DNG – Capítulo 123 – 3Lobos

DNG – Capítulo 123

Domínio Oblívio

Pensando a respeito, Sem Origem disse com firmeza:

— Han. Afinal, você é o campeão do evento de exploração. Mesmo sem mencionar o povo da Terra, ainda há um monte de fãs seus no resto da Via Láctea. Você está realmente pronto para desistir de toda essa glória?

— Sim.

— Na verdade, eu sou um professor muito rigoroso. Tem certeza de que consegue suportar o meu treinamento?

— Sim!

— Hahahaha!

Sem Origem começou a rir em voz alta. Um olhar incisivo tomou conta de sua expressão e ele disse em alto e bom tom:

— Tudo bem! Este caminho foi escolhido por você, então venha me encontrar no meu endereço. Vou ensinar a você os Seis Caminhos do… Quero dizer, o Punho Destruidor de Estrelas!

Sem Origem estava muito orgulhoso, mas Andarilho Noturno ao lado dele já estava ficando impaciente.

Então, Han também fez uma reverência para Andarilho Noturno e disse:

— Professor, eu também quero aprender a manipular drogas venenosas com você.

Andarilho Noturno ficou chocado e então franziu a testa.

— Cuidado com suas palavras. As drogas venenosas representam apenas um pequeno ramo da farmacologia, pois o verdadeiro domínio da farmacologia é muito amplo. Mas tanto faz. Já que eu estou muito entediado e também vivo perto do Sem Origem, depois que você chegar aqui eu vou tentar te ensinar alguma coisa. Quanto ao tanto que você conseguirá aprender, vai depender do seu talento.

Han concordou com a cabeça, inseriu a rota no mapa de navegação galático em seu computador central e perguntou com curiosidade:

— Hum, então os dois professores vivem fora da Via Láctea?

Andarilho Noturno sorriu.

— Fica realmente fora da Via Láctea, mas ainda está intimamente ligado à galáxia, podendo ser considerado como um enclave. Em suma, o Domínio Oblívio é um lugar muito especial, então talvez você até goste daqui.

Han programou seu sistema de piloto automático e encerrou o canal de comunicação com Andarilho Noturno e Sem Origem. Ele, então, se serviu de uma xícara de chocolate quente e se sentou no espaçoso assento do capitão da nave.

Pelas janelas da nave, a Terra já havia desaparecido há muito tempo no céu sem fim, mas Han não estava deprimido. Mais cedo ou mais tarde, a pessoa precisava escolher um caminho para si, e a partida de Han não era devido a qualquer tipo de descontentamento, mas sim porque ele queria perseguir um objetivo maior!

Na Terra, havia um bando de irmãos e irmãs que amava o planeta tanto quanto Han, então ele poderia deixar os assuntos da Terra nas mãos deles enquanto ele corria atrás dos seus objetivos maiores. Talvez ao retornar à Terra em alguns anos ele lhes faria uma grande surpresa.

Han cerrou ligeiramente os olhos. Além de aprimorar a si mesmo, Han ainda tinha uma coisa para se ocupar, que eram as naves de 2ª geração.

Após os cuidadosos estudos de Han, ele notou que as naves de 2ª geração eram realmente algo que superava gerações. A de classe Agressora Pesada era apenas do tamanho de uma fragata, mas cruzava mais de dois níveis e atingia a potência de fogo de um galeão. Mais rápida e mais ágil do que uma fragata, mas equipada com poder de fogo maior do que a de um cruzador, até mesmo idiotas saberiam o que significaria ter uma nave espacial desse tipo.

Não seria nada simples produzir estas poderosas naves de 2ª geração na Terra. Embora a linha de produção de naves fosse muito boa, ela fabricava somente naves de comando. Se Han quisesse fabricar as naves de 2ª geração, ele precisaria de uma linha de produção de naves de alta classe e também de medidas de segurança rigorosas para garantir a confidencialidade.

Han tinha dinheiro suficiente, mas ele ainda não tinha um plano sobre como manter aquilo confidencial.

Resumidamente, a saída de Han da Terra não havia sido apenas uma decisão súbita, mas algo que ele veio imaginando por um longo tempo. Depois de passar por tanta coisa, Han percebeu há muito tempo que em uma era tão perigosa, se alguém quisesse sobreviver, seja um homem ou um planeta, devia ter sempre algumas cartas na manga.

No último ano, Han desempenhou o papel de defensor da Terra, superando todos os obstáculos e abrindo um caminho para o futuro.

Agora, porém, a Terra estava segura e tinha poder suficiente para se proteger. Então, Han decidiu desaparecer rapidamente e se esforçar o máximo que podia para se tornar a carta na manga da Terra. Fortalecer seu corpo, treinar e praticar como se não houvesse amanhã, e fabricar poderosas naves de 2ª geração a fim de se preparar para a próxima crise da Terra.

Embora Han não fosse velho, ele tinha uma visão de mundo mais abrangente do que a maioria das pessoas. Olhando cuidadosamente o mapa galático, Han sorriu.

— É no meio do caminho, de qualquer forma, então acho que eu posso muito bem ir ver a Ye Weiwei, aquela linda, e depois ir para o Domínio Oblívio.

Capítulo 123: Domínio Oblívio

Cinco dias depois, a fragata da classe Falcão de Han aterrissou em um planeta chamado Vale Bordo. Olhando para o solo pela janela na nave, haviam folhas avermelhadas de bordo em toda parte, seja nos bosques ou nas calçadas da cidade.

Na Via Láctea, o símbolo da folha de bordo vermelho era facilmente reconhecido. A Folha de Bordo Anciã era uma das formas pela qual a Família Ye era conhecida, e qualquer pessoa com um pouco de bom senso sabia sobre eles.

Estritamente falando, a Folha de Bordo Anciã não fazia parte de nenhuma nação. Eles eram uma família independente sem lealdade a nenhum império, porque a Folha de Bordo Anciã era bem famosa na Via Láctea. Nenhuma nação vinha caçar confusão com eles, e por isso a paz havia sido uma constante na vida deles.

Ye significava folha em uma língua antiga. Seguindo a história daquela antiga família, era simplesmente uma história de humanos se aventurando fora da Via Láctea. Os membros da Família Ye, desde os tempos antigos, não permaneciam na Via Láctea por muito tempo. Todos gostavam de explorar áreas desconhecidas fora da galáxia.

Se alguém quisesse saber qual domínio galático desértico do lado de fora da Via Láctea tinha valiosas minas de minérios, iria perguntar à Folha de Bordo Anciã. Aqueles que precisassem de rotas de navegação seguras para viajar para fora da Via Láctea, também procuravam a Folha de Bordo Anciã. Mesmo um navio de carga viajando por um setor remoto, contanto que eles pagassem para obter um logotipo da folha de bordo em sua nave, nenhum pirata galático fora da Via Láctea iria mexer com ele.

É assim que a família de Ye Weiwei fazia dinheiro. Quanto a reputação e riqueza, a Família Ye estava entre os primeiros em toda a Via Láctea.

Depois de pagar as taxas de pouso e estacionamento, Han pegou um táxi e se dirigiu para a casa da Família Ye.

Han sentia uma leve atração por Ye Weiwei, principalmente devido à simplicidade da menina. Han tinha saído com Ye Weiwei uma vez. Devido às peculiaridades de seu poder, Ye Weiwei teve pouco contato prévio com o mundo exterior, de modo que ela tinha ficado animadíssima com o que viu, pulando para cima e para baixo em torno de Han. Ela estava muito feliz, então o humor de Han também melhorou.

Quando duas pessoas estavam juntas, a felicidade era o mais importante. Ye Weiwei, obviamente, se sentia feliz quando estava com Han, e Han não via nada de ruim nela, então era natural que ele pensasse em visitar Ye Weiwei.

— Senhor, chegamos. — O taxista parou o carro e disse a Han.

Han olhou para fora da janela, mas de repente ficou chocado e receoso.

— Aqui é a casa da Família Ye?

— Sim.

— A Família Ye, que é a Folha de Bordo Anciã?

— Exato, essa é realmente a casa da Família Ye.

— Que diabos aconteceu com este lugar?! — Han franziu o cenho e perguntou com surpresa.

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: