DNG – Capítulo 101 – 3Lobos

DNG – Capítulo 101

O Ovo Misterioso

Kunlun disse em um tom de súplica:

—Majestade, seu poder das trevas é ilimitado. Ajudar esta pequena besta sombria é tão fácil quanto levantar um dedo para o senhor, então por favor me ajude. Quanto ao processo de incubação, é muito simples, você só precisa invocar o seu poder das trevas, colocar os dedos sobre a superfície deste ovo, e o ovo vai naturalmente começar a absorver o poder das trevas. Quando a carga de energia for suficiente, a besta vai chocar.

Han concordou, já que ele não tinha muita escolha. Se ele negasse o pedido de Kunlun, sua verdadeira identidade poderia ser exposta ali mesmo, o que conduziria inevitavelmente a uma dura batalha. Com a força atual de Han, seria absolutamente impossível para ele escapar desta cidade de metal com vida.

Em todo caso, vou tentar sobreviver primeiro, — Han pensou.

Ele escolheu aceitar o pedido e silenciosamente começou a invocar o poder do Coração das Trevas. Seu braço rapidamente se tornou preto, e em seguida ele colocou os dedos sobre este ovo não identificado.

*Shua*

De repente, uma força mágica de atração surgiu. O ovo era como um monstro que segurou Han com firmeza e não quis deixar ele escapar, dando o seu melhor para sugar plenamente a energia das trevas de Han.

Han ficou chocado de repente, porque o ovo estava absorvendo seu poder à força, o que deu a Han a sensação de que tudo dentro de seu corpo estava sendo rapidamente sugado. Ele rapidamente começou a chacoalhar o braço, tentando remover seus dedos do ovo estranho, mas eles estavam presos ao ovo como ímãs fortes, tornando impossível sequer mover eles de lugar.

*Shua*

A cada segundo, grandes quantidades de energia das trevas estavam sendo sugadas por aquele ovo. Pequenas gotas de suor gradualmente se formaram na testa de Han. Ele sentiu seu corpo inteiro se tornar dolorido e dormente, e uma sensação de exaustão sem precedentes tomou conta dele.

Esta situação nunca tinha acontecido antes. Como um soldado esper quatro estrelas e um ser que possuía o poder das trevas, Han realmente teve toda a sua energia absorvida por um ovo que era do tamanho de um punho fechado. Isso era definitivamente impensável.

*Pa*

Finalmente, quando Han se sentiu extremamente exausto e era incapaz de suportar mais, o ovo simplesmente parou de sugar a energia dele. O ovo esférico parecia um pouco menos transparente e mais escuro na cor, mas gradualmente uma luz fraca começou a ser emitida por ele.

Han relembrou da experiência naqueles últimos minutos, sentindo como se tivesse sido mordido por um demônio. Seu corpo inteiro estremeceu e ele sentiu um calafrio na espinha. Não havia dúvida, embora Han não estivesse certo sobre que tipo de criatura havia dentro do ovo, aquela coisa definitivamente não era algo bom, e possuía um poder incrivelmente forte!

— Majestade, você trabalhou duro. Deixe-me ajudá-lo a se recolher para descansar.

Kunlun ajudou Han, que parecia que ia desmoronar a qualquer momento, levando-o para um quarto. Lá ele deitou Han na cama e, com cuidado, retirou as botinas e cobriu ele com um cobertor.

Soldados esper tinham muita energia, então mesmo que eles não dormissem por um mês não haveria nenhum problema. Porém, não se sabe ao certo o porquê, mas no momento em que a cabeça de Han tocou o travesseiro, uma irresistível sensação de sonolência imediatamente tomou conta dele, e suas pálpebras estavam lutando para se manter abertas.

Eu não posso dormir, não posso dormir! — Han beliscou seu braço com força. No meio do covil do inimigo, em uma situação estranha e perigosa, dormir podia significar a morte.

Infelizmente, porém, o sentimento de exaustão e sonolência sobrepujou tudo, até mesmo a força de vontade da qual Han tinha tanto orgulho, e logo ele fechou os olhos e adormeceu profundamente.

Aquele sorriso inexplicável e estranho apareceu novamente no rosto de Kunlun. Ele parecia satisfeito enquanto olhava para Han, que estava preso em sono profundo, e sussurrou:

— Vá dormir, Majestade, pelo bem do pequeno bebê.

Kunlun se virou e saiu do quarto, trancou a porta do lado de fora e foi cuidar de outros afazeres.

Han não teve um sono tranquilo, sendo assolado por um terrível pesadelo. No pesadelo, uma criatura forte o suficiente para destruir o universo saiu do ovo preto, abriu sua boca gigante cheia de grandes presas afiadas e engoliu Han.

O pesadelo fez Han acordar assustado e se sentar, percebendo que estava suando profusamente. Ele olhou ao redor e viu que estava dentro de um quarto. Não havia janela, e todos os quatro lados eram paredes de liga metálica sólida, preta, fria e silenciosa.

Han deitou na cama, colocando um dedo sobre seu anel dimensional, e tentou se lembrar de tudo o que aconteceu. Ele se lembrou daquele ovo estranho, e também da sensação de ter sua energia das trevas sugada até o talo. Aquele sentimento era muito terrível, como se ele tivesse perdido algo muito importante.

Mesmo agora, depois de dormir, Han ainda sentia um tipo de pesar duradouro, e ele lamentou não ter feito mais pesquisas na Dark Net. Provavelmente havia muitos recursos que ele poderia acessar para saber mais sobre a Zona de Extinção e ele nem sequer chegou a procurar.

Agora que estava preso em uma situação tão perigosa, Han percebeu que a Dark Net era em verdade o maior tesouro da Via Láctea. Ao encontrar o perigo, as armas convencionais e artes marciais da Via Láctea não eram nem de longe suficientes. Se não fosse por Andarilho Noturno e Sem Origem, que prepararam as bugigangas ilegais para ele trazer, ele teria morrido pouco depois de entrar na A19.

Ele naquele momento percebeu que a única maneira de combater o mal era ser ainda mais mal! E onde alguém poderia encontrar existências que eram ainda mais malignas?

Claro, na Dark Net!

Porém, avaliando honestamente seu comportamento, Han não se culpava por não gastar mais tempo fazendo pesquisas na Dark Net. Afinal de contas, ele esteve muito ocupado, com problemas aparecendo em sucessão. Han era como a onda do mar, e havia um monte de coisas que simplesmente não eram a praia dele. Aconteceu que ele foi forçado a agir diante de problemas de força maior, e sem se dar conta ele acabou na situação em que estava hoje.

Quanto a mente de Han estava colocando as coisas em ordem, a porta do quarto foi aberta, e Kunlun apareceu, com sua aparência regular de besta sombria do tamanho de um homem e uma expressão humilde no rosto. Ele saudou o “Rei Celestial” e disse:

— Majestade, você está acordado. Eu vi que você estava muito cansado, então eu preparei um alimento que pode ajudar a repor sua energia das trevas. Por favor, venha comigo para jantar.

Han tocou sua barriga e percebeu que estava realmente com muita fome, então ele concordou com a cabeça, saiu da cama e seguiu Kunlun pelo corredor.

No local, ele viu muitos blocos estranhos de uma pasta preta sobre a mesa, muito parecidos com alimentos feitos com o cogumelo Poria, um cogumelo chinês. Era inteiramente preto, e estava cortado em pequenos cubos ao lado de um garfo delicado.

Ele sentou-se à mesa, usou o garfo metálico — também preto — e pegou um pedaço daquilo. Ele colocou a substância na frente de seu nariz e cheirou. O odor parecia algo medicinal muito estranho. Han havia estudado farmacologia com Andarilho Noturno por dois dias e meio, mas com seu parco conhecimento ele não conseguia dizer o que era essa pasta negra.

— Majestade, esta era a sua comida favorita no passado. Talvez por causa do longo período de armazenamento, o gosto está um pouco à par do que era, mas por favor entenda que meus recursos são limitados, e por isso só pude lhe oferecer essa qualidade. — Kunlun pareceu querer explicar aquilo de bom grado.

Han concordou com a cabeça.

Para alguém que estudou farmacologia, estava muito claro para Han que os seres humanos tinham instintos fisiológicos. Por exemplo, um jovem enérgico ficaria excitado ao ver mulheres jovens e bonitas, e as pessoas podiam ter períodos em que estavam com desejo de comer carne, e outros em que sentiam náuseas quando viam a mesma carne, só querendo comer frutas e legumes. Isso ocorria devido ao instinto fisiológico.

No momento em que Han viu a estranha pasta preta, ele realmente sentiu um apetite por ela, e isso significava que, neste momento, seu corpo precisava de algumas substâncias ou nutrientes dentro da pasta, mesmo que Han não soubesse realmente o que essa coisa fosse, na verdade.

Ele colocou um daqueles cubos na boca. O cubinho derreteu imediatamente e Han sentiu um súbito aumento em sua energia. Aquele sentimento era o mesmo de tomar pílulas de energia de alto nível, mas essas pílulas reabasteciam a energia do esper, enquanto esta pasta preta reabastecia a energia das trevas.

Ele não podia ser dar ao luxo de ficar refletindo se comer aquilo seria seguro ou não. Han devorou um prato inteiro dos cubos de pasta preta em alguns instantes, e a sensação do poder se restaurando estava se espalhando confortavelmente pelo seu corpo.

— Mais! — Han apontou para o prato vazio e disse.

Kunlun de repente ficou chocado. Ele olhou para Han com incredulidade, e parecia que estava prestes a dizer algo, mas não podia.

— Há algum problema? — Han franziu ligeiramente a testa e perguntou.

— Não, sem problema. Eu vou trazer um pouco mais agora mesmo. — Kunlun forçou um sorriso e respondeu.

Logo, outro prato de pasta preta em cubinhos foi servido.

— Mais um!

— É … Bem, espere um momento, por favor.

— Quero mais!

— Você ainda quer comer?

E assim, Han não parou até repetir cinco vezes. Olhando para o rosto de Kunlun, ele parecia muito triste, como se Han tivesse comido algo realmente precioso para ele. Vendo que Han não pediu outro prato, Kunlun soltou um longo suspiro. Ele finalmente relaxou, foi para aquela sala fechada, pegou o ovo preto misterioso e o colocou sobre a mesa.

— Majestade, eu vejo que você está de bom humor hoje. Depende de você fazer com que essa criatura maravilhosa choque mais cedo. — Kunlun disse para Han.

Toda vez que ele pegava o ovo, a atitude de Kunlun fazia parecer que ele estava pedindo um favor, mas também que ele não iria aceitar um não como resposta.

Han pensou por um segundo e começou a canalizar seu poder das trevas, para então colocar seus dedos sobre a casca do ovo esférico.

*Shua*

Aquele sentimento assolou ele de novo. Um segundo atrás, Han estava sentindo que a energia das trevas presente nele nunca esteve tão forte, mas a criaturinha dentro do ovo era ainda mais impiedosa. A reserva de energia das trevas de Han não chegava nem perto do tanto que o ovo queria absorver.

Depois de apenas alguns minutos, Han se sentiu tonto de novo, e sua energia física foi drenada completamente.

Então, aquela pequena coisa gananciosa dentro do ovo relutantemente soltou Han, e, da mesma forma que no dia anterior, Kunlun ajudou Han a voltar para o quarto novamente. No momento em que a cabeça de Han tocou o travesseiro, a exaustão o jogou em sono profundo novamente.

Virando-se e saindo do quarto, Kunlun trancou a porta novamente e também ordenou a dois velociraptors sombrios que vigiassem do lado de fora do quarto.

— Aquilo era a preciosa energia das trevas em seu estado mais puro, e ele realmente comeu aquele tanto de uma vez? — Ele suspirou. — Isso é de quebrar o coração. Não importa! Se é para a besta chocar mais rápido, eu vou deixar ele comer. Afinal, quanto mais ele comer, mais rápido ele morrerá… O veneno das trevas não é flor que se cheire. — Kunlun murmurou para si mesmo.

Porém, Kunlun desconhecia uma das cartas na mão de Han. Além do Preceito Zero e do poder das trevas, Han também tinha um nível incomparável de resistência a toxinas!

Vermillion
Domina Inglês e Português. Spymaster nas horas vagas.
FONTE
Cores: