API – Capítulo 3 – 3Lobos

API – Capítulo 3

Habilidade

Kieran estocou ferozmente as costas do homem, mas somente metade da adaga entrou na carne dele.

O sangue saiu da ferida instantaneamente.

— Ahh…

O homem soltou um grito e seu corpo se moveu por reflexo.

Kieran seguiu seu movimento, suas mãos estavam pressionando a adaga ainda mais. Ele pressionou com todas as suas forças, mas a adaga não pareceu se mover.

Droga, pegou no osso!

Kieran ficou alarmado e instintivamente puxou a adaga. O sangue espirrou no rosto dele, deixando-o cego momentaneamente.

Com sua visão temporariamente comprometida, ele entrou em pânico e começou a brandir a adaga ainda mais.

Naquele momento, seu único pensamento era que ele não deveria dar ao homem qualquer espaço para respirar, ou então seria o único que acabaria morto.

Com esse pensamento em mente, Kieran começou a desferir golpes cada vez mais rápidos.

O som do metal cortando a carne tornou-se o único som no cômodo.

Depois de desferir golpes com a adaga, Kieran finalmente descobriu como usá-la corretamente.

Cortar cegamente só infligiria uma ferida superficial no alvo. Em vez disso, ele deveria estar em uma postura para fazer estocadas. O que ele tinha que fazer era evitar o esqueleto do homem e ir para seus pontos macios, que eram sua carne e seus músculos. Seu corpo se moveu naturalmente em direção ao alvo.

Logo, ele recuperou parte de sua visão e ajustou sua empunhadura na adaga. Kieran descobriu que se ele usasse o seu cotovelo corretamente, a adaga iria estocar como se estivesse amarrada em uma mola.

*Bam!*

A lâmina inteira da adaga afundou no peito do perseguidor.

O homem, que estava prestes a contra-atacar com o cutelo em sua mão, caiu inconsciente, com seus olhos encarando seu peito e a adaga que estava alojada nele, com um olhar incrédulo no rosto.

Até a sua morte, aquele homem não conseguiu entender como um sujeito aparentemente inofensivo pôde se tornar um assassino tão letal em apenas um instante.

Kieran sentiu o mesmo. Ele ficou completamente confuso. Enquanto olhava para o moribundo, o cheiro do sangue do homem lembrou Kieran do que ele acabara de fazer.

Enquanto ele encarava o cadáver, o sangue vermelho estimulava seus sentidos. O fato de ter matado o homem com as próprias mãos o deixou tão enjoado que Kieran acabou vomitando.

Quando ele terminou, Kieran caiu no chão, fraco e sem qualquer energia. Tinha lágrimas e muco pelo rosto todo, fazendo com que ele parecesse um idiota.

— Você já terminou?

A voz rouca ao lado de sua orelha o fez levantar a cabeça instintivamente.

Ele viu um rosto coberto de cinzas e sujeira. Os olhos cinzas da garota estavam frios e alertas.

— Eu…

— O loot é seu, não vou brigar por isso.

Kieran queria dizer alguma coisa, mas ela o interrompeu. Ela se apoiou na parede e lentamente se moveu para a porta enquanto olhava para Kieran.

Ela não confiava nele.

Ela não iria baixar a sua guarda.

Observando suas ações, Kieran percebeu algo, e essa percepção o impedia de dizer qualquer coisa ou fazer qualquer outro movimento. Ele tinha medo de que ela entendesse mal e causasse problemas indesejados.

Kieran silenciosamente a deixou sair de sua linha de visão.

Quando ela desapareceu completamente, ele se sentiu aliviado e se levantou, usando sua mão para se apoiar.

— Ela parecia fria, mas gentil! — Kieran exclamou com um suspiro.

Apesar da falta de lei e ordem, ela não se aproveitou dele. Ela podia ter agido de forma fria e receosa, mas ela ainda podia ser considerada uma pessoa gentil.

E ela era pelo menos dez vezes melhor do que os bandidos.

Kieran olhou para a janela do sistema.

[Habilidade adquirida: Arma Branca (Adaga) (Básico)]

Foi essa habilidade que o transformou de um novato inútil em um usuário de adagas qualificado, alguém capaz de matar seu oponente com um único golpe.

Curioso sobre a janela de habilidades, Kieran decidiu verificar o registro de batalha também.

[Apunhalada: 15 de dano ao oponente…]

[Corte: 3 de dano ao oponente…]

[Corte: 2 de dano ao oponente. Causou sangramento…]

[Três golpes efetivos. Habilidade adquirida: Arma Branca (Adaga) (Básico)]

[Apunhalada: ataque letal. 80 de dano ao oponente (40 da Arma Branca (Adaga) (Básico) x2). Oponente morreu…]

(Observação: ponto fraco = dano verdadeiro x2)

— Três golpes efetivos? — Kieran murmurou para si mesmo, antes de se virar para a janela de habilidades.

Antes costumava estar vazia, mas agora uma habilidade havia sido inserida na primeira página, [Arma Branca (Adaga) (Básico)].

Kieran concentrou-se na descrição da habilidade, que só ele podia ver.

[Nome: Arma Branca (Adaga) (Básico)]

[Atributos: Força, Agilidade, Constituição]

[Tipo de habilidade: Ofensiva]

[Efeito: Maestria com Adagas; Aumento de dano infligido em 10%]

[Consome: Vigor]

[Requisito de aprendizagem: Força F-, Agilidade F, Constituição F]

[Observação: Este é apenas o começo, não se force demais!]

— Aumento de dano infligido em 10%.

Kieran olhou para a descrição e subconscientemente comparou isso com o registro de batalha da luta anterior. Então ele se moveu rapidamente para o corpo do homem e puxou a adaga que estava totalmente presa em seu peito.

Quando ele segurou a adaga em sua mão, esse sentimento familiar voltou a subir do fundo do seu coração e ele estocou a adaga outra vez.

Era como se Kieran já tivesse praticado esse movimento mil vezes, ou mesmo dez mil. O som do metal afiado que rasgava o ar pôde ser ouvido no cômodo.

Sem o menor tremor em suas mãos, Kieran esfaqueou precisamente o peito do inimigo imaginário em sua frente.

Toda a experiência de apunhalar não era diferente da luta que custara ao homem sua vida.

Ele era preciso, rápido e implacável.

— Isso é apenas 10%? E eu consegui isso apunhalando ele três vezes?

Kieran murmurou confuso. Ele não conseguia imaginar isso. Era difícil imaginar que apenas um aumento de 10% no poder pudesse fazer uma diferença tão grande.

O aumento no poder proporcionou a Kieran uma combinação de Força, Agilidade e Experiência, que não seria possível alcançar sem um longo período de prática.

Ele só acertou três golpes efetivos, e ele já poderia vencer pessoas que tinham anos de prática. Kieran não se via como talentoso, ou achava que poderia ser considerado um gênio. No entanto, dadas as circunstâncias, mesmo um verdadeiro talento genial não poderia ter conseguido tal façanha.

Kieran começou então a pensar a respeito. Uma ideia logo surgiu em sua mente.

— A dica!

Ele lembrou da dica que lhe foi dada quando ele entrou pela primeira vez no jogo. Kieran verificou rapidamente o registro do sistema, procurando por ela.

[Missão principal: Sobreviver 7 dias, 0/7]

[Missão secundária (opcional): ajudar civis até a guerra terminar. Cada civil que você ajudar lhe dará uma classificação mais alta]

(Sugestão: A masmorra iniciante é uma ótima oportunidade para todos os jogadores)

A sugestão do jogo pôde ser vista claramente abaixo da missão principal e da secundária. Ele fez uma pausa sobre as palavras “ótima oportunidade”. Kieran respirou fundo, depois soltou o ar.

Embora o jogo seja 100% realista, algumas regras ainda se aplicam. O sistema não permitirá que um novato comece em uma situação extremamente perigosa, mas será progressivamente mais difícil. Enquanto a oportunidade apresentada for totalmente utilizada, todos os perigos e obstáculos podem ser superados — pensou Kieran.

No entanto, depois de pensar por um tempo, ele franziu a testa depois de chegar a uma conclusão. Ele se perguntou o que teria acontecido se ele não tivesse investigado completamente o cadáver que ele encontrou, e consequentemente adquirido uma arma.

As possibilidades o assustaram.

Então, este é o jogo proibido ao qual apenas 10% dos jogadores beta sobreviveram… Eu acho que alguns deles devem ter morrido tão cedo por causa de descuido e incapacidade de se adaptarem à situação.

Os pensamentos continuavam dentro da cabeça de Kieran enquanto ele se dirigia para o corpo na frente dele para uma inspeção. Seu rosto parecia absolutamente sério.

Quando ele olhou para o registro de batalha, não havia menção de Pontos de Experiência (XP), nem mesmo de um indicador de experiência, mesmo depois de ter matado o homem. No entanto, ele adquiriu uma habilidade, uma que parecia estar no nível “Básico”.

A julgar pela sua experiência em jogos on-line, o nível seria baseado nas masmorras, e ele não ganharia nenhum XP enquanto ainda estivesse nessa masmorra, mas somente quando ele “limpasse” tudo ele iria receber uma classificação por sua performance.

Essa classificação seria determinada pelo seu loot e evolução.

Porém, como ele poderia conseguir uma classificação mais alta?

Excluindo os requisitos da missão principal, todo o resto seria baseado em sua performance no jogo. Pelo que ele entendeu, os jogos geralmente requeriam que os jogadores matassem monstros, adquirissem equipamentos e dinheiro, e assim por diante.

Embora ele não soubesse muito sobre a missão secundária, Kieran estava extremamente familiarizado com as rotinas usuais de jogos, de matar monstros, adquirir equipamentos, tesouros, etc.

Afinal, ele tinha acabado de mexer em um cadáver, e agora havia outro diante dos seus olhos, o qual ele mesmo havia matado.

O cheiro marcante do sangue ainda incomodava seu nariz.

Embora ele tivesse acabado de matar alguém, Kieran ainda estava com nojo do cheiro, mas também estava se acostumando. Pelo menos ele não estava mais vomitando, e seu coração já não estava tão acelerado.

A primeira coisa que Kieran pegou foi o cutelo da mão do homem morto.

[Nome: Cutelo]

[Tipo: Arma Branca]

[Classificação: Desgastada]

[Ataque: Fraco]

[Atributos: Nenhum]

[Efeito: Nenhum]

[Pode ser levado para fora da masmorra: Sim]

[Observação: Um cutelo usado para cortar legumes… Ou a mão de outra pessoa]

No momento em que Kieran pegou o cutelo, as informações apareceram na frente de seus olhos. Depois de inspecioná-la, ele colocou o cutelo na mochila e continuou sua busca.

Logo depois, ele achou outra coisa.


Erudhir
"Betrayal stings like salt on a wound."
FONTE
Cores: