a desferir o golpe final, o menor inteligentemente avistou uma brecha na defesa do inimigo, que tinha relaxado sua postura. Ele rapidamente rolou para trás do gigante e agarrou os dois braços dele com as mãos, porém não tinha força para mover o grandalhão.

Desesperado, o lutador menor começou a morder!

Ele deu uma bela de uma mordida no ouvido do gigante e arrancou a orelha, junto com metade do rosto do gigante!

*Booom*

O gigante caiu no chão, mas o lutador menor não tinha acabado ainda. Ele se aproveitou da oportunidade e usou os dedos para arrancar os globos oculares do gigante.

Então o que aconteceu depois deixou Han em estado de choque extremo. Mesmo o lutador menor tendo pleno controle da luta, ele começou a usar os ataques mais impiedosos e brutais, como um cachorro louco atacando o inimigo. Quando a luta acabou, o cadáver no chão já estava mutilado, até mesmo com o estômago rasgado em pedaços.

Como um espectador, Han sentiu uma vontade súbita de vomitar. Essa luta foi além da imaginação mais selvagem dele. Parecia que apenas a beira da morte as pessoas revelavam todo o seu potencial e se tornavam impiedosas. Na impressão de Han, para sobreviver, o guerreiro menor passou de um ser humano a um animal selvagem.

Uma tela anunciou o vencedor, o lutador menor, e ele foi premiado com 8 unidades monetárias do site. Porém, não havia um sorriso em seu rosto, porque sua boca estava rasgada e ainda estava pingando sangue. Um de seus olhos já estava cego e o globo ocular estava pendurado para fora.

Foi quando Han de repente se deu conta da razão pela qual Sem Origem lhe disse para assistir a estas transmissões impiedosas de batalhas até a morte. Esta era a verdadeira face de uma batalha.

Se fosse apenas uma batalha virtual onde ninguém pudesse morrer e não houvesse nada com o que se preocupar, como poderia haver tal luta desesperada diante da morte como a que Han acabou de testemunhar? Para a sobrevivência, quaisquer movimentos ou truques, convencionais ou não, poderiam ser usados. Para sobreviver, não havia regras nem leis para respeitar.

As batalhas reais eram implacáveis demais!

As virtuais poderiam sim ajudar alguém a desenvolver suas habilidades, mas nunca poderiam ensinar como é lutar diante da morte.

A luta tinha terminado, mas o coração de Han ainda demorou um bom tempo para se acalmar. No Morte em Tempo Real, o que ele sentiu foi a atmosfera de um campo de batalha real. Todos os que participavam das lutas eram verdadeiros demônios, arriscando tudo o que tinham.

Apenas nestas arenas alguém podia aprender o significar de uma verdadeira batalha!

Treinar usando o método mais extremo, estudar as lutas mais impiedosos. Sem que ele se desse conta, Han estava sendo guiado por Sem Origem, o homem estranho que ele conheceu por acaso, rumo a um futuro imprevisível.

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: