DNG – Capítulo 118 – 3Lobos

DNG – Capítulo 118

Estaleiro de Naves de Comando

*Boom*

Ke Lake foi a toda a velocidade. O vento soprava por suas orelhas, e eles chegaram muito rápido à entrada da relíquia. Han e Ke Lake agarraram um lado da porta cada um e empurraram juntos!

— Abra!

A gigantesca e pesada porta permaneceu imóvel. Aparentemente, o poder do selo já estava fazendo efeito, e assim Han e Ke Lake não seriam capazes de usar sua força humana para abrir a porta. Eles estavam presos!

— O que fazemos agora? — Ke Lake perguntou a Han em voz baixa.

— Já que estamos aqui, vamos fazer tudo que podemos. — Han se acalmou e disse, — Primeiro, vamos investigar essa relíquia estranha. Se eu não estiver enganado, deve haver um monstro assustador aqui dentro. Eu conheci um na relíquia A19. Ele era um espécime criado combinando-se um Senhor da Guerra pré-histórico e uma besta estelar, e além de ser fisicamente forte, também tinha muita inteligência, o que tornava muito difícil de lidar com ele.

— O que aconteceu então? — Era a primeira vez que Ke Lake ouvia Han falar sobre a sua experiência na Zona de Extinção, então ele perguntou com curiosidade.

— Então? — Han sorriu, — Aconteceu que nada é imortal. A chave é encontrar o caminho certo. Lembre-se, os irmãos trabalham juntos, nosso poder pode quebrar qualquer coisa! Especialmente neste tipo de situação, não podemos entrar em pânico. Talvez o monstro dentro desta relíquia esteja esperando que entremos em pânico, mas enquanto acreditarmos um no outro e morrermos ou vivermos juntos, não devemos temer monstro algum.

Ke Lake ficou chocado, mas concordou determinado e disse:

— Ok! Mesmo se encontrarmos algo terrível, vamos lutar juntos e matá-lo!

Han concordou levemente com a cabeça, apontou para a fornalha gigante ao longe e disse:

— Se esse monstro quer vir nos encontrar, vamos deixar ele vir! Mas, primeiro, precisamos investigar este lugar. Vamos começar por aquela fornalha.

Ke Lake pegou Han e começou a voar novamente. Com uma velocidade extremamente rápida, ele era todo estiloso. Han ficou com inveja. Entre Han e Ke Lake, era difícil dizer quem tinha o poder mais forte, mas quanto a qual deles era mais estiloso, é claro que era o poder de voo.

O Preceito Zero era o tipo de poder que torturava os outros. Han poderia injustamente privar os outros de seu poder, mas ele nunca poderia ser tão livre quanto Ke Lake, que voaria para onde quisesse.

*Shua*

O Dominador Celestial de Ke Lake era realmente insano. O que parecia ser uma distância enorme foi cruzada quase que imediatamente com seu voo de alta velocidade.

Han e Ke Lake pousaram no topo da fornalha. Era uma enorme estrutura preta, muito alta, chegando a atingir mais de 100 quilômetros de altura. Olhando para a boca da fornalha, o interior era negro como um abismo.

As coisas ligadas à fornalha incluíam braços mecânicos de manipulação de materiais, o dispositivo de injeção de fogo, misturador, e assim por diante.

— Olhe para este injetor de fogo, é quase como um canhão de artilharia em um navio encouraçado. Pelo menos parece ser potente. — Ke Lake apontou para os seis injetores erguidos em torno da super fornalha.

Aquele dispositivo podia disparar chamas incríveis para derreter os minérios que eram colocados dentro do forno. Han balançou a cabeça e disse em uma voz séria:

— Não, esses não são injetores de fogo, mas lasers industriais gigantes.

— Lasers?! — Ke Lake ficou chocado.

— É isso mesmo. Parece que este forno foi criado para derreter materiais de alta qualidade, onde chamas tradicionais não conseguiriam criar uma temperatura suficiente para que eles conseguissem usar o avançado método de derretimento a laser.

— Então, o material do qual que esta fornalha é feita deve ser muito resistente também, não é? Ele deve ser pelo menos capaz de suportar o calor do laser. — Ke Lake apontou para a grossa parede da fornalha e disse.

Han se agachou e examinou de perto o material.

— Você está certo, é um material muito impressionante, mas infelizmente eu não sei como se chama.

Ke Lake assentiu com a cabeça. Ele não tinha dúvida alguma sobre as palavras de Han. Embora Han fosse um soldado, ele tinha aprendido um pouco de farmacologia com Andarilho Noturno, e um pouco de mecânica com o velho Mo, então ele tinha mais conhecimento técnico do que Ke Lake.

— Vamos dar uma olhada por aquele lado. — Han apontou para a sequência de máquinas modulares ao longe e disse.

Algumas horas se passaram em um piscar de olhos, e Han e Ke Lake viram inúmeras máquinas na relíquia, finalmente chegando a um suporte de tamanho gigantesco. O suporte tinha o formato de uma banheira, sendo simplesmente muito grande, com uns 300 quilômetros de comprimento e 85 quilômetros de altura!

— Han, o que é isso? — Ke Lake perguntou.

Han sorriu.

— Isto é uma doca, especificamente para a fabricação de naves de comando.

— Então é mesmo um estaleiro de naves de comando?!

— Sim, todas as partes desta relíquia trabalham em conjunto para produzir uma nave de comando, e a parte mais difícil é em como criar esse casco gigantesco. Ao que parece, a civilização pré-histórica utilizava o raro método de forja em fôrma única. Primeiramente, a liga metálica era preparada na fornalha gigante. Enquanto isso, as múltiplas estruturas da nave eram trazidas para o local apropriado, com os diversos andares e partes, que eram postas no lugar e preparadas para receber a liga que formaria o casco da nave. O braço mecânico gigante é responsável por levantar e trazer os dois dispositivos internos mais críticos e gigantescos da nave, que são o reator e o motor. Depois a concha é feita com a liga metálica derretida. De uma forma simples, este processo de produção das naves de comando é muito superior ao processo atual empregado na Via Láctea. Ele pode construir a nave inteira em uma pegada só, e a tolerância da nave à ataques também será muito maior do que a das fabricadas usando o método da Via Láctea no momento. Além disso, a velocidade de produção também é muito maior do que os super estaleiros atuais da Via Láctea — Han disse seriamente.

Ouvindo as palavras de Han, Ke Lake não teve como não se sentir muito animado.

— Oh Deus! A relíquia de classe B no nosso planeta Terra é mesmo um super estaleiro desse nível? Isso significa que nós também poderemos fabricar naves de comando?! Existem apenas doze super estaleiros em toda a Via Láctea, e nós seremos o número treze!

Han assentiu.

— Sim, mas o problema é que o design deste estaleiro é inteiro voltado à produção de naves de comando, e por isso só poderíamos fabricar esse tipo de nave, mas não aquelas menores, como destroyers ou cruzadores.

Ke Lake disse como se Han estivesse fazendo tempestade em copo d’água:

— E desde quando isso é problema? Naves menores podem ser construídas por um monte de estaleiros, mas há apenas doze super estaleiros na Via Láctea que podem construir naves de comando! O que você acha que vamos conseguir construir com esse estaleiro? Encouraçados ou porta-naves?

Han respondeu em uma voz pensativa:

— Porta-naves, definitivamente porta-naves pequenos. A Via Láctea classifica as naves espaciais como porta-naves de tamanho pequeno se tiverem 500 quilômetros ou menos de comprimento, enquanto o tamanho padrão é de 500 a 1000 quilômetros, e como o comprimento deste estaleiro é de aproximadamente 300 km, podemos ver que ele pode ser usado para produzir porta-naves pequenos.

Ke Lake disse empolgado enquanto esfregava as mãos:

— Então, isso seria fantástico! Um porta-naves de 300 quilômetros de comprimento, é equivalente ao tamanho de um dos maiores encouraçados!

Ke Lake estava certo, já que o comprimento dos encouraçados era geralmente em torno de 300 quilômetros, e os galeões, que eram um nível abaixo dos encouraçados, ficavam entre os 50 e 100 quilômetros.

Acima de tudo, na Via Láctea, o principal poder de combate de todos os exércitos eram os galeões, porque embora as naves de comando fossem realmente poderosas, era grandes, pesadas e caras demais. Da mesma forma, a velocidade de voo também era relativamente mais lenta.

Embora os porta-naves fossem poderosos, não era como se não tivessem fraquezas. A principal arma contra eles eram os encouraçados. Os encouraçados eram uma versão aprimorada das naves de guerra chamadas de galeões, e carregavam canhões de grosso calibre, capazes de destruir montanhas.

Atacar fragatas ou destroyers menores com este tipo de artilharia gigante era simplesmente impossível, porque antes que conseguissem travar no alvo, as naves menores já estariam bem longe. Mesmo que se conseguisse travar no alvo, a movimentação dessa artilharia de grosso calibre ainda não seria capaz de acompanhar a movimentação do alvo.

Assim, o principal objetivo do encouraçado era lutar contra os porta-naves do inimigo. Afinal de contas, os porta-naves eram tão grandes que os encouraçados não teriam que se preocupar com a possibilidade de errar.

Uma coisa era a fraqueza de outra. Esta era a lógica do mundo. Em batalhas galáticas, nenhuma nave poderia ser considerada invencível, pois mesmo a nave espacial mais forte tinha encouraçados para controla-la. Então, o encouraçado tinha fraquezas?

Naturalmente, os galeões de alta velocidade eram os mestres em destruir encouraçados. Com um alto poder de fogo e uma ótima velocidade, um grupo de galeões rápidos conseguiria destruir um encouraçado em poucos minutos.

De qualquer forma, esta relíquia de classe B da Terra era na verdade uma linha de produção completa de porta-naves de pequeno porte?

Isto seria o suficiente para deixar Han e Ke Lake em êxtase!

Se as pessoas na Terra realmente ativassem esta fábrica principal e produzissem os porta-naves, eles iriam ficar ricos!

Era fácil vender porta-naves?

Claro! Existem mais de 13 mil nações em toda a Via Láctea, porém havia, no máximo, uma centena delas com porta-naves. As pessoas obviamente queriam ter uma reputação, então não importava o quão pobre a nação fosse, eles ainda iriam querer ter uma frota, não é? Se a frota não tivesse um porta-naves como nave de comando, a frota só seria considerada de segundo nível.

Se a linha de produção de porta-naves pequenos da Terra realmente começasse a funcionar, os pedidos provavelmente fariam fila, vindos de todos os países a até algumas centenas de anos-luz de distância. Embora fosse um porta-naves de tamanho pequeno, ainda era uma verdadeira nave de comando!

— Ricos! Vamos ficar realmente ricos desta vez! Podemos usar os porta-naves que construímos para trocar por galeões e encouraçados, e mesmo assim as outras nações ainda vão ficar felizes! — Ke Lake não tinha outros vícios, mas ele simplesmente amava demais seu planeta natal. No momento em que ele falava sobre a Terra, ele ficava muito animado.

Han riu e disse:

— Trocar por galeões? Eu acho é que nós devemos simplesmente formar uma frota inteira com porta-naves! Vamos ter uma frota de porta-naves em larga escala. Quando estivermos lutando contra outros impérios, vamos apenas mandar nossa frota principal direto para o centro deles! Nós só temos que dizer a esses otários, escuta, nós não temos muita coisa na Terra, só temos isso mesmo, mas um monte deles. Vão querer lutar ou não?!

A ideia de Han era realmente espalhafatosa. Que fragatas, destroyers, cruzadores, galeões o que! Eles iriam apenas ignorar a existência deles inteiramente!

Afinal, a Terra tinha uma linha de produção deixada pela civilização pré-histórica, de modo que o custo de fabricação das naves de comando era realmente muito semelhante à compra de naves de guerra construídas por outros. Eles poderiam muito bem usar as naves de comando como se fossem as naves de guerra baratinhas, então! Não importava o tamanho da missão, eles poderiam simplesmente enviar uma frota de naves de comando contra a defesa inimiga!

Quanto aos diagramas, Han atualmente possuía mais de 14 mil exemplares. Só de porta-naves pequenos, com menos de 300 quilômetros de comprimento, Han tinha pelo menos 40 deles. Com uma súbita mudança de atitude, Han disse em voz baixa:

— O prazo combinado de exploração foi de três dias. Se nós não sairmos daqui dentro de três dias, Long Chuan vai enviar mais pessoas para vir nos procurar.

O rosto de Ke Lake de repente ficou pesarosos e ele disse:

— Este lugar é bizarro. Eu não quero que os nossos irmãos entrem e fiquem presos aqui como nós.

Han assentiu.

— Assim, nós ainda temos dois dias e dezesseis horas. Desde que chegamos aqui, eu sinto uma força nojenta olhando para nós, e eu também estava esperando que ele aparecesse. Agora, eu decidi não esperar mais. Já que ele não toma a iniciativa de vir até nós, vamos ter que ir até encontrá-lo! Se prepare!

Ke Lake concordou com determinação, e, curiosamente, perguntou:

— Como você vai encontrar ele?

Han não respondeu. Ele apenas sorriu, se levantando em cima daquele estaleiro gigante. Ele fechou os olhos e começou a canalizar silenciosamente o poder do Coração das Trevas e, em seguida, focou a energia no seu olho direito!

*Shua*

— Olho das Trevas, abra!

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: