DNG – Capítulo 149 – 3Lobos

DNG – Capítulo 149

Execuções

 

Longe dos arredores da cidade, Han foi levado pelos bandidos para uma nave em péssimo estado. A nave decolou rapidamente e voou para o espaço sideral. Naquele momento, Han finalmente conheceu os líderes dos catadores de peças no depósito da nave.

Mesmo os líderes pareciam ser apenas um monte de trabalhadores comuns. Devido ao trabalho perene, suas mãos estavam cheias de calos, e as roupas que vestiam não eram mais do que macacões e botas, havendo até uma mulher de idade entre eles.

— Senhor Han, pedimos desculpas por ter que levá-lo ao espaço. — O líder mais velho ordenou a seus homens que dessem uma cadeira a Han, e depois falou com uma voz séria: — No chão, há homens do líder Forin em todos os lugares, de modo que só é possível se manter longe dos olhos dele dentro de uma nave em pleno voo.

Han concordou com a cabeça e sorriu.

— Eu entendo vocês. Não é fácil viver sob a vigilância dos outros.

O velho também deu um aceno de cabeça e se sentou na frente de Han.

— Meu nome é Lynch. Você pode me considerar o porta-voz do nosso grupo de catadores. Ouvi dizer que você precisa de uma grande quantidade de robôs. Você pode me informar especificamente qual a quantidade que está procurando?

Han disse sinceramente:

— Não importa quantos você tenha, eu quero todos.

Os trabalhadores atrás de Lynch começaram a murmurar suas dúvidas uns aos outros.

Lynch franziu a testa e perguntou:

— Você está falando sério? Os nossos robôs vêm em conjuntos completos. Você quer comprar todos eles?

Han acenou com a cabeça e depois disse como se não fosse grande coisa:

— Não só os conjuntos completos, mas desde que seja relacionado à robôs, mesmo que seja um mero parafuso, eu quero tudo. Afinal, os robôs serão danificados após o uso prolongado, então eu vou precisar das peças sobressalentes também.

— Mas o custo será uma figura astronômica, você…

*Fuooow*

Pondo o dedo suavemente na marca lunar, Han pegou um diagrama e o colocou na mão de Lynch, dizendo:

— Este é o diagrama de uma fragata da classe Yankasasi. Você consegue vendê-lo facilmente por G$ 80 bilhões em qualquer central de troca na Via Láctea.

O preço dos diagramas era determinado pelo valor do equipamento que seria produzido com ela, e as fragatas da classe Yankasasi eram comumente vendidas por G$ 1,5 bilhão cada. Se o estaleiro tivesse o diagrama, ele poderia facilmente fabricar duas ou três fragatas todos os meses, e no prazo de uns dois anos o investimento feito no diagrama estaria pago. Então, Han estava sendo até mesmo um pouco conservador quando disse que valia G$ 80 bilhões. Se eles encontrassem um bom comprador, o diagrama poderia ser vendido por duas ou quem sabe três vezes mais.

Os trabalhadores de catação ficaram chocados! Lynch se levantou e deu uma olhada para as pessoas atrás dele, depois disse educadamente a Han:
— Por favor, espere um momento, essa transação é muito importante, então teremos que discutir.

— Tranquilo, — Han sorriu e respondeu.

Os trabalhadores rapidamente saíram da sala, deixando apenas uma pequena ajudante que tinha cerca de doze ou treze anos. Ela serviu uma xícara de chá para Han e também ofereceu uma sobremesa daquelas bem simples que vinham embaladas.

Han franziu ligeiramente a testa. Ele olhou para a mão da menina e perguntou:
— O que é esse machucado na sua mão? Vai ficar uma cicatriz se não for tratado corretamente, e daí vai ficar bem feio. Aqui, isso é um remédio cicatrizante. Espirre no machucado duas vezes por dia na ferida, e você vai melhorar.

A garotinha um tanto tímida pegou o medicamento e o segurou nas mãos, e de repente ela se sentiu mais familiarizada com Han.

Do lado de fora, os líderes estavam discutindo alto. Parecia que havia um desacordo e uma discussão acalorada em outra língua.

— Sobre o que eles estão discutindo? — Han perguntou com curiosidade.

— O vovô Lynch quer vender para você os robôs que armazenamos em segredo, mas isso seria contra a lei e Forin vai punir a gente se ele ficar sabendo. — A menina não era tão cautelosa, e como ela achou que Han era legal, ela contou.

— Lei? — Han ficou intrigado. — Ainda há leis na região do deserto galático?

— Sim, a lei criada pelo líder Forin. Trabalhadores que fazem a catação de robôs não podem vender mercadorias por conta própria, nem mesmo uma parte de um robô. Temos que vender através dos revendedores no mercado, e depois que os revendedores pegam o dinheiro, eles primeiro têm de pagar impostos para Forin, e só o que sobrar vem para nós.

— O imposto é muito alto?

— Sim, o revendedor fica com 5%, e o líder Forin recebe 80%.

Han hesitou de repente e fechou a cara. Essa taxa era bastante cruel. Os trabalhadores de catação trabalhavam duro e eles ficavam com apenas 15% do valor de venda? Ou seja, apenas G$ 1.500 para cada conjunto de robôs!

Ocorre que o processo de catação desses robôs tinha um custo alto, e a maioria dos produtos recuperados eram apenas partes soltas dos robôs, que exigiam que muitas mulheres e crianças conseguissem montar um conjunto completo antes de poderem vendê-lo. A ferida da garotinha em sua mão, provavelmente, foi um corte sofrido em uma das peças com cantos afiados ou farpas dos robôs.

Tão esforçados, para ganhar essa mixaria? Sem levar em conta o custo de vida daquele lugar isolado. Han ficou tocado com o sofrimento desses trabalhadores.

— Pults.

Han soltou um suspiro. Ele era apenas um viajante, então por que é que ele iria se envolver nisso? O deserto galático estava fadado a ser um lugar injusto e sem lei, então, mesmo que Han tivesse compreendido toda a situação, ele ainda não poderia ajudar os trabalhadores.

Logo, Lynch voltou ao cômodo com os outros líderes. Eles pareciam ter chegado a um acordo e, pela expressão apreensiva que a maioria tinha, era fácil de ver que eles estariam correndo grandes riscos ao fazer esta transação com ele.

— Nós terminamos nossa discussão. Temos um grande armazenamento de robôs, muito misturados, e a maioria esmagadora é composta de partes soltas. Não houve tempo para contá-los, então não podemos te dar um número exato também. A única coisa que podemos dizer é que esse lote de produtos não é inferior a 200 mil metros cúbicos. — Lynch engoliu saliva e disse secamente.

Duzentos mil metros cúbicos?!

Han ficou de repente chocado. Aquele era sem dúvida um grande lote de produtos. Como as partes de um robô ocupavam cerca de 1 metro cúbico, haveria pelo menos o potencial de fazer… 200 mil robôs?

E além dos robôs trabalhadores normais, haveria provavelmente robôs de combate e robôs de manutenção ainda mais avançados.

Balançando a cabeça satisfeito, Han disse com uma voz determinada:

— Muito bom, vou ficar com tudo. Além disso, eu quero encontrar alguns chips de I.A.. Se vocês tiverem algum, estou disposto a pagar um bom preço.

Lynch deu um sorriso meio sem graça:

— Para ser sincero, nós realmente não temos chips de I.A.. Houve um ano em que uma nave de transporte da civilização pré-histórica foi encontrada acidentada por aqui. Embora ela estivesse carregando um grande estoque de robôs, quando eles eram transportados, os seres retiravam os chips primeiro. Ao longo dos anos, nós só encontramos um total de quatro chips completos e nós os entregamos ao líder Forin. Os robôs que antes usavam os chips estão atualmente trabalhando nessa nave de transporte, os outros robôs estão todos parados lá, obsoletos.

Han achou aquilo uma pena.

— Está tudo bem. Conseguir esse grupo grande de robôs para o trabalho já será de grande valia para mim. Vamos falar sobre o acordo agora, — Han disse com um pouco de descaso.

Lynch abaixou a voz e disse:

— Eu lhe darei uma coordenada. Depois de sair do Forte Desordeiro, espere por nós lá. Vamos fazer a troca no espaço. Ah, traga uma nave de transporte com espaço suficiente.

Han não tinha uma nave de transporte, mas ele tinha uma nave mineradora armada com um espaço de armazenamento de mais de um milhão de metros cúbicos, que seria suficiente para armazenar essas peças de robôs. Naquele momento, a nave mineradora estava flutuando no espaço exterior sob o comando de Giro-Giro. Han ordenou a Giro-Giro que programasse o piloto da nave mineradora para se dirigir ao ponto de encontro.

Imediatamente depois da reunião, Han foi ao aeroporto, pegou o Braço do Demônio e deixou o Forte Desordeiro.

Antes da partida, o coletor de impostos ganancioso cobrou mais 20 mil em taxas. Han não gostava do que o líder Forin e seus homens estavam fazendo ali, mas como o dinheiro não era um problema para Han, ele não disse nada.

*Fuooow*

Depois de passar por dois canais de transição, o Braço do Demônio chegou ao local de encontro programado. Algumas horas mais tarde, a nave mineradora armada de Han também apareceu. Uma grande e uma pequena, ambas as naves flutuavam no espaço, esperando.

— Por que é que eles ainda não estão aqui? Será que alguma coisa aconteceu com eles? — Han pensou enquanto praticava o Arranjo 46 na cabine.

De repente, quando Han estava ficando impaciente, uma nave caindo aos pedaços saiu de um canal de transição e se aproximou da nave de Han apressadamente. Pelo jeito que a nave voava, se tratava indubitavelmente de um piloto para lá de amador.

— Use os feixes de estagnação! Esses caras estão loucos, eles vão bater em nós!

Han usou imediatamente o feixe para diminuir a velocidade da nave que se aproximava e lentamente a trouxe para mais perto do Braço do Demônio e, em seguida, ativou o módulo de acoplamento.

— Han! Salve o vovô Lynch e meu pai!

Não foi Lynch que veio, mas sim a menina que Han conheceu ontem e um garoto ainda mais novo que ela. A nave estava sendo pilotada por aquele garotinho, então não era de se admirar que ela estivesse girando e quase tivesse atingido a nave de Han.

— Se acalme. Primeiro me conte o que aconteceu.

Han trouxe as duas crianças para a cabine e começou os questionamentos. Depois de alguns minutos, Han finalmente entendeu toda a situação. Devido aos abusos de longa data perpetrados pelo líder Forin, para sobreviver, os catadores sempre esconderiam basicamente metade de seus achados. Depois de um longo período de tempo, eles conseguiram guardar aqueles 200 mil metros cúbicos de peças de robôs.

Os robôs eram um grande tabu na Via Láctea, e embora algumas pessoas fossem comprar peças, ninguém se atreveria a comprar em grande quantidade ao mesmo tempo, como Han queria fazer. Então, embora Lynch e os outros tivessem economizado uma boa quantidade de produtos, eles não vinham conseguido liquidar aquilo por um bom tempo.

Desta vez, coincidiu que Han havia vindo comprar todo o seu estoque, então Lynch levou Han para se encontrar no espaço. A sinceridade de Han foi muito tentadora para eles, e embora fosse muito arriscado, eles ainda decidiram vender para Han todas as peças de robôs que eles armazenaram ao longo dos anos, de uma só vez.

Logo após o acordo ter sido fechado, Lynch voltou para procurar seus homens para preparar o envio das partes de robôs que eles estavam escondendo. Afinal, era uma carga grande. Ele precisaria de pelo menos uma centena de homens.

Mas, assim que ele voltou para o Forte Desordeiro, o exército de Forin correu e prendeu todos os líderes da catação, e até colocou todos os catadores sob vigilância.

Como a menina e seu irmão ainda eram crianças, eles conseguiram evitar os soldados de Forin e escapar com uma nave para encontrar Han. Entre as pessoas que foram presas estava o pai deles, então, sob a situação urgente, ambas as crianças começaram a chorar logo após encontrar Han.

Han escutou, franziu a testa, e apesar de seu nível e poder de combate fazer com que ele não precisasse ter medo de Forin, no final das contas o deserto galáctico não era um campo de batalha que ele conhecia, e Forin também tinha dezenas de naves de guerra, incluindo o maior deles que era um cruzador da classe Caracal.

— Giro-Giro, ative o radar matricial na potência máxima para escanear todo o Forte Desordeiro. Eu quero saber onde Lynch está preso e o que Forin planeja fazer com eles.

Logo, Giro-Giro disse com um tom indignado:

— Mestre! O Forte Desordeiro já fez um anúncio, eles irão executar os 58 líderes dos catadores hoje ao meio-dia. E com canhões!

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: