DNG – Capítulo 112 – 3Lobos

DNG – Capítulo 112

Prosseguiu Bem

A cena se tornou muito estranha, pois Han realmente começou a trocar socos com aquele escravo. Soque uma vez, que eu soco de volta! Os rostos dos dois estavam cobertos de sangue, e enquanto se batiam eles falavam uma língua que Horton não entendia.

Obviamente, esses dois não estavam lutando até a morte, caso contrário não haveria tão pouco sangue na cena. Parecia que ambos estavam tentando liberar suas emoções reprimidas.

Os dois se socaram como loucos durante uns 10 minutos, e então, finalmente, sentaram ofegantes no chão.

— Seu punho é realmente forte. — Ke Lake cuspiu um bocado de saliva cheia de sangue no chão e disse a Han.

Sorrindo, Han respondeu de volta:

— Você também… Dez anos atrás, quando você apareceu do nada para subir no pódio do Torneio Galático, eu era apenas uma criança, cheio de adoração por você. Quem teria imaginado que nosso primeiro encontro seria em um lugar como esse, e que nós iríamos começar uma briga.

Ke Lake ainda estava um pouco confuso. Ele coçou a cabeça e disse:

— Eu me lembro vagamente da Terra. Eu tenho a impressão de ser um lugar muito importante para mim, mas eu esqueci como ela se parece.

*Shua*

Os dedos de Han passaram por seu anel dimensional, pegaram um laptop e o abriram em um álbum de fotos.

— Olha, esta é a Terra, nossa casa, não é bonita? Isso é a parte de terra firme, aqui tem os oceanos, minha casa, na China, e a sua, na América.

Ke Lake olhou atentamente. Aquelas fotos pareciam ter evocado algumas memórias que estavam enterradas profundamente. No momento em que ele viu aquele planeta azul, o coração de Ke Lake se encheu de afeto. Porém, infelizmente, sua memória ainda estava muito confusa. Esse tipo de sentimento de afeto e familiaridade não poderia ajudá-lo a se lembrar de muito do passado.

— Olhe, esta é a foto de quando você decolou para se juntar ao Torneio Galático da Via Láctea. Puta merda, todos na Terra se reuniram para te ver partir. Esta é a imagem de você sendo premiado após terminar a exploração da Zona de Extinção A7 em 9º lugar. Naquela vez você fez um anúncio emocionante em uma transmissão ao vivo, dizendo que a Terra se ergueu! Que nunca seria intimidada novamente! Enquanto você, Ke Lake, estivesse vivo, a Terra seria para sempre livre! Eu tinha só sete anos na época, e comecei a chorar logo após ouvir suas palavras. Mas o que aconteceu velho? Logo após o Torneio Galático terminar, você simplesmente enviou os prêmios para a Terra e desapareceu, e nós não conseguimos encontrar qualquer vestígio seu. E mesmo assim eu ainda mantive sua fotografia, então me diz você se eu devia ou não te socar um pouco mais.

Apesar de não se lembrar das coisas do passado, ao ouvir Han contar a história, Ke Lake de repente se sentiu muito envergonhado.

Memórias podem ser apagadas, mas os sentimentos estarão sempre presentes. Ke Lake acreditava em Han. Han ficou animado no momento em que viu Ke Lake, e ele não pôde deixar de se emocionar no momento em que Han lhe mostrou as fotos da Terra, pois aqueles eram os sentimentos mais sinceros dele.

— Eu… eu… — Ke Lake balbuciou, sem saber o que dizer.

Mesmo Han sendo mais de doze anos mais jovem que Ke Lake, naquele momento ele parecia um irmão mais velho consolando Ke Lake com uns tapinhas no ombro, dizendo em uma voz séria:

— Não precisa dizer mais nada, a Terra nunca vai esquecer de nenhum dos seus heróis, e é claro que não vai abandonar nenhum deles. Já é bom o suficiente que você esteja vivo para poder voltar para casa comigo. O que aconteceu no passado não é importante, o que importa é o futuro!

— Está bem! — Os olhos de Ke Lake de repente ficaram vermelhos e lacrimejantes, e ele acenou com a cabeça, decidido.

Han relaxou todo o seu corpo e deitou no chão. Ele olhou para os holofotes no telhado, sorriu e disse:

— É muito bom que você possa voltar para casa, caso contrário, toda a pressão estaria sobre mim e, mais cedo ou mais tarde, ela iria me esmagar como uma panqueca.

Ke Lake parecia ter de repente se perguntado algo e ele sussurrou:

— Tem mais alguém da minha família vivo?

Han assentiu:

— Você tem muito mais sorte do que eu. Seu pai, mãe e irmã estão todos bem. Originalmente, o governo tinha colocado eles para viver em ótimas condições, mas depois que você desapareceu todos eles abandonaram a casa dada pelo governo e voltaram para a fazenda onde vocês costumavam viver. Talvez o seu desaparecimento tenha colocado muita pressão sobre eles, e eles também ficaram muito tristes.

Ke Lake de repente hesitou e cerrou os punhos, mas não disse nada.

— Vamos, vamos para casa, sua família deve ficar realmente feliz em vê-lo novamente. — Han estendeu uma mão para Ke Lake para ajudá-lo a se levantar.

— Casa?

Com um prospecto tão favorável, Ke Lake não conseguia controlar sua empolgação e seus olhos se encheram de lágrimas novamente.

Porém, no momento em que ele se moveu, a corrente de liga metálica que o prendia fez seu barulho característico.

*Kacha*

Han levantou ligeiramente o pulso, fazendo uma pequena faca aparecer imediatamente em sua mão, e com ela ele cortou as correntes com um único movimento. Ele trouxe Ke Lake até a porta e disse ao atordoado Horton, que não conseguia nem fechar a boca de tanto espanto:

— Desative a restrição de DNA.

Horton hesitou e franziu a testa.

— Mas ele…

Han sorriu e disse:

— Confie em mim, sua restrição de DNA não deve fazer muita coisa nele, e o valor por ele vai ser pago até o último centavo, mas esse cara é meu agora.

Horton viu que Han não iria aceitar um não como resposta, então ele não teve escolha a não ser tirar o mecanismo de restrição de DNA dos braços de Ke Lake.

No caminho de volta para a superfície da prisão, no momento em que Ke Lake mostrou seu rosto, os membros da Tribo Dragão Vermelho começaram a gritar. Eles pareciam muito empolgados e usavam um dialeto tribal ao invés da linguagem da Via Láctea.

— O que eles estão dizendo? — Han perguntou a Ke Lake.

— Ah, eles estão apenas gritando o nome Destruidor. — Talvez com medo de que Han interpretasse mal, Ke Lake acrescentou, — Destruidor é o meu nome na tribo.

Han assentiu e disse a Horton:

— Mestre Horton, vou comprar todas essas pessoas. E para fazer você se sentir mais à vontade, a restrição sobre os soldados pode ser mantida, mas por favor, remova aquelas dos velhos e doentes, das crianças, assim como das mulheres. Além disso, por favor, dê a eles o tanto de comida que desejem. Pode colocar isso na minha conta.

Horton não via nenhum problema em retirar a restrição das crianças e mulheres, então ele providenciou que seus homens fizessem o que Han pediu.

Han e Ke Lake visitaram a prisão, que estava cheia de escravos. Todas as pessoas da Tribo Dragão Vermelho, fossem soldados ou velhos, se curvaram ao ver Ke Lake. Na prisão, havia cerca de 70 a 80 mil escravos da Tribo Dragão Vermelho, que representavam a grande maioria dos escravos. Havia também algumas outras raças alienígenas. Eles não admiravam Ke Lake, mas estavam todos com muito medo.

Ke Lake estendeu a mão e levantou o polegar, e Han viu todos os outros da Tribo Dragão Vermelho esticando os braços e fazendo o mesmo gesto com a mão, tocando o polegar de Ke Lake por onde ele passava. Parecia ser um costume bem peculiar.

— Este é o chefe da tribo, Mu Tata. — Ke Lake apontou para um homem velho que tinha uma postura digna e o apresentou.

Han olhou o homem demoradamente. Ele viu que aquele ancião realmente tinha uma aparência extraordinária. A Tribo Dragão Vermelho tinha cabelos vermelhos, e quanto mais brilhante a cor, mais avançada era sua linhagem.

Embora Mu Tata já fosse velho, seu cabelo vermelho ainda parecia fogo, que se estendia desde o topo de sua cabeça até a parte inferior das costas, que também era a característica marcante da Tribo Dragão Vermelho. Muitas pessoas na Via Láctea os discriminavam e os chamavam de macacos do cabelo vermelho. No entanto, fora isso, não havia muita diferença entre a tribo e os seres humanos.

Han fez uma saudação respeitosa ao chefe Mu Tata e disse:

— Prazer em conhecê-lo, chefe. Agora não é o momento para falar, então, chefe, por favor seja paciente por mais um tempo. Depois de sair daqui, vou convidá-lo para beber algo.

Mu Tata sabia que Han iria comprar ele e toda a sua tribo, mas ele não esperava que o humano tivesse uma atitude tão agradável com eles.

Concordando dignamente com a cabeça, Mu Tata usou a linguagem universal da Via Láctea e disse:

— O Destruidor é o guerreiro número um em nossa tribo. Ele acredita em você, então eu também acredito em você. Você é um amigo de nossa Tribo Dragão Vermelho!

Han ficou de repente chocado com a surpresa agradável:

— Então você também fala a linguagem da Via Láctea?

Mu Tata suspirou e respondeu:

— A maioria das pessoas em nossa tribo fala. Depois de ser caçados por seres humanos por tantos anos, a linguagem universal, a tecnologia das naves de guerra e também habilidades com armas são todos ensinamentos essenciais em nossa tribo. Todas as raças que não querem ser eliminadas por vocês humanos precisam disso.

Han não disse nada. Os seres humanos queriam dominar a Via Láctea, então eles nunca foram muito simpáticos com raças diferentes. Velho Mo também havia se queixado a Han, pois a maioria das pessoas de sua raça kui se tornou escarafunchador após a pressão dos humanos.

Han pediu a Ke Lake para permanecer na praça central e continuar conversando com os outros soldados da Tribo Dragão Vermelho, enquanto ele próprio foi com Horton para o escritório.

— Treze escravos cinco estrelas, 245 escravos de quatro estrelas, 3.139 escravos de três estrelas, e os de duas e uma estrela somam cerca de 20 mil. O resto são todos escravos normais, como mulheres sem poder de luta, crianças e idosos. O total é de 150 mil. São muitos escravos, você tem certeza que quer levar todos?

— Sim. — Han acrescentou, — Eu também preciso de uma nave de carga de alta velocidade com suprimentos suficientes para eles.

Horton sorriu:

— Isso não será problema. Dê-me dois dias e os escravos que eu tenho em outros locais poderão ser enviados para cá. À essa altura, a nave de carga que você quer estará pronta também. Quanto ao preço, vamos seguir o preço de mercado, mas eu lhe darei 20% de desconto. Sobre o Senhor da Guerra, bem, ele é um ser humano e você o conhece. Então, meu irmão, vamos simplesmente deixar ele sair daqui com você e o negócio está fechado, e nunca mais vamos tocar nesse assunto. Está bom assim?

Han concordou com a cabeça.

Desde que a enorme quantidade de índices de preços apareceu na Dark Net, a questão do preço se tornou cada vez mais transparente. O interessado só precisava verificar o índice de preços de escravos daquele ano e eles poderiam saber qual era o preço atual dos escravos, ou mesmo qual foi o preço médio dos últimos três meses ou do último ano. E, geralmente, 20% de desconto no preço era o máximo concedido naqueles negócios.

Quanto ao método de pagamento de Han, também era muito simples. A Dark Net não só tinha um índice de preços de escravos, mas também um índice de preço de diagramas, Han só precisava dar diagramas suficientes de acordo com o preço atual do mercado, e o negócio estaria concluído.

Mas Horton fazia negócios recebendo em diagramas?

Claro! Diagramas eram como uma moeda forte na Dark Net. Se a transação fosse realizada utilizando G$, todo o negócio iria envolver centenas de bilhões de G$, que ia ser bastante problemático para movimentar entre contas sem ser detectado.

E se uma moeda tão segura como os diagramas fosse usada como forma de pagamento, apenas uma pequena maleta seria necessária, e o pagamento e os produtos estavam prontos para ir. Sempre que Horton precisasse de dinheiro, ele poderia facilmente trocar o diagrama por dinheiro, e por isso seria estranho se ele não gostasse de negociar com diagramas.

Quanto a Ke Lake, como é que alguém inteligente como Horton ousaria pedir dinheiro por ele? Han e Ke Lake, obviamente, se conheciam. Se um dia Ke Lake de repente recuperasse sua sanidade e parasse para pensar “que diabos, quem você pensa que é para me capturar como escravo” e viesse atrás de Horton para “conversar” sobre isso, o comerciante de escravos estaria com sérios problemas.

Dois dias depois, um navio de carga de alta velocidade da classe Polo zarpou de volta para a Terra.

Han estava em seu quarto usando seu laptop, e estava conectado à Dark Net Galática, quando Sem Origem apareceu. A expressão obstinada do velho ainda era tão séria quanto antes. Era como se todos devessem dinheiro para ele ou algo assim.

— Professor, nós iniciamos a viagem de volta. O negócio com Horton prosseguiu bem. — Han relatou seriamente a Sem Origem.

Prosseguiu bem? — A boca de Sem Origem se torceu de revolta quando ele repetiu as palavras com ironia. — Você ganhou na loteria! De novo! Não consigo acreditar que você seja realmente tão sortudo, vai comprar alguns escravos e acaba levando Ke Lake de brinde! E Ke Lake ainda por cima se tornou uma figura admirada pela Tribo Dragão Vermelho, aliás, o ás da tribo. Como é que você chama isso de compra de escravos? Você basicamente deu à Terra um super exército dedicado! Independentemente de por que os Dragões Vermelhos aceitaram Ke Lake entre eles, com base na minha compreensão da raça, enquanto eles reconhecerem Ke Lake como seu irmão, não hesitarão em sacrificar suas vidas por ele, e, de tabela, pela Terra.

Ele parou para pensar e perguntou:

— Eu posso estar enganado, mas o poder de Ke Lake não é o Dominador Celestial?!

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: